Tamanho do texto

O preço de algumas raças bate a casa dos milhões de reais

O mercado dos animais de estimação é um setor muito rico e que cresce cada vez mais. Mesmo com grandes campanhas relacionadas a necessidade da adoção, algumas raças continuam sendo modificadas e criadas para manter o setor. Entre elas estão os cachorros mais caros do mundo. 

Leia mais: Os 10 cachorros mais bonitos do mundo 

Eles possuem algumas características bastante específicas, o que os torna mais raros, exóticos e, consequentemente, mais caros. Confira a lista com as 10 raças dos cachorros mais caros do mundo .

10º lugar: Pharaoh Hound

Esses são os cachorros mais caros do mundo
shutterstock
Esses são os cachorros mais caros do mundo



Ocupando o ultimo lugar da lista  está uma raça pouco conhecida no Brasil, a Pharaoh Hound. Esse nome traduzido significa "Cão de caça do Faraó", o que já transmite um pouco da nobreza relacionada ao animal. Muito famoso no Antigo Egito, acreditava-se que ele era uma representação do deus Anúbis. 

Originário da Ilha de Malta, esse cachorro de grande porte possui um adestramento considerado difícil. Além disso, não gosta de muito assédio, muito menos de multidões, mas é inteligente e totalmente leal aos donos. Sua particularidade é a capacidade de ficar corado, além dele só os seres humanos possuem essa característica. 

Seu valor de mercado médio é de R$ 2.000,00 a R$ 4.000,00. 

9º lugar: Pug

Esses são os cachorros mais caros do mundo
shutterstock
Esses são os cachorros mais caros do mundo

Em nono lugar encontramos uma das raças de maior sucesso atualmente, os Pugs.  Eles ficaram famosos após a atuação de um exemplar no filme "MIB Homens de Preto" como o personagem Frank. Ao contrário do que muitos pensam, eles não são uma novidade e existem desde o séc. XVIII. 

Originário da China, os pugs são de porte pequeno, comportamento dócil e valente, o que os encaixa como ótimos animais de estimação para crianças. Por ter o focinho achatado requer alguns cuidados específicos.

O preço varia bastante de acordo com a cor, o sexo e o local de compra, podendo chegar a  R$6.000,00. 

8º lugar: Bulldog inglês

Esses são os cachorros mais caros do mundo
shutterstock
Esses são os cachorros mais caros do mundo


Quem comprar um Bulldog Inglês precisa se preocupar não apenas com o investimento da aquisição, mas também com os altos custos dos cuidados. Esses cães costumam apresentar problemas graves de saúde, principalmente respiratórios, causados pelo focinho achatado. 

Como o nome já diz, a raça é originária da Inglaterra. O temperamento calmo e companheiro, apesar da força que tem, o torna uma das opções preferidas das casas brasileiras.  

A grande dificuldade encontrada na hora da reprodução, geralmente feita de forma artificial, justifica o preço variar entre R$ 4.000,00 e R$ 5.000,00. 

7º lugar: Saluki

Esses são os cachorros mais caros do mundo
shutterstock
Esses são os cachorros mais caros do mundo



Também conhecida por Hound Gazelle ou Arabian Hound, essa é uma das raças, se não for a mais antiga entre os domesticados. Originário da região do Oriente Médio, esse cachorro se destaca pela elegância. Não à toa era considerado um cão real no Egito e mumificados ao lado dos faraós. 

Atualmente seu valor varia entre R$ 2.500,00 a R$ 6.000,00.

Leia também:  10 animais curiosos que foram pegos em flagrante

6º lugar: Terra Nova

Esses são os cachorros mais caros do mundo
shutterstock
Esses são os cachorros mais caros do mundo


O Terra Nova ou Newfoundland, além de estar na lista dos cachorros mais caros do mundo, pertence também a dos maiores portes, podendo chegar a 70Kg.   Muito raro no Brasil, esse animal precisa ser criado em locais com bastante espaço para que possa se exercitar. 

Vindo do Canadá ele se destaca por ser a mistura das características boas do Great Pyreness e do Labrador Retriever. Seu preço pode variar de R$ 3.000,00 a R$ 5.000,00.

5º lugar: Chihuahua

Esses são os cachorros mais caros do mundo
shutterstock
Esses são os cachorros mais caros do mundo


A menor raça do mundo é a quinta mais cara. Muito conhecida pelo latido fino, ela é muito valente e não se intimida com nada. Acredita-se que os Chihuahuas surgiram no México. 

O investimento para ter um desses em casa é bem variado, entre R$  3 mil e R$ 10 mil. 

4º lugar: Chinese Crested

Esses são os cachorros mais caros do mundo
shutterstock
Esses são os cachorros mais caros do mundo


O Cão de Crista Chinês, como é chamado no Brasil, pertenceu as famílias da famosa dinastia Han chinesa. Com o tempo o tamanho e o peso foram diminuindo e eles se transforam em cães de pequeno porte. 

Eles estão disponíveis de duas formas: sem pelos e com pelos finos e longos no corpo. Podem ser comprados por no máximo R$ 6.000,00. 

3º lugar: Esquimó Canadense

Esses são os cachorros mais caros do mundo
shutterstock
Esses são os cachorros mais caros do mundo


A raça adaptada para o frio não é muito indicada em locais de clima quente. Antigamente o Esquimó Canadense era muito utilizado para puxar trenós na neve, hoje corre risco de extinção, tendo poucos exemplares puros ao redor do mundo. 

O valor médio de mercado é de R$ 7.000,00. 

Leia mais:  10 cachorros para apartamento

2º lugar: Lulu da Pomerânia

Esses são os cachorros mais caros do mundo
shutterstock
Esses são os cachorros mais caros do mundo


Assim como o pug, o Lulu da Pomerânia ou Spitz Alemão Anão, pode ser considerado o cachorro da moda atualmente. Com temperamento agitado, dócil e companheiro, eles são muito indicados para crianças. 

Pode ser encontrado para vender por até R$ 11.000,00. 

1º lugar: Mastim Tibetano

Esses são os cachorros mais caros do mundo
shutterstock
Esses são os cachorros mais caros do mundo

Ocupando o primeiro lugar da lista dos cachorros mais caros do mundo está o Mastim Tibetano. Símbolo de status na China, essa raça pode custar até R$ 1,5 milhões (acredite se quiser). Majestoso e com pelos grossos é mais indicado para climas frios. 

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.