Tamanho do texto

Apatia, dificuldade de locomoção e dor ao ser tocado podem ser sinais de que seu cão ou gato está com reumatismo, doença comum em pets idosos

Com o passar do tempo os animais de estimação começam a sentir os sinais da idade, assim como os humanos. Um dos grandes problemas que muitos donos não se dão conta e que atinge principalmente raças pequenas é o reumatismo .

Leia também: As raças de cachorro mais afetadas pelo calor e como diminuir os impactos

reumatismo arrow-options
shutterstock
Cães com reumatismo costumam ficar mais quietos e apáticos


Se o pet está mais apático, reclama quando o tutor pega no colo, desiste de passear no meio do trajeto e não pula mais, ele pode estar sofrendo com o reumatismo. O veterinário Ítalo de Oliveira, do Centro Veterinário Seres da Petz, explica que essa condição não é uma doença, mas afeta o sistema locomotor do animal , principalmente.

“Por predisposição racial, os animais de pequeno porte tendem a sofrer mais com inflamações nas articulações”, explica o veterinário. Porém, animais jovens e grandes também podem desenvolver o problema - “Eles podem desenvolver quadros de artrite quando jovens e em idade senil. A artrite é a inflamação da cartilagem, enquanto a artrose é a degeneração dela”, completa.

Um dos tratamentos para o reumatismo em pets é um “coquetel” de suplementos. “Algumas vezes associam-se suplementações com condroitina, glicosamina, ômega 3, magnésio e outros, sempre de acordo com a necessidade do paciente após análise laboratorial”, afirma Ítalo.

Sintomas do reumatismo em animais de estimação

  • Irritação;
  •  Dor;
  • Tenta morder quando tocado;
  •  Inchaços;
  •  Hesita em passear, caminhar, correr e pular;
  •  Letargia;
  •  Claudicação (mancar);
  •  Perda de apetite.

Para prevenir o problema é preciso ficar de olho em algumas questões. Controle de peso, evitar atividades físicas que geram muito impacto principalmente em animais idosos e pequenos, e evitar a suplementação sem orientação médica são alguns dos mais importantes.