Tamanho do texto

Também conhecida como "doença dos pontos brancos" ou "doença do algodão" é causada por protozoários

Quando decidem ter um animal de estimação muitas pessoas acabam optando pelos peixes, por acreditarem que as responsabilidades e os trabalhos atribuídos serão menores. De fato são, se comparado com um cachorro ou um gato, mas isso não significa que não há uma exigência de cuidados especiais. O dono do aquário deve trocar a água, fazer a limpeza corretamente, regular a alimentação, verificar se todo o sistema está equilibrado, entre outras tarefas. Caso contrário os animais podem acabar desenvolvendo uma série de doenças , como o Íctio. 

O Íctio deixa o peixe com vários pontinhos brancos pelo corpo
Reprodução
O Íctio deixa o peixe com vários pontinhos brancos pelo corpo

Também conhecido como "doença dos pontos brancos" ou "doença do algodão" o Íctio é causado por um protozoário, o Ichthyophthirius Multifilis . Algumas vezes pode ser confundido com a Ictiose, um problema dermatológico que acomete os humanos, mas que não se relaciona em nada com a condição que atinge os peixes. 

Causas do Íctio

Diferentes ações podem trazer o protozoário para dentro do aquário, a principal delas é a inserção de um corpo já contaminado. Em outras palavras, quando o hobbysta compra um peixe, uma areia ou uma ornamentação que já está doente, ele acaba trazendo o problema para o resto do sistema. 

Outra possível causa é o cuidado inadequado. Se não houver a limpeza necessária, fungos, bactérias e protozoários se desenvolvem rapidamente. A grande oscilação na temperatura da água também pode ser uma explicação. Nesse contexto de sistema desequilibrado o peixe fica estressado, mais uma condição de desenvolvimento da doença dos pontos brancos

+ Conheça as 10 espécies de peixes mais caras do mundo

Sintomas

Os primeiros sintomas se manifestam na aparência do peixe, pequenos pontos vermelhos ou transparentes aparecem no corpo do animal - principalmente nas barbatanas - e logo se tornam brancos. Eles correspondem aos protozoários que estão grudados em suas escamas. 

O Ichthyophthirius Multifilis é o protozoário causador do Íctio
Reprodução
O Ichthyophthirius Multifilis é o protozoário causador do Íctio

Com desenvolvimento e reprodução rápida, esses parasitas começam a causar mudanças comportamentais com rapidez. Sentindo muita coceira, o bichinho começará a se esfregar nas pedras ou em qualquer superfície mais dura que esteja no aquário. Pouco tempo depois ele mostrará também dificuldade para nadar e respirar, ficando paralisado por muito tempo, o que pode dar a entender que ele está morto. 

Logo todo o sistema do aquário estará com as notórias bolinhas brancas, isso significa que tudo foi contaminado. 

Tratamento

Essa doença pode ser fatal a partir do momento em que o protozoário atingir a corrente sanguínea do animal. Dessa forma, se não for tratada imediatamente e da maneira correta pode resultar na morte de todos os peixes ornamentais. 

O tratamento é simples e não exige nenhuma medicação. Basta alterar as condições do aquário para temperatura ou fluxo de água que impeça a reprodução do parasita que só sobrevive em ambiente de baixa temperatura e com corrente branda. 

O tratamento do Íctio deve ser iniciado o mais rápido possível
Reprodução
O tratamento do Íctio deve ser iniciado o mais rápido possível

Sabendo disso, o dono de um recipiente de volume menor deve aumentar a temperatura da água para 32ºC ou o quanto as espécies presentes permitirem. Para isso será necessário o uso de um termostato e de um termômetro de aquário. Jamais mude tudo de uma vez, isso será um choque para os animais presentes, vá aos poucos e tenha tudo muito bem controlado. 

+ Vai viajar e não sabe como manter o peixe bem cuidado? Confira dicas

Já os que possuírem um recipiente de volume grande podem aumentar a corrente. Banho de sal marinho e redução da iluminação também são medidas que podem ajudar. O tratamento deve ser mantido por pelo menos 18 dias, tempo de duração do ciclo do protozoário. 

Caso o animal esteja com a doença dos pontos brancos em um estágio muito avançado o indicado é procurar ajuda veterinária especializada e de confiança. 

Como evitar?

A melhor forma de prevenir um aquário do Íctio é evitar ao máximo que ocorram as possíveis causas. Portanto, comprar novos peixes ou ornamentações apenas em locais confiáveis e registrados pode evitar que o parasita seja introduzido no sistema. Outro ponto importante é manter a limpeza e a alimentação do animal em dia, fazendo com que ele tenha uma vida regulada e impedindo o desenvolvimento de problemas que baixam a imunidade, como o estresse.


    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.