Tamanho do texto

Confira dicas para evitar esse problema de saúde no pet

Há muitas doenças que podem afetar tanto cães quanto humanos. Inclusive, algumas delas podem ser transmitidas entre uma espécie e outra e é necessário ter cuidado. Mas as demais enfermidades que não são passadas por contaminação também podem ser bastante perigosas, como a diabetes, uma disfunção que pode prejudicar o tutor e o animal.

+Hipertensão: a pressão alta em animais pode ter inúmeras causas

Tudo sobre diabetes em cachorros
Reprodução Pinterest
Tudo sobre diabetes em cachorros

Esse problema de saúde é basicamente uma doença metabólica que diminui a produção de insulina pelo pâncreas. Além disso, a diabetes interfere na atuação desse hormônio no organismo, que é responsável por transportar a glicose pelas células do corpo. Isso influencia diretamente nos níveis de açúcar no sangue.

O que causa a diabetes no animal?

Não existe apenas uma causa para a diabetes. Pode ser por questões genéticas, por obesidade, por infecções no pâncreas ou até resultado de outros processos inflamatórios. No caso da genética, essa tendência pode ser fomentada pela má alimentação. Medicamentos mal administrados também são passíveis de gerar esse problema de saúde.

Algumas raças e a idade estão entre os fatores que influenciam mais na diabetes no cachorro.  Pedigrees como Labrador, Golden Retriver, Huskie Siberianos, Dachshunds, Poodle, Rottweiler e Yorkshire Terriers têm maior predisposição a sofrer desse problema, mas isso não exclui os outros animais. Além disso, a maior incidência dessa doença costuma ser entre os 7 e 9 anos e as fêmeas costumam ser as mais afetadas.

+Pets também podem ter dor de cabeça e o tutor precisa identificá-la

Tudo sobre diabetes em cachorros
Reprodução
Tudo sobre diabetes em cachorros

Sintomas da diabetes

Alguns sinais podem indicar a diabetes ou qualquer outra doença, mas é necessário visitar o veterinário para ter o diagnóstico completo. 

  • Beber água e urinar em excesso
  • Perda de peso ou ganho excessivo
  • Catarata ou perda de visão

Normalmente, a diabetes é fruto de outras doenças ou afeta o animal enquanto ele tem outras enfermidades também. Pancreatite, hipotireoidismo, bem como infecções urinárias e Cushing (hiperadrenocorticismo) podem ocorrer ao mesmo tempo da falta de produção de insulina.

Esses sinais merecem atenção do tutor e podem indicar um problema de saúde grave. O veterinário só conseguirá saber exatamente o que o pet tem depois de alguns exames específicos, como de urina e de sangue. Assim, ele obtém um panorama geralda situação do bichinho.

Existe cura?

Na verdade não, mas é possível controlar a doença. Alguns cuidados são acessíveis e não passam de tratamentos diárias que já deviam ser feitos com regularidade. Dentre eles estão a alimentação e a atividade física.

+O desmaio em cães e gatos é perigoso e o tutor precisa saber como agir

Diabetes mellitus pode causar cegueira e catarata
Reprodução/ Redes Sociais
Diabetes mellitus pode causar cegueira e catarata

O pet precisa ter, durante a vida toda, uma dieta equilibrada, sem alimentos gordurosos, carboidratos ou comidas não adequadas para sua espécie. Além disso, brincadeiras, corridas e passeios são fundamentais, mas no caso dos diabéticos, devem ser mais contidos e o veterinário deve indicar a atividade certa para cada cão. 

Além desses métodos, a aplicação de insulina para compensar a falta dela no corpo é outro tratamento, que às vezes pode ser diário. A glicemia deve ser acompanhada com frequência também, por meio de exames completos, para garantir a saúde do pet e a piora da diabetes.

+Como evitar e tratar a pneumonia em cachorro

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.