Tamanho do texto

É muito importante ter certeza de que está tendo os cuidados certos para que seu pet não tenha bicheira!

A bicheira é uma doença que afeta tanto a pele dos cachorros como a de outros bichos, e por esse motivo é tão importante saber como tratar e prevenir a bicheira em seu pet.

O que ocorre é que a mosca-varejeira depoista os ovos que se tornarão a larva da bicheira no corpo do hospedeiro, normalmente se o seu cão estiver como um ferimento exposto na pele. As larvas da bicheira nascem e se desenvolvem no tecido subcutâneo dos animais, e se o dono não souber como tratar essa doença direito as consequências podem ser bem ruins.

+Seu filhote pode ter hipoglicemia e é importante saber o que fazer

Será que você sabe como tratar e prevenir a bicheira?
shutterstock
Será que você sabe como tratar e prevenir a bicheira?


A bicheira pode causar lesões bem graves na pele afetada, pois as larvas irão alimentar-se da carne ferida para se desenvolver, e essa ação provoca irritações e buracos na área afetada. O tratamento das lesões causadas por bicheira é bem simples quando diagnosticada rapidamente, no entanto a evolução da doença é bem rápida, e se demorarmos para inicar um tratamento ela pode causar grandes estragos no tecido, chegando a necessidade de amputar o membro atingido ou até mesmo levar o cachorro ao óbito.

+Você sabe como preparar sua casa para receber um novo cachorro?

Geralmente o ferimento causado pelas larvas tem uma aparência redonda, com cerca de 1,5 cm de diâmetro antes de começar a se expandir. Você irá perceber a movimentação das larvas da bicheira no ferimento, que também irá apresentar uma secreção líquida com um odor desagradável. Em uma lesão como esta podem haver mais de cem larvas de bicheira!

Como evitar a bicheira:

1 - Manter a pele do cachorro sempre limpa;

2 - Não deixar as fezes do cachorro se acumularem;

3 - Lavar varanda e quintal diariamente;

4 - Manter o lixo sempre muito bem fechado e fora do alcançe de seu cachorro;

5 - Borrifar óleo de citronela sobre a pelagem do cachorro;

6 - Utilizar coleiras e sprays anti-moscas, que evitam que elas consigam pousar na pele do animal;

7 - Se o cão estiver com machucados, arranhões ou feridas, é importante cuidar, fazendo curativos e aplicando repelente.

Agora que você já sabe como tratar da bicheira, tome muito cuidado com qualquer ferimento que seu cachorro apresentar, principalmente no verão, que é quando as moscas-varejeiras mais atacam, depositando as larvas na pele do animal.


    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.