Há diversas doenças de animais que os donos não têm como perceber, esse é o caso da miíase, uma infecção na pele causada pelas larvas das moscas. O inseto pode picar qualquer ser vertebrado (inclusive em humanos), mas os cachorros estão mais expostos a esse problema. 

+Sabe o que é FIV? Conheça tudo sobre a temida Aids felina

A miíase ou bicheira, como é popularmente conhecida, acontece mais em países tropicais e subtropicais, como os da America Central, América do Sul, África e alguns componentes das ilhas do Caribe. Animais de rua estão mais propensos a pegar essa infecção, pois ela vem pela falta de higiene do bichinho ou o lugar em que ele estiver vivendo.

undefined
shutterstock/Reprodução
A miíase é causada pelas larvas das moscas que picam os animais.


Tipos dessa infecção

Dependendo do jeito como os ovos da mosca infectar o animal, essa doença pode ser classificada em três tipos:

Primária: é quando a bicheira atinge a pele saudável e no momento em que ela se rompe, as larvas invadem apenas o primeiro tecido da pele, causando uma pequena ferida. O inseto que faz essa ferida é a  Dermatobia hominis , a famosa varejeira.

Secundária: neste tipo, as moscas  Cochliomyia hominivorax deixam os ovos em feridas que já estão abertas, fazendo com que as larvas se alimentem desse teciido necrosado.

Acidental: esse é o jeito mais comum em animais, ele acontece quando o cão ou o gato ingerem algum alimento que já está com larvas das seguintes variedades de insetos:  Stratyomidae (Hermetia illuscens), Syrphidae, Muscidae  e  no caso menos comum, mas mesmo assim provável Tephritidae, o popular bicho de goiaba.

+Medicamentos humanos podem ser dados para cães e gatos?

undefined
shutterstock/Reprodução
Esta é a larva que causa a miíase nos animais e pessoas.


Sintomas

Os sintomas que você deve ficar atento nos animais são:  fortes dores em alguma área do corpo, resistência em se mexer ou dificuldades ao andar. Se a pele estiver inchada em apenas um local é bom levar ao veterinário também. Por mais que a miíase em cães seja mais comum, fique alerta também em outros bichinhos que você cuida.

+Cientistas criam vacina para combater gripe canina

Tratamento

Nunca de remédios por conta própria ao seu pet, isso pode fazer com que outros problemas apareçam. Leve-o imediatamente para o veterinário, pois ele irá remover esses vermes um a um com uma pinça. Feito isso ele vai receitar uma solução médica para você passar no bichinho duas vezes ao dia.

undefined
shutterstock/Reprodução
Preste atenção no comportamento dos animais. Se eles apresentarem algum dos sintomas acima, leve ao veterinário.

Sempre manter limpo o local em que o animal fica é uma das maneiras de prevenir a miíase. O controle desta doença parece bobo, mas é muito importante, pois ela causa prejuízos aos animais.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Mostrar mais

      Comentários