Tamanho do texto

Um ambiente com prateleiras para escalar, arranhadores e esconderijos resulta em um gato mais ativo e saudável

Uma pesquisa do IBGE em parceria com a Associação Brasileira da Indústria de Produtos para Animais de Estimação (Abinpet) revelou que, no ano passado, havia 22,1 milhões de gatos de estimação no Brasil. Muitos desses felinos vivem em apartamentos ou espaços pequenos que precisam passar por um enriquecimento ambiental para garantir uma maior interação e boa saúde dos animais. 

Leia também: Você tem um gato obeso? Saiba como lidar com esse problema

Isso porque o enriquecimento ambiental  nada mais é do que tornar o ambiente interessante e estimulante, de forma que o gato se exercite mais e tenha distrações durante todo o tempo, até quando os donos não estão em casa. Ao permitir que o animal tenha uma rotina ativa, mesmo em espaços pequenos, problemas de saúde como a obesidade e a diabetes podem ser evitados. 

Mas, como fazer esse enriquecimento do ambiente especificamente para gatos? A melhor forma é pensar no comportamento do felino, observar o que ele mais gosta de fazer e disponibilizar isso de uma forma interessante para ele. Confira algumas dicas abaixo. 

Prateleiras

Prateleiras para o gato escalar fazem parte do enriquecimento ambiental
Shuttersock
Prateleiras para o gato escalar fazem parte do enriquecimento ambiental

Os gatos são animais que gostam de alturas, de locais onde eles conseguem observar todo o entorno. Eles se sentem mais seguros assim, já que na natureza eles também são presas e usam essa tática como uma forma de defesa. 

Por isso, disponibilizar locais altos que eles possam ficar confortáveis é uma forma de enriquecer o ambiente. Prateleiras escaláveis, vazias e acolchoadas são uma boa solução. Outra opção pode ser casas para gatos com vários andares que podem ser compradas em pet shops. 

Arranhadores

Os arranhadores enriquecem o ambiente a podem ajudar a preservar os móveis da casa
shutterstock
Os arranhadores enriquecem o ambiente a podem ajudar a preservar os móveis da casa

Quantos donos de gato você já ouviu reclamando que bichano arranhou todos os pés das cadeiras e rasgou o estofado do sofá? Esse é um comportamento natural dos gatos, motivado pela necessidade fisiológica de afiar e renovar suas garras. 

Para evitar a destruição da casa, disponibilize arranhadores, mais de um se possível. Uma forma de acostumar o animal a usar esses brinquedos é colocar catnip neles.  A erva apura os sentidos do bichano e prende a atenção dele. 

Tanto as prateleiras, quanto os arranhadores são itens que deixam a casa o mais próximo possível da forma como os instintos felinos funcionam na natureza, deixando o animal mais confortável. Sem contar que permitem ao animal praticar exercícios. 

Esconderijos

Caixas de papelão podem servir de esconderijos e brinquedos para os gatos
shutterstock
Caixas de papelão podem servir de esconderijos e brinquedos para os gatos

Os gatos também adoram ficar fora da visão de seus donos, como se estivessem brincando de esconde-esconde. Colocar caminhas em locais mais reservados ou até mesmo disponibilizar caixas de papelão possibilita que o animal faça isso de forma mais confortável. 

Brinquedos

Os gatos também amam brincar com os seus donos
shutterstock
Os gatos também amam brincar com os seus donos

Na natureza, os gatos também têm o costume de caçar e os brinquedos servem para reproduzir isso. Bolinhas de papel e hastes com algo pendurado na ponta costumam ser os prediletos dos felinos. 

Mesmo que o seu bichinho tenha disponível prateleiras, arranhadores e esconderijos, não deixe de interagir com ele. Isso melhora muito a relação entre dono e animal de estimação. 

Leia também:  Conheça as melhores opções de brinquedos para gatos

Caminha

A cama também faz parte do enriquecimento ambiental para gatos
shutterstock
A cama também faz parte do enriquecimento ambiental para gatos

Claro que um local confortável para o gato dormir também não pode faltar. A cama faz parte do enriquecimento ambiental para casas com gatos. Compre uma opção acolchoada e grande o suficiente para caber o animal esticado. Lembre-se de escolher o local ideal para colocá-la: longe de onde ele come, longe de onde ele faz suas necessidades, sem muitos barulhos, pouca incidência solar e arejado. 

    Leia tudo sobre: casa