Tamanho do texto

Os gatos são animais gostam de estar em locais conhecidos e não se dão muito bem com mudanças, por isso é preciso tomar uma série de cuidados na hora de viajar de carro com o bichano

Para alguns tutores levar seu pet no carro para qualquer lugar é um momento tenso e até pavoroso. E viagem com gato no automóvel, então? Tarefa difícil! Este sentimento se dá ou por medo do próprio tutor, ou pelos gatos que não são muito receptivos às mudanças. Para ambos os casos, separamos dicas de como aperfeiçoar este momento.

+ Gifs vão te provar que gatos carinhosos existem

Passear de carro com os gatinhos não precisa ser uma situação frustrante. Alguns cuidados básicos são necessários para deixar o bichano confortável e, assim, mais calmo e tranquilo ao longo do trajeto. 

Escolha a melhor caixa de transporte para o seu gatinho

Ele precisa ficar confortável com a caixinha de transporte
reprodução shutterstock
Ele precisa ficar confortável com a caixinha de transporte

São vários os tipos de caixa para transporte de gatos. Escolha a que se adeque ao porte do seu gatinho e que seja segura. Preste atenção nas travas e se ela é reforçada. O conforto interno também é muito importante, o animal precisa conseguir ficar em pé lá dentro. 

Pense em modelos que possuam furos e “janelinhas”, assim o seu gato conseguirá ver o que está acontecendo do lado de fora. Isso torna o processo de acostumar com a mudança de ambiente mais fácil. 

+ Conheça 5 curiosidades sobre as calopsitas

Deixe a caixa confortável

Não dá para levá-lo na caixa de transporte vazia, já que o material é duro e desconfortável. Pense em almofadinhas ou utensílios que ele goste e que o façam sentir mais seguro. Uma boa opção é deixar um tapetinho higiênico para caso ele faça xixi ou cocô.

Acostume-o a entrar na caixinha de transporte e sempre pense em escolher um tamanho que não restrinja os movimentos do bichano, principalmente se a viagem durar muito tempo.

Alimentação

Por não gostarem de mudanças, os gatinhos podem ficar enjoados e mau humorados
reprodução shutterstock
Por não gostarem de mudanças, os gatinhos podem ficar enjoados e mau humorados


Deixe-o alimentado, mas não o faça minutos antes de sair de casa, uma vez que, por não estar acostumado,  ele pode ficar enjoado com os movimentos do automóvel. Nos dias de calor, tome muito cuidado na hora de sair com o bichano! É preciso pensar que ele estará dentro de um espaço menor e que poderá ficar enjoado e desconfortável com mais facilidade.

Chegou ao local

Não abra a caixa de transporte dentro do carro, já que provavelmente o instinto do gato será fugir. Espere chegar dentro de uma residência, que deverá estar preparada para a chegada do animal, e solte-o!

Como os gatinhos não são muito adeptos às mudanças, é importante ficar atento ao seu comportamento nos dias seguintes da chegada ao local. Se ele apresentar atitudes que fogem muito do costume, leve-o ao veterinário.

+ Descubra como evitar que seu cão destrua os móveis e objetos da casa

Por fim, deixe-o perto de alguém de confiança e, se possível, vá ao lado dele durante a viagem. Sua presença é importante tanto para conseguir identificar se algo não vai bem, como para mostrar que está ali com ele e que não há nada a temer.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.