Tamanho do texto

Antes de segurar a chinchila, é preciso que ela se acostume com você e aceite ser pega

Nós adoramos segurar os animais de estimação no colo e demonstrar carinho. No caso dos cães, nem precisa chamar muito que ele vem correndo e pula em cima. Já os gatos demoram e vão no tempo deles, mas uma hora irão querer carinho. Mas como agir quando o pet é bem pequeno e fica em gaiola, como é o caso de hamster e chinchila?

Mais:  Chinchila: características e principais cuidados para criar em casa

No caso desses animais, é preciso retirá-los da "casinha" e segurar com as mãos para acariciar. Entretanto, pode acontecer do bichinho não gostar de seu pego e, se você forçar, pode não acabar bem. Pensando nisso, aprenda a se aproximar da  chinchila  para segurá-la. Dessa forma, o pet não terá medo de ser tocado e você conseguirá acariciá-lo.

1º Deixe a chinchila se acostumar com você

via GIPHY

Antes de tentar pegar o bichinho, deixe que ele se acostume com o novo lar. Não force um contato prematuro, pois pode traumatizar o animal. Coloque a chinchila na gaiola e a espere conhecer ambiente, se adaptar à rotina e conhecer o entorno. Depois de alguns dias, se apresente a ela e deixe que sinta seu cheiro (esteja de mãos limpas preferencialmente). 

Ofereça petiscos e coloque-os na palma da mão. Espere o roedor ir até o alimento. Com o tempo, a chinchila vai se acostumar com seu cheiro e perceber que é um amigo. Se notar que ela recebe bem a comida e está confortável com a sua presença, parta para o próximo passo.

2º Fazendo contato

via GIPHY

Esses roedores são bastante assustados, então, é preciso calma para acariciá-los. Se aproxime lentamente, sem fazer barulho, converse e veja se ele aceita o carinho. Faça isso de preferência à noite, pois são animais de hábitos noturnos. Caso a chinchila fuja de você, tente outro dia a aproximação. Insistir poderá deixá-la com mais medo. 

Leia também:  Veja quais são as doenças mais comuns em chinchilas

3º Segurando a chinchila

via GIPHY

Se tudo estiver indo bem no passo anterior, é possível que a chinchila já aceite se pega. Com cuidado, coloque as mãos em volta do peito da chinchila. A palma da mão deve estar em contato com a barriga e os dedos nas costas (como segurar um bebê em frente). Quando levantá-la, coloque uma das mão na parte de trás para sustentar as patas e região traseira. 

Se quiser, faça esse método usando uma toalha macia para evitar mordidas. No caso, enrole o tecido no animal, coloque no colo e acaricie levemente. É uma forma de mantê-la calma e desenvolver um vínculo. 

Com a chinchila na mão, levante-a em direção ao torso. Aninhe entre o peito e as mãos com firmeza. Algumas gostam de apoio nas patas frontais, permitindo que fiquem eretas. Observe a forma que o pet se sente melhor. Fique atento para ela não pular da sua mão. 

Mais:  Conheça as doenças mais comuns em hamster

Por fim, para colocá-la devolta na gaiola, estique o braço lentamente até a porta e coloque-a dentro. Verifique se esse movimento não irá machucar alguma parte do corpo. Continue dando apoio às patas e região traseira ao posicionar a chinchila no interior da gaiola. Todo esse processo vai ficando mais fácil e tranquilo conforme a prática aumenta. 

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.