Se você já teve um cão muito barulhento, ou teve o azar de morar do lado de alguém com um cachorro que late muito, sabe que isso pode ser um tanto irritante e incômodo. Muitas pessoas, pensando em fazer com que o cachorro pare de latir de uma forma mais fácil, acabam fazendo a remoção cirurgica das cordas vocais do cão , um procedimento que gera bastante polêmica em relação aos direitos dos animais. 

+A motocicleta pode ser um transporte de cachorro? Conheça as regras

undefined
Reprodução
Cortar as cordas vocais do cão se ele late muito é uma boa ideia?



Cirurgia para cortar as cordas vocais do cachorro

Seu nome é cordectomia, e apesar de ser feita mais frequentemente em cachorros, também pode ser feita em gatos. As cordas vocais do animal são cortadas a partir de uma incisão na boca ou na garganta, sendo que uma vez que o veterinário corta as cordas vocais do cão, seu latido irá se tornar áspero e agudo.


Por que proibir a cirurgia?

Cirurgias como essa podem dar errado, fazendo com que o animal precise passar por vários processos corretivos. Além disso os cães ficam traumatizados, tornando-se em muitos casos depressivos e atrapalhando a sua alimentação.

A verdade é que a cirurgia não traz nenhum benefício para o animal, e ainda possui altos riscos de infecção. Pode ocorrer do cachorro ser deixado com muito tecido de cicratriz, o que acarretará em problemas respiratórios, náusea e tosse crônica.

Além de tudo isso, o latido é a forma de comunicação do seu cachorro, e privá-lo disso pode ser muito grave tanto para a saúde física quanto para a saúde mental do seu animal de estimação. Portanto, o dono nem deveria pensar nessa como uma forma alternativa. 

+Cachorro agitado em festas: confira dicas para manter o pet tranquilo

Então, o que eu posso fazer se o meu cachorro late demais?

O melhor é adestrá-lo, e se isso não adiantar, o problema pode ser mais do que comportamental, e talvez o cachorro não esteja se adaptando bem ao ambiente no qual ele está vivendo. Em caso de dúvidas, o melhor é consultar um veterinário de sua confiança, para que ele indique o que pode ser feito em relação ao seu pet.


    Veja Também

    Mais Recentes

      Mostrar mais

      Comentários