Tamanho do texto

É importante se atentar a alimentação do filhote se deseja que ele cresça forte e saudável

O leite materno é o principal alimento para os recém-nascidos. É através dele que o bebê receberá o colostro, que contém imunoglobulinas, gordura, carboidratos, água e proteínas. Este leite é indispensável para o desenvolvimento de qualquer animalzinho, inclusive para filhote de gato. 

Leia mais:  Será que é uma boa ideia dar frutas para gatos comerem?

No entanto, apesar de ser muito importante, o pet não pode se alimentar desta foma para sempre. Num determinado momento, o leite materno deixará de suprir as necessidade do filhote de gato , que precisará se alimentar com ração. Mas qual é o momento certo para realizar esta mudança?

Um gatinho mama por cerca de nove semanas e por volta de quatro semanas começam a nascer os primeiros dentes. É nesta época que ele pode trocar sua alimentação e passar a ingerir comida sólida.

Comidas sólidas só devem ser dadas para filhote de gato após o desmame
reprodução shutterstock
Comidas sólidas só devem ser dadas para filhote de gato após o desmame


Se o seu filhote continua a conviver com a mãe, irá perceber que o processo de desmame ocorre aos poucos. Não tem a necessidade de os separar para realizar a mudança na alimentação. Além disso, não é recomendado retirar os bebês da progenitora antes de terminar o desmame, pois irão perder todos os nutrientes do leite materno, podendo resultar em saúde fraca.

Assim que o processo de desmame é iniciado, o filhote instintivamente começa a procurar outro tipo de alimento. Sua função é ajudá-lo nesta tarefa. Deixe o comedouro num local de fácil acesso e, se estiver com dificuldade por ser muito pequeno, ofereça ração diretamente na boca. 

Veja também:  Ração hipoalergênica ajuda a identificar o causador da alergia em gatos

Caso o gatinho não tenha a mãe por perto, a atenção será redobrada com a alimentação. Lembre-se que a transição na alimentação deverá ser feita gradativamente, afinal a progenitora não está por perto para garantir que o processo seja natural. Pouco a pouco introduza o novo alimento para o animalzinho se acostumar com ele. Mudanças bruscas podem causar problemas intestinais. 

Mas afinal, qual ração comprar?

O filhote não pode comer qualquer ração do pet shop. Ele precisa de comida de alta qualidade, adequada a sua idade. Assim que terminar a lactância até o primeiro ano de idade, é indicado que a ração seja composta por proteínas digeríveis, antioxidantes e ácidos gordos como ômega 3. Em lojas de animais é fácil de encontrar alimentos com estes pré-requisitos. 

Para ajudar ainda mais o filhote, é recomendável umedecer a ração com água morna. Isto irá torná-la mole e facilitará o processo de mastigação. Outra opção é comprar comida úmida ou patê. Em qualquer pet shop é possível encontrar este alimento, mas lembre-se de escolher os que são específicos para filhotes. 

É importante oferecer os alimentos certos para o felino ter uma boa saúde
reprodução shutterstock
É importante oferecer os alimentos certos para o felino ter uma boa saúde


Em relação a quantidade, irá depender de filhote para filhote. Na embalagem da ração existem orientações que podem ajudar o dono a ter uma noção de quanto oferecer nas refeições. No entanto, o mais recomendado é visitar um veterinário. Ele irá indicar corretamente a quantidade, dizer em quais horários realizar as refeições e dar dicas de quais são as melhores marcas de ração conforme as características do seu gato. 

Mais:  Gato pode comer ou não comida de cachorro?

É importante dar atenção à alimentação do seu filhote de gato se deseja que ele cresca forte e saudável. Refeições equilibradas evitam problemas futuros e permitem que o animal se desenvolva corretamente. 

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.