Tamanho do texto

A técnica pode ser feita em casa, é relaxante e melhora a relação entre o tutor e o cão

Um dos maiores desafios enfrentados por tutores é o fato do cachorro apresentar problemas de comportamento. Seja porque o pet é muito agitado ou por ele destruir vários objetos da casa, poucos sabem como agir nessas situações. Mas existem atividades, além do carinho e de passeios que podem ajudar, como é o caso da yoga própria para os cachorrinhos.

+Cachorro agitado em festas: confira dicas para manter o pet tranquilo

Yoga ajuda a relaxar tanto o tutor quanto o pet, além de estreitar a relação
Reprodução/ Shutterstock
Yoga ajuda a relaxar tanto o tutor quanto o pet, além de estreitar a relação

A Doga é um exercício que faz sucesso entre os pets agitados e os donos dispostos a passar mais tempo relaxando com o companheiro. Esse tipo de atividade ficou famosa inicialmente nos Estados Unidos e já conta com vários praticantes. A yoga não só acalma o animal, como também torna-o mais próximo de seu tutor, assim como mais centrado.

Quem já pratica assegura o fato de os cães ficarem mais calmos e comportados só de adentrarem o ambiente. Por outro lado, cachorros que não se relacionam bem com outros animais devem ser evitados nesse tipo de aula. Mas, como no Brasil ainda não existem academias próprias para isso, o exercício pode ser realizado em casa, sem estresse para o tutor ou para o pet.

Ao mesmo tempo que proporciona um momento relaxante para o cão e é uma chance de deixá-lo menos estressado, o dono também tem alguns minutos preciosos para relaxar. O importante é a intenção de estar perto do companheiro.

+Esses cachorros acham que são gatos e possuem atitudes hilárias

via GIPHY


Como praticar a yoga com seu cãozinho?

O tutor deve, primeiramente, lembrar que o pet não tem o mesmo raciocínio e entendimento que humanos. Ele deve estar tranquilo e relaxado para executar as técnicas de forma mais eficaz. Para isso, pode levá-lo para passear e queimar energia, para voltar menos agitado.

Certas posições são completamente possíveis de o cão fazer. Algumas não demandam muito treinamento, mas tudo depende do tamanho do pet. É claro que os de porte grande não conseguirão subir no tutor ou realizar certos movimentos.

Tudo deve ser feito aos poucos também, com paciência. No início uma ou duas posições já são suficientes para garantir o entendimento do animal e a eficácia do exercício. Além disso, o tempo deve ser curto. Depois de alguns minutos o cão começa a dispersar. 

+5 motivos importantes para passear com seu cão todo dia

Doga é a yoga específica para cães
Reprodução/ Shutterstock
Doga é a yoga específica para cães

No começo, as posturas não ficarão perfeitas, mas tudo é questão de treino. Com perseverança e carinho dará tudo certo!

A respiração é fundamental também nesse momento. Sentir o pulmão do cãozinho se movimentando e ele o seu será ótimo.  Em seguida, coloque as mãos sobre o lombo dele, a fim de acalmá-lo e mantê-lo quieto. Pode massageá-lo passando as mãos nas orelhas, na barriguinha e na cabeça do pet. 

Ele com certeza sairá da sessão de yoga mais leve e tranquilo. Afinal, nada como o contato entre tutor e bichinho para manter ambos ainda mais saudáveis e felizes!

+Um cachorro tremendo pode sinalizar um problema de saúde mais sério

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.