Tamanho do texto

As vezes os donos gastam dinheiro comprando algo para o animal de estimação e ele ignora por completo o presente

Quem nunca comprou um brinquedo para o seu pet e ele ignorou e nem pensou em valorizar o objeto? Ou quem tem um cãozinho que não brinca de jeito nenhum com os seus brinquedinhos e prefere pegar os objetos pessoais dos tutores e coisas da casa (principalmente as que ele não pode destruir)?

+ 5 motivos importantes para passear com seu cão todo dia

Muitos animais não valorizam os brinquedos que ganham
shutterstock
Muitos animais não valorizam os brinquedos que ganham

É muito importante para o seu pet ter várias opções de brinquedinhos e de várias texturas diferentes para que ele possa brincar, se distrair e morder. Assim, evitamos que o cão pegue coisas que ele não pode brincar e acabe destruindo. Neste artigo, vamos falar sobre como valorizar esses brinquedos para incentivar o seu amigo a brincar com as coisas dele e não com as suas.

Agregando amor

Você passou no pet shop e trouxe um ursinho de pelúcia para o seu cachorrinho. Chegou em casa e apresentou o ursinho para o seu bichinho e ele não deu a mínima. A primeira coisa a se fazer é não deixar o ursinho jogado lá na caixa de brinquedos. Lembre-se de que o seu animal gosta muito de objetos que tenham o seu cheiro, então, uma dica é abraçar muito o ursinho, deixá-lo na sua cama enquanto dorme ou, ainda, colocar na sua gaveta de roupas, para que ele pegue o seu cheiro, assim ficará mais fácil de o seu cão ter interesse pelo brinquedo.

Outra dica interessante é você brincar com o ursinho. Isso mesmo! Para valorizar um objeto ou um brinquedo, você pode começar a brincar com ele sozinho e ignorar o seu cãozinho por alguns momentos. Assim, ele vai começar a perceber que aquele objeto é importante para você e isso criará grande curiosidade nele. Assim, você pode derrubar o ursinho, por exemplo, fingindo que enquanto estava brincando ele caiu “sem querer”. Provavelmente, isso vai gerar certa curiosidade no seu cãozinho e ele deverá começar a interagir com a pelúcia.

Quando o animal passa a valorizar os brinquedos, muitos objetos da casa ficam a salvo
shutterstock
Quando o animal passa a valorizar os brinquedos, muitos objetos da casa ficam a salvo

Você pode também reforçar positivamente o seu animal (recompensá-lo com algo que ele queira naquele momento para que o comportamento se repita; a recompensa pode ser carinho, elogio, ou um petisco, por exemplo) cada vez que ele chegar próximo do brinquedinho. Então, se ele pegar a bolinha, você pode elogiar ou reforçar com um petisco.

Aja da mesma forma conforme ele chegar próximo da bolinha. Você pode ir reforçando até que ele perceba que chegar próximo ou pegar o ursinho está chamando a sua atenção e isso está trazendo benefícios. Então, ele provavelmente vai repetir esse comportamento por várias vezes, para continuar sendo reforçado. Com o tempo, ele vai passar a brincar, pois aquele objeto já é importante e faz parte das coisas dele.

+ Quer saber quantos anos seu cão tem? Aprenda a calcular a idade canina

Outra forma de valorizar um objeto é dando vida para ele. Você pode amarrar uma cordinha no brinquedo, colocá-lo no chão e ir arrastando ele bem devagar através da cordinha. Dessa forma, o brinquedo começa a se mover e fica muito mais divertido para o cãozinho. Aos poucos, vá movendo mais rápido até que ele passe a se interessar muito.

via GIPHY


Restrição faz parte

Não deixe todos os brinquedos sempre à disposição do seu peludo. Essa também é uma forma de valorizá-los. Se o seu cão tem 10 brinquedos, deixe cinco disponíveis e os outros cinco vá substituindo diariamente pelos iniciais. Assim, todos os dias ele terá brinquedos diferentes, que sempre serão novidades.

Lembrando que é importante procurar saber se o brinquedo é destinado ao seu pet. Escolher brinquedos frágeis para cães fortes, por exemplo, pode fazer com que o brinquedo dure pouco tempo ou, ainda, ele pode engolir partes do objeto quebrado.

+ Cachorro hiperativo? Saiba como amenizar o comportamento desses animais

Ao escolher um brinquedo para o seu animalzinho, leve em consideração o tamanho, as preferências por tipo, textura, se ele gosta de brinquedos com barulho ou não. Assim, você não corre o risco de comprar um passatempo barulhento para um animal que tem medo ou não gosta de barulho e cair no desgosto de ele não valorizar o presente. 

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.