Tamanho do texto

Além de ser bastante incômodo para os donos, esse transtorno é muito perigoso para a saúde do animal

Já faz um tempo que você tem flagrado seu cão comendo parede, ou simplesmente roendo os cantos. A princípio, esse comportamento que não te preocupa tanto, já que pode ser apenas um sinal de teimosia. Mas, conforme o tempo passa, vai se tornando algo muito incômodo para todos.

Leia também: O cão não para de cavar buracos no jardim? Saiba como acabar com o problema

Além das paredes já estarem todas destruídas, o mobiliário da casa começou a sofrer, pois o animal deixou de morder um único local. Nessa fase não dá para esconder a preocupação e começa a se pensar nas repercussões física que pode ter para o pet. Cão comendo parede  se torna uma situação alarmante e que precisa de atenção.

Existem diversos motivos que levam um animal comer a parede, mas na maioria das vezes esta relacionado ao emocional e/ou alimentação
reprodução shutterstock
Existem diversos motivos que levam um animal comer a parede, mas na maioria das vezes esta relacionado ao emocional e/ou alimentação

Existem diversos motivos que levam um animal a ter esse comportamento , mas na maioria das vezes esta relacionado ao emocional e/ou alimentação. Descubra porque seu canino está devorando as paredes da casa e o que fazer para resolver a situação. 

Nascimento dos dentes

O ato de roer as paredes é um comportamento bastante comum, principalmente entre os filhotes. Nessa fase, os dentes estão nascendo e se desenvolvendo, o que é bastante incômodo. Dessa forma, acabam mordiscando tudo que veem pela frente, incluindo as paredes.

Esse comportamento costuma ser temporário, mas para solucioná-lo rapidamente basta comprar mordedores e novos brinquedos. Logo você verá ele largando a parede para morder os objetos certos.  

Tédio, ansiedade e nervosismo

Animais que não recebem a devida atenção, desafios mentais, novos estímulos e atividade física acabam se entediando, sofrendo de ansiedade, nervosismo e até depressão. Esse é um problema que muitos cães têm e podem reagir das mais variadas formas, inclusive mordendo as paredes. 

Se você deixa seu pet muito tempo sozinho e não tem tempo para brincar ou levá-lo para passear, essa provavelmente é a razão para o comportamento. Além disso, se alguma vez o flagrou mordendo a parede enquanto você prestava atenção em seu ato, pode ser uma forma de atrair sua atenção, mesmo que seja brigando.

Leia também: Seu cachorro come chinelo? Entenda por que e saiba como acabar com o problema

A solução para esse problema é levá-lo mais vezes para passear, comprar brinquedos novos e interativos e dar mais carinho e amor. Fique atento para que seus dias não sejam mais monótonos e chatos. 

Resquícios de má nutrição no passado

Caso seu cão seja adotado ou você o adquiriu quando já era jovem, pode ser que ele tenha passado fome ou viveu momentos de má nutrição. Essa falta de cuidados pode ter levado a ingerir elementos não comestíveis para saciar a fome, como paredes e a mobília.

Depois de um tempo, é normal que o mobiliário da casa também acabe sofrendo, pois o animal deixou de morder só as paredes
reprodução shutterstock
Depois de um tempo, é normal que o mobiliário da casa também acabe sofrendo, pois o animal deixou de morder só as paredes

O comportamento acaba sendo convertido em hábito e, mesmo depois de se alimentar corretamente, é difícil largá-lo porque produz prazer ou recorda a sensação de saciedade. Nesses casos, é interessante pesquisar sobre o passado do animal e seus tempos de filhote para descobrir se houve algum episódio desse tipo. 

Deficiência de minerais

Se esse comportamento se prolongar por um longo período, a teoria de que se trata do nascimento dos dentes ou algo emocional cai por terra. Nesse caso, provavelmente o animal tem apetite por substâncias não comestíveis. Essa atitude, no geral, está associada a alguma deficiência alimentar em minerais ou outro elemento, e uma forma de compensar é comendo a parede. 

Esse transtorno não afeta só os cachorros, mas é comumente visto em pessoas e outros animais. Crianças que comem terra, vacas que gostam de lamber ferro e grávidas que ingerem farinha são exemplos de seres com o mesmo comportamento. 

Outros estudos acreditam que se trata de um transtorno no sentido do paladar, e não uma deficiência alimentar. Essa teoria poderia explicar porque o comportamento aparece em cães mais velhos, que até então nunca tinha feito algo parecido.

Leia também: Cachorro bagunceiro: Saiba como lidar com esse temperamento

Caso esse seja o motivo, leve o pet ao veterinário para iniciar o tratamento. Esse comportamento é bastante preocupante, pois além de incômodo e caro para os donos, é muito perigoso para a saúde do animal. 

Gastrite crônica

Se o animal não para com esse transtorno e você já descartou os outros motivos que podem levar a isso, provavelmente a origem é algum problema de saúde. Pode ser que o cão sofra de uma gastrite crônica e engolir pedaços da parede causa alívio. 

Leve-o ao veterinário para realização de exames. Ele provavelmente pedirá uma revisão gástrica para descobrir se o cão tem mesmo a doença. Em caso positivo, será iniciado o tratamento para curar o problema e parar o comportamento. 

Solucionando o problema

Antes de tomar uma atitude para solucionar o caso, é imprescindível fazer uma visita ao veterinário. Ele ajudará a encontrar os possíveis motivos para o transtorno e saber como tratar. Fora isso, existem algumas dicas que costumam funcionar e também ajudam a modificar o comportamento. 

Se continuar flagrando seu cão comendo parede e nenhuma das dicas está funcionando, vale a pena consultar um profissional em comportamento animal
reprodução shutterstock
Se continuar flagrando seu cão comendo parede e nenhuma das dicas está funcionando, vale a pena consultar um profissional em comportamento animal

Primeiramente, dê mais atenção ao bichinho e passe um tempo maior ao seu lado. Leve-o para passear pelo menos três vezes ao dia e, se já o faz, prolongue as caminhadas e explore locais novos. Não deixe de comprar novos brinquedos também, de preferência aqueles interativos e com desafios. Seu amigo precisa de estímulos mentais e formas de distração. 

Caso seja preciso, altere sua dieta para deixá-la reforçada e suprir as necessidades alimentícias. Uma dica que costuma ajudar, mas não soluciona de fato o problema, é aplicar odores cítricos na parede. Esse cheiro não costuma agradar os cães, então acabará o afastando do local. 

Leia também: Por que os cães se tornam pequenos destruidores? 

Se continuar flagrando seu cão comendo parede e nenhuma das dicas está funcionando, vale a pena consultar um profissional em comportamento animal. É uma forma de descobrir os reais motivos que causam o transtorno e como resolver de modo efetivo.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.