Prancer, cãozinho neurótico e que odeia homens e crianças encontra um lar carinhoso
Reprodução/Facebook
Prancer, cãozinho neurótico e que odeia homens e crianças encontra um lar carinhoso

Um boneco Chucky no corpo de um cachorro, uma criança vitoriana assombrada e um animal que odeia homens e crianças talvez não sejam as características mais atraentes quando se pensa em adotar um cãozinho. Mas foi justamente essa sinceridade que ajudou o chihuahua Prancer, uma "pequena máquina de ódio' a encontrar um novo lar.

Quem fez a postagem super sincera para o cãozinho foi Tyfanee Fortuna, voluntária em um abrigo de animais em Nova Jersey, que estava com o cãozinho sob seus cuidados enquanto procuravam um lar. O anúncio, feito pelo Facebook, viralizou no Twitter e acabou chegando até Ariel Davis.

Ariel explicou que já teve um cachorrinho chamado Doodle, com as mesmas qualidades de Prancer, mas que precisou doa-lo quando foi passar dois anos em uma clínica de reabilitação, local onde hoje trabalha: “Eu sou solteira, lésbica, moro com outra mulher, não tenho nenhum homem em minha vida. Eu trabalho em uma clínica de reabilitação para mulheres, não tenho nenhum outro animal. Parecia uma combinação perfeita”.

Após ver o anúncio, Ariel entrou em contato com o abrigo “Second Chance Pet Adoption League” para saber mais sobre o cãozinho e, poucos dias depois, foi até Nova Jersey para um encontro com Tyfanee e Stephanie Pearl – representante da ONG – para conhecer Prancer. O encontro entre eles foi descrito como fofo, especialmente porque a candidata a tutora levou a comida favorita do chihuahua raivoso, o que causou uma boa impressão.

Você viu?

“Eu cheguei lá e acabamos de nos conectar”, disse Ariel. “Prancer me aceitou muito bem. O levei para dar uma volta e ele não me beliscou ou mordeu meus calcanhares. Nós nos demos bem. Com a minha história e o fato de que eu não pareci incrivelmente louca, apenas que me encaixei e tudo pareceu correr bem. Ele foi para casa comigo naquele dia. E agiu como um perfeito cavalheiro no carro".

Time flies when you’re having fun. Time also flies when the Chihuahua who held your family hostage for 6 months finally...

Publicado por Tyfanee Fortuna em  Segunda-feira, 26 de abril de 2021

Claro que o pequeno cãozinho não era apenas um monstrinho fofo e raivoso, e tem muitas qualidades. O chihuahua pertenceu a uma idosa que o tratava como um filho, o que o deixou “menos cachorro”, mas que, apesar de suas neuroses, é um ótimo bichinho. Tyfanee, que cuidou dele até que fosse adotado, contou que sente falta de Prancer, mas confessa que não ter um boneco Chucky em casa a ajudou a dormir melhor.

A nova mãe de Prancer disse ainda que o pequeno cãozinho mudou sua vida e que ele está se ajustando aos poucos, conforme os dias passam, mas que está indo muito bem na nova casa.


    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários