Tomar a decisão de ter um bichinho de estimação em casa é algo difícil e que precisa ser muito bem pensado para não haver arrependimento posterior

Um bichinho de estimação se torna um amigo para a vida inteira
Reprodução Pinterest
Um bichinho de estimação se torna um amigo para a vida inteira

Levar ao veterinário, ter que pensar duas vezes antes de viajar porque não pode deixar o bichinho de estimação sozinho , comprar ração, dar banho e levar para passear são algumas coisas que as pessoas pensam antes de decidir ter um animal em casa. Muitas vezes elas desistem da ideia por causa do trabalho e da despesa que terão, mas acabam se esquecendo que as vantagens podem ser muitos maiores. 

A presença de um bichinho de estimação em casa é garantia de companhia, diversão e ambiente leve. Eles brincam com as crianças, criam um laço de amizade  com elas e acabam a incentivando a ter cuidado e respeito desde cedo. São também ótimas companhias para pessoas idosas que passam boa parte do tempo sozinhas. Em alguns casos de doenças ou necessidades especiais, os animais podem representar ânimo, força, é o caso das terapias com crianças, por exemplo. 

Para aquelas pessoas que apreciam muito uma troca de afeto, ter um bichinho de estimação é essencial, afinal ele estará sempre ali, a qualquer momento. Essa oferta de bem-estar psicológico, diminui os níveis de mau humor e traz um aumento para a autoestima e confiança. Brincar com um gato ou passear com um cachorro, por exemplo, distrai tanto o animal como a pessoa, fazendo com que ela não tenha pensamentos pessimistas durante esse período.

via GIPHY

Algumas pesquisas apontam também uma melhora no sistema cardiovascular das pessoas. Isso acontece porque os constantes passeios, caminhadas e até corridas na companhia dos animais, principalmente os cães, compreendem um excelente exercício para o coração, reduzindo assim a vida sedentária. A boa saúde dos vasos sanguíneos, prevenindo transtornos como a hipertensão e o colesterol mais elevado.

Outro benefício do convívio com animais, tanto os cães quanto os gatos, é o bem que eles fazem para o sistema imunológico, especialmente das crianças, já que uma interação de pouco menos de meia hora com os pets libera no organismo hormônios responsáveis por causar a sensação de prazer, afeto e alegria, atuando assim como eficientes mecanismos para uma melhor qualidade de vida.

Cachorros e gatos

Esses são os animais mais presentes nas casas, mas, ao mesmo tempo, os mais vistos como bagunceiros ou que dão trabalho. São também os que estão em primeiro lugar na lista do companheirismo, afeto e fidelidade. O fato é que dentre todas as vantagens acima, os donos de cães ou gatos foram os que mostraram melhores resultados. 

via GIPHY

Os cães são ótimas companhias porque também atuam como protetor do lar , alertando sobre a chegada de estranhos. Além disso, por serem facilmente adestrados, são os parceiros ideais para inúmeras brincadeiras. Os gatos, por sua vez, na maioria dos casos são mais comedidos, mas também apreciam muito brincar e retribuem muito carinho.

Existem outras opções também como os mini porcos, que estão conquistando cada vez mais espaço nos lares brasileiros e os animais exóticos (aranhas, cobras, macacos). Basta saber qual que combina mais com você e se adequa as suas necessidades. Enquanto você estiver feliz cuidando de seu bichinho de estimação, ele também estará e não será motivo de muito trabalho ou preocupação. 


    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.