O cachorro que fica em casa o tempo inteiro e não tem a oportunidade de gastar energia pode acabar se tornando um destruidor

Olá, amigos do Canal do Pet! Hoje eu vim falar de uma atividade muito importante: passear com cachorro.

Leia mais:   Por que os cães se tornam pequenos destruidores?

Parques podem ser lugares ideais para passear com cachorro
shutterstock
Parques podem ser lugares ideais para passear com cachorro

Quando se fala em ter a companhia de um cão, a maioria das pessoas sabe da importância de passear com cachorro para o bem-estar dele. Mas, ainda há muita gente que acha que o animal não precisa sair, já que tem uma bela área na casa para se exercitar, correr e farejar.

Há também aqueles, que moram em apartamento com animais de pequeno porte e, por esses motivos, acreditam que eles não precisariam dar nem uma espiada na rua, pois as brincadeiras em casa são suficientes. Sem contar os que não gostam que as patas e pelos voltem sempre sujos da rua. Muitos, por outro lado, mesmo levando os cães para passear, dão apenas uma pequena "voltinha" no quarteirão.

A importância

O passeio para o cachorro tem grande importância para a sua saúde física e mental. O cão é um animal social, que "enxerga" o mundo através do olfato. Assim, sair à rua significa ter acesso a um mundo de cheiros que irá estimulá-lo mentalmente, evitando, assim, o tédio de uma vida confinada entre quatro paredes.

Tente se imaginar em casa, sem qualquer oportunidade de ir ao shopping, restaurantes, cinema, parques. Pois é, os cães também preferem uma vida mais interessante e com acesso ao mundo lá fora. Além disso, faz parte da natureza deles andar, cheirar, explorar o mundo, e ver outros cachorros e pessoas.

Leia também:  Importância da sociabilização para ter um animal equilibrado

Além disso, o cão que passeia regularmente, frequentando parques, praças e ruas, tem oportunidade de encontrar outros da mesma espécie, o que aumenta a probabilidade de ser um animal sociável.

Encontra também pessoas de todas as idades, crianças, familiariza-se com barulhos. Assim, o cachorro acostumado a passear desde filhote possivelmente será um cão menos medroso diante dos estímulos externos, especialmente das grandes cidades.

Gasto de energia

Os passeios rotineiros também auxiliam o cão a gastar energia, tornando-o menos sedentário. Ao passear, o cão está praticando atividade física, o que traz benefícios fisiológicos, além de evitar a obesidade e suas consequências ruins.

via GIPHY

É possível afirmar que um cachorro que vive em um quintal enorme, mas que não é incentivado a se mexer, não se exercita tanto quanto um que more em apartamento, mas que é levado para um bom passeio todos os dias.

Passeio como atividade física: cuidados

É recomendável que cachorros só façam passeios vigorosos quando já tenham condicionamento físico suficiente para aguentar caminhadas mais longas e rápidas. Assim como ocorre com os humanos, cães que eram sedentários precisarão de algum tempo para adquirir resistência e aguentar passeios mais longos.

Assim, de início, os passeios devem ser mais curtos e menos intensos, com aumento gradual do esforço. Na dúvida, é sempre bom ter a opinião de um médico veterinário.

Leia mais:  Animais sedentários: como mudar essa rotina?

Além disso, respeitar os limites físicos do cão também é necessário, já que um cãozinho pequeno pode não aguentar uma caminhada de quilômetros, como seria de se esperar de um cão bem maior e mais ativo.

Dicas de segurança

Para garantir a segurança durante as caminhadas ou idas a parques e praças, é muito importante que o cão sempre seja conduzido na coleira e na guia, que devem ser de boa qualidade.

Especialmente nos grandes centros urbanos, nunca é totalmente seguro deixar o cachorro caminhar sem guia, mesmo em ruas ou bairros tranquilos, pois graves acidentes podem sempre ocorrer.

E não é demais lembrar que todo cão deve sempre ter em sua coleira uma placa de identificação, com seu nome, nome do tutor e telefone para contato. Essa medida simples pode evitar a tristeza de ele desaparecer durante o ato de passear com cachorro. 

Um abraço,

Alexandre Rossi. 

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.