Guia de Bichos
Oriental Shorthair

Oriental Shorthair

  • Nome no Brasil: Gato Oriental
  • Nome original: Oriental Cat
  • País de origem: Inglaterra
  • Preço médio: entre R$ 700 e R$ 1,5 mil

Tudo sobre Oriental Shorthair

Descrição

  • Porte: médio
  • Escala de saúde (1 a 5): 3
  • Escala de energia (1 a 5): 4
  • Tipo de pelo: são duas variações, o de pelo curto e o de pelo longo
  • Temperamento: animados, inteligentes, elegantes e sociáveis
  • Expectativa de vida: entre 10 e 15 anos
  • Peso: 2,5 a 4,5 kg
Gato de médio porte, alto e com estrutura alongada. A pelagem é curta, brilhante e bem rente ao corpo. Esta raça pode ser encontrada em duzentas e oitenta e uma combinações de cores. Possui cauda, patas e dedos longos. A cabeça vista de frente tem formato triangular e as orelhas são grandes. Os olhos geralmente são verdes. 

Assim como muitas raças de origem “oriental”, o Oriental Cat , ou Gato Oriental, se originou através do cruzamento do Siamês com outras raças. A raça Siamesa é uma das variedades de gatos nativas da região de Sião, onde hoje está localizada a Tailândia, e é descrita nos poemas do Cat Book, um manuscrito escrito entre 1350 e 1767 d. C. Os gatos retratados no livro tinham corpos e pernas finas e orelhas grandes, sendo muito parecidos com o Siamês e as raças relacionadas hoje em dia.

O Gato Oriental é um híbrido desenvolvido nas décadas de 1950 e 1960, quando os criadores buscavam um gato que tivesse o comportamento do Siamês com uma variedade maior de cores. Criadores britânicos cruzaram gatos siameses com Shorthairs domésticos e Azuis Russos, enquanto os americanos cruzavam siameses com raças domésticas e Abissínios. 
Alguns criadores de raças orientais se ressentiram, pois eram resistentes à ideia de criar mais um híbrido de Siamês. Isso não impediu o Gato Oriental de ganhar terreno, já que em 1972 o CFA aceitou o Oriental Shorthair para registro e concedeu o status completo de campeonato em 1977.

A variação de pelo longo, embora seja mais rara, vem crescendo também em popularidade e foi desenvolvida no final da década de 1970. A raça alcançou reconhecimento oficial em 1985 quando a TICA os aceitou para status de campeonato, e pela CFA em fevereiro de 1988. Em 1996 a CFA uniu as raças Oriental Shorthair e Oriental Longhair em apenas uma raça: Oriental.


Características

Um gato animado, que mia bastante, inteligente e muito apegado ao seu dono. É um animal sociável, que adora brincar. Pode se divertir durante horas com uma caixa de papelão vazia. Convive bem com crianças, outros gatos e cães. Recomendado para quem quer um animal de estimação interativo e divertido. É um companheiro dedicado.

Assim como todos os gatos do grupo dos siameses, o Oriental é longo, delgado e estilizado, e o que o diferencia das outras raças é sua ampla gama de cores. Possuem quadris estreitos, são altos e construídos para serem grandes saltadores, corredores e atletas. 
  • Cabeça e pescoço longos, com o queixo se alinhando ao nariz quando visto de perfil; de frente, a cabeça é triangular
  • Focinho fino
  • Orelhas muito grandes e largas
  • Olhos amendoados e posicionados em um ângulo que segue a cabeça; no geral, são verdes
  • Pernas finas e longas, sendo as traseiras superiores às dianteiras
  • Patas ovais
  • Cauda longa e fina
  • São aceitas 281 cores, desde as sólidas até os diferentes padrões

Cuidados básico

O Oriental Cat gosta de brincar e se manter ocupado e ativo; por isso, lhe ofereça brinquedos para que ele persiga e se entretenha, como ratinhos para caçar, quebra-cabeças e uma caixa de papelão vazia. Brinquedos provocativos, bem como uma árvore de gato para ele escalar, farão bem para seu corpo e mente.

Escove os pelos do seu Gato Oriental com um pente de aço inoxidável ou uma escova de cerdas macias para remover os cabelos mortos, e depois passe um pano macio. Os banhos podem ser ocasionais. 

Os dentes do Gato Oriental devem ser escovados pelo menos duas vezes na semana, enquanto as unhas precisam ser cortadas a cada 15 dias. Limpe o canto dos olhos e verifique as orelhas semanalmente para conferir se estão sujas – se sim, não limpe com cotonete, e sim com pano macio e úmido.

Alimentação

Gatos devem ter acesso constante a um comedouro e a um bebedouro bem
abastecidos. Preferem água corrente e costumam ingerir mais líquido quando tem essa possibilidade, hábito que previne muitas doenças renais. Uma sugestão é deixar uma fonte em algum canto da casa ou acostumar o animal a beber água da torneira quando for aberta.
A quantidade de ração varia de acordo com o peso do animal, sua atividade física e pode ser encontrada nas embalagens. A qualidade da ração é fundamental para a saúde do gato. As do tipo Premium e Super Premium são as nutricionalmente balanceadas.

Até os doze meses, o Oriental Shorthair é considerado filhote. Nesta fase, a quantidade de ração varia de 30 a 40 gramas por dia. O alimento indicado são rações específicas para filhotes.
A partir de um ano o gato é considerado adulto. Deve-se mudar a ração e a quantidade varia de 30 a 40 gramas/dia.

Espaço para criação

Essa raça se adapta bem em locais pequenos e fechados, como apartamentos.

Saúde

Os problemas de saúde do Oriental Cat são os mesmos que podem atingir os gatos do grupo dos siameses. São eles: 
  • Amiloidose, provocada pelo acúmulo de proteína nos órgãos do corpo, em especial o fígado
  • Asma e doenças brônquicas
  • Estenose aórtica
  • Estrabismo
  • Condições gastrointestinais, como megaesôfago
  • Síndrome de hiperestesia
  • Linfoma
  • Atrofia progressiva da retina

Curiosidades

Por que ter um Gato Oriental em casa?

Se você vive sozinho e sente falta de companhia, o Oriental Cat é a raça perfeita para você. Assim como o Siamês e as outras raças do grupo, ele adora conversar e quer saber como foi seu dia, assim como deseja lhe dizer o que pensa sobre tudo. Se ele se aborrecer também vai deixar claro, do seu próprio jeito, que te fará, no mínimo, dar boas risadas. 

São apaixonados pelos seus humanos e estarão com eles aonde forem. O Gato Oriental é do tipo que deita no sofá ao seu lado e adora brincar, excelente atleta – mas ele quer que você participe da brincadeira, só assim vai se divertir de verdade. É um gato amoroso e fiel, que prospera na companhia humana e fica bem com outros animais de estimação e crianças.

Por que não ter um Gato Oriental em casa?

Só compre um Oriental Cat se você é capaz de lhe dar atenção e fazer companhia. Essa raça detesta ficar sozinha por longos períodos de tempo e pode sofrer de ansiedade e tédio se sentir que foi abandonado – e você não vai gostar, pois ele vai revirar caixas, brincar com seus DVDs e entrar em armários.

Conheça outras raças de gatos