Guia de Bichos
Gato-de-bengala - undefined

Gato-de-bengala

  • Nome no Brasil: Gato-de-bengala
  • Nome original: Bengal
  • País de origem: Estados Unidos
  • Preço médio: cerca de R$ 3.500
  • Tipo de pelo: Curto

Tudo sobre Gato-de-bengala

Porte: médio
Área de criação: pequena
Energia: alta
Temperamento: amigável

Descrição

  • Porte: médio a grande
  • Área de criação: precisa de espaço para praticar atividades
  • Escala de energia (1 a 5): 5
  • Escala de saúde (1 a 5): 3
  • Tipo de pelo: curto e fino, com textura espessa e sedosa ao toque
  • Temperamento: confiante, curioso, alerta e amigável
  • Expectativa de vida: 10 a 16 anos
  • Peso: 5,4 a 9 kg
O Bengal é uma raça rara e fruto da mistura de duas outras raças. Possui um porte de médio a grande e estrutura musculosa. Sua pelagem é curta e diferenciada devido às manchas que lembram o pelo de um leopardo ou de felinos selvagens, geralmente nas cores marrom, gelo e mármore. 

A Federação Internacional Felina reconheceu o Gato-de-Bengala , ou simplesmente Bengal, há pouco tempo, em 1985, sendo o primeiro exemplar da raça datado de 1963. Uma cruza inesperada entre um gato doméstico e um gato leopardo-asiático, que habita regiões próximas ao Golfo da Bengala (Oceano Índico, próximo à Índia), produziu uma ninhada de gatinhos da qual somente a pequena Kin-Kin sobreviveu. 

Jean Mill, da Califórnia, comprou um gato leopardo-asiático quando ainda era legal vendê-los nos EUA. Essa raça tem como características os olhos grandes, as pernas longas e as marcas que o tornam semelhante a um leopardo em miniatura. Quando Kin-Kin nasceu, Mill entrou em contato com a Faculdade de Medicina Veterinária da Universidade de Cornell para saber como lidar com o híbrido. 
Mais tarde, contrariando as previsões, Kin-Kin cruzou com o próprio pai e produziu dois gatos, um todo preto e com o temperamento selvagem do gato leopardo-asiático e outro manchado e dócil. Mill descobriu que muitos filhotes de gato leopardo-asiático terminavam em zoológicos quando cresciam, e decidiu dar um destino mais amigável para a raça, criando um gato com comportamento mais aceitável.

Nos primeiros cruzamentos, os machos eram inférteis e as fêmeas férteis, ambos com temperamento selvagem. Foram necessárias várias gerações para que o temperamento se tornasse mais previsível e todos os exemplares se mostrassem férteis.

Características

O Bengal é uma raça amável e divertida. Para muitos tem o espírito de um cão por adorar correr atrás de objetos lançados e trazer ao dono. Relaciona-se bem com crianças, outros animais e se apega à família. Em alguns momentos, com quem não conhece, pode demonstrar medo ou indiferença, mas não é agressivo. São confiantes, curiosos e alertas.
  • Ágil e gracioso, com corpo musculoso e forte;
  • Cabeça larga e em forma de cunha, maior do que ampla e com contornos arredondados;
  • Orelhas de tamanho médio, relativamente curtas, colocadas ao lado da cabeça;
  • Olhos grandes e ovais, geralmente azuis;
  • Pescoço longo e musculoso;
  • Pernas de comprimento médio, sendo as traseiras maiores do que as dianteiras;
  • Patas grandes e redondas;
  • Cauda grossa e de comprimento médio;
  • Cores e padrões variados, desde manchado marrom até manchado prata e preto, ou marmoreado, com listras horizontais, etc. A barriga é sempre manchada.

Cuidados básico

O casaco do Bengal é grosso e curto, exigindo poucos cuidados específicos. Escovação semanal para remover o pelo morto e devolver o brilho, bem como banhos raros, são suficientes. Os dentes devem ser escovados toda semana, de preferência até duas vezes na semana.

As unhas devem ser cortadas a cada duas semanas, e os cantos dos olhos devem ser limpos com pano macio ou gaze. Limpe as orelhas semanalmente, com uma bola de algodão ou pano macio e úmido. Cotonete pode machucar a orelha do gato. 

O Gato-de-Bengala gosta de jogos de busca e de aprender novos truques. Para ele, subir em árvores é sinônimo de desafio, assim como jogos de quebra-cabeça, mas para manter os pássaros locais a salvo desse mini caçador é bom deixá-lo em um local onde ele possa pular e escalar com segurança. 

Saúde

O Gato-de-Bengala, em comparação a outros gatos, tem maior propensão a sofrer de problemas de saúde. A displasia de quadril pode causar claudicação dolorosa e artrite, enquanto a atrofia progressiva da retina provoca degeneração e problemas de visão posteriormente. A luxação da patela pode ocorrer por má formação hereditária ou por algum trauma.

A cardiomiopatia hipertrófica é uma doença cardíaca hereditária comum a muitas raças de gatos. No Gato-de-Bengala, entretanto, a maior preocupação deve ser com a neuropatia distal, distúrbio do sistema nervoso que provoca fraqueza e acomete principalmente os pets com cerca de um ano de idade. No geral, a recuperação acontece por conta própria e os felinos com a doença tem prognóstico positivo, mas algumas recaídas podem acontecer. 

Alimentação

Gatos devem ter acesso constante a um comedouro e a um bebedouro bem
abastecidos. Preferem água corrente e costumam ingerir mais líquido quando tem essa possibilidade, hábito que previne muitas doenças renais. Uma sugestão é deixar uma fonte em algum canto da casa ou acostumar o animal a beber água da torneira quando for aberta.

A quantidade de ração varia de acordo com o peso do animal, sua atividade física e pode ser encontrada nas embalagens. A qualidade da ração é fundamental para a saúde do gato. As do tipo Premium e Super Premium são as nutricionalmente balanceadas.

Até os doze meses, o Bengal é considerado filhote. Nesta fase, a quantidade de ração varia de 40 a 90 gramas por dia. O alimento indicado são rações específicas para filhotes.

A partir de um ano o gato é considerado adulto. Deve-se mudar a ração e a quantidade varia de 60 a 120 gramas/dia.

Espaço para criação

Essa raça se adapta bem em qualquer tipo de espaço, desde que possa brincar muito e estar na companhia dos donos. Como gosta de brincar com água, sugere-se deixar fontes e bebedouros em locais que possam molhar.

Curiosidades

Por que ter um Gato-de-Bengala em casa?

Apesar da aparência selvagem, o Bengal é um gato adorável e dócil, assim como qualquer gato domesticado, cheio de energia e muito afetuoso. Gosta de sentar no colo e compartilhar a cama com os tutores, além de ser incluso nas atividades da família. 

Brincalhão, é muito curioso e altamente inteligente, do tipo que se diverte com jogos mentais que o façam se exercitar. É divertido viver com um Gato-de-Bengala, cuja postura confiante e falante o tornam excelente companhia. 

Por que não ter um Gato-de-Bengala em casa?

Boa sorte para lidar com um Gato-de-Bengala entediado, que pode adotar hábitos nada agradáveis, como mexer nos seus CDs, acender e apagar as luzes, derrubar copos e, claro, escalar o mais alto possível. É comum encontrá-lo empoleirado pela casa, e esse hábito pode provocar uma bagunça.

Não é uma boa ideia criar um Bengal em uma casa com peixes, pois esses estarão em risco; essa raça adora água e não vai hesitar em se jogar e ficar molhado. 

Conheça outras raças de gatos