Guia de Bichos
Cornish Rex - undefined

Cornish Rex

  • Nome original: Cornish Rex
  • País de origem: Inglaterra
  • Preço médio: entre R$ 500 e R$ 1.200

Tudo sobre Cornish Rex

Descrição

  • Porte: médio
  • Área de criação: vive bem em apartamento, mas precisa de espaço para se exercitar
  • Esacala de energia: 5
  • Escala de saúde: 3
  • Tipo de pelo: ondulado, assim como em todos os gatos de nome Rex, e sem a presença de subpelo. O pelo pode ser mais aberto ou mais fechado, curto, macio e sedoso
  • Temperamento: esperto, sociável, silencioso e brincalhão 
  • Expectativa de vida: entre 11 e 15 anos
  • Peso: 2 a 4 kg

Este é um gato de pequeno porte. Diferentemente da maioria dos gatos, este gato quase não tem pelos, e sua pele possui uma textura extremamente macia e sedosa. Esta raça pode ser encontrada nas cores lavanda, branco e chocolate, além de todas as cores básicas. Quando a pelagem aparece é ondulada, partindo do bigode passando pelo corpo todo. O Cornish Rex tem olhos ovais e expressivos, com uma ligeira inclinação para cima. 

Em 21 de julho de 1950, na Inglaterra, uma gata doméstica branca com padrão de casco de tartaruga chamada Serena deu à luz cinco gatinhos, um deles laranja e branco com pelos enrolados. O gatinho recebeu o nome de Kallibunker e a tutora de Serena, Nina Ennismore, percebeu que ele também tinha o pelo curto e o corpo longo e pesado, diferente dos seus irmãos, além de orelhas grandes, cauda esbelta e cabeça em forma de cunha. Um geneticista britânico concordou que ele possuía o pelo semelhante aos gatos de padrão Rex e aconselhou que ele fosse cruzado com a mãe.

Ennismore cruzou Serena e Kallimbunker, que produziram uma ninhada com um gato de pelo normal e outros dois de pelo enrolado. Foi Kallimbunker, portanto, que originou a nova raça, que recebeu esse nome pela semelhança com o coelho Astrex. 

Em 1957, os primeiros exemplares da raça chegaram à América, mas um deles morreu pouco depois. Restou à LaMorna Cove, que estava prenha de Poldhu – um dos gatinhos que nasceram da cruza com Kallimbunker – produzir a ninhada de Cornish Rex.

O grupo genético era pequeno, o que fez com que criadores cruzassem outras raças para manter a diversidade genética, como Siamês, Havana Brown, American Shorthair e gatos domésticos de pelo curto. Isso ampliou, além da variedade de genes, a gama de cores e padrões. A CFA aceitou o Cornish Rex para campeonato em 1964 e atualmente todos os registros da América do Norte aceitam a raça.



Características

O Cornish Rex tem uma personalidade marcante e é muito entusiasmado. É um gato altamente sociável, gosta de estar no meio de tudo e de chamar a atenção. Ele é extremamente inteligente, muito acrobático, alegre, enérgica e que adora brincar e se divertir por horas. O Cornish é, definitivamente, um gato de colo. Ele se dá bem com outros animais de estimação e é a raça ideal para fazer companhia para as crianças.
  • Corpo magro, musculoso e delgado; o Cornish Rex é conhecido como o galgo do mundo dos gatos e lembra o cão da raça Whippet;
  • Cabeça oval com maçãs do rosto altas e testa arredondada;
  • Olhos grandes, ovais e expressivos; são aceitas as cores ouro, verde e avelã;
  • Bigodes ondulados e curtos;
  • Orelhas grandes e altas;
  • Peito profundo, costas naturalmente arqueadas e barriga curvada suavemente para cima, formando uma cintura;
  • Pernas longas e esbeltas e quadris musculosos, ideais para impulsionar grandes saltos;
  • Patas ovais;
  • Cauda longa e flexível;
  • São aceitos todas as cores e padrões. As cores sólidas são branco, preto, azul, vermelho, creme, chocolate e lavanda.

Cuidados básico

O Cornish Rex solta muito pouco pelo e é possível pentear seus pelos com os dedos das mãos mesmo. Alguns tem um casaco mais longo, então nesses casos pode ser necessário usar uma escova de cerdas macias pelo menos duas vezes na semana para manter o brilho. 

Os dedos dos pés e as orelhas podem ficar mais gordurosos, então vale a pena prestar mais atenção nesses pontos na hora da escovação e limpeza do casaco. Lembre-se também de verificar as orelhas semanalmente e limpa-las com uma solução de água morna e vinagre em pano úmido (nunca cotonete). 

A temperatura corporal do Cornish Rex parece maior e ele adora ficar em lugares quentes, mas pode sofrer com os dias frios; compre uma roupinha adequada para gatos e mantenha ele aquecido. Os dentes devem ser escovados pelo menos duas vezes na semana, enquanto as unhas devem ser cortadas a cada 15 dias.

Seus jogos favoritos são o de busca e recuperação de brinquedos – eles adoram buscar objetos que você jogou longe. São também ótimos escaladores, velocistas e saltadores, então nenhum armário ou local alto está a salvo.

Alimentação

Gatos devem ter acesso constante a um comedouro e a um bebedouro bem
abastecidos. Preferem água corrente e costumam ingerir mais líquido quando tem essa possibilidade, hábito que previne muitas doenças renais. Uma sugestão é deixar uma fonte em algum canto da casa ou acostumar o animal a beber água da torneira quando for aberta.
A quantidade de ração varia de acordo com o peso do animal, sua atividade física e pode ser encontrada nas embalagens. A qualidade da ração é fundamental para a saúde do gato. As do tipo Premium e Super Premium são as nutricionalmente balanceadas.
Até os doze meses, o Cornish Rex é considerado filhote. Nesta fase, a quantidade de ração varia de 30 a 40 gramas por dia. O alimento indicado são rações específicas para filhotes.
A partir de um ano o gato é considerado adulto. Deve-se mudar a ração e a quantidade varia de 30 a 40 gramas/dia.

Espaço para criação

O Cornish adora lugares quentes, sejam estes ao sol ou com pouca ventilação, um colo quente ou debaixo dos cobertores na cama. A vida em apartamento é ideal para este gato brincalhão.

Saúde

Como dissemos, o Cornish Rex tem um apreço enorme por comida, o que pode facilmente deixá-lo acima do peso e provocar problemas de saúde adicionais, como obesidade e displasia de quadril. Controlar a alimentação dessa raça é essencial, bem como tirar do seu alcance todo e qualquer aperitivo para evitar que coma em excesso.

Além disso, ele pode sofrer das seguintes condições:
  • Calvície hereditária, condição herdada por um gene recessivo
  • Hérnia umbilical
  • Cardiomiopatia hipertrófica

Curiosidades

Por que ter um Cornish Rex em casa?

O primeiro ponto que chama a atenção no Cornish Rex é que ele é uma ótima escolha para pessoas com alergia, pois solta menos pelo do que outros gatos. Em segundo lugar, podemos citar sua personalidade entusiasmada e brincalhona, de quem gosta de estar no meio de tudo e todos e prospera quando recebe atenção da família. 

São curiosos, ativos e enérgicos, adoram brincar e fazer acrobacias, e vão ficar ainda mais felizes se você se divertir junto com eles. Se dão bem com outros animais de estimação e crianças, sendo muito carinhosos, a ponto de abraçar suas pessoas favoritas e lhe dar um beijo na bochecha.
O bom humor faz parte do Cornish Rex, que dificilmente vai recusar uma oportunidade de te fazer feliz. São extrovertidos e funcionam como um aquecedor para os dias frios, pois seu casaco é quente.

Por que não ter um Cornish Rex em casa?

Uma das coisas que acabam com o humor do Cornish Rex é se sentir ignorado. Ele gosta de atenção e não gosta de passar longos períodos sozinho, o que não torna uma boa ideia ter um gato dessa raça se você costuma ficar fora de casa muito tempo. 

Eles também gostam muito de comer, e dificilmente você conseguirá mantê-los longe do seu jantar. Se a ideia de ter um gato roubando sua comida ou até se aproximando dela te dá arrepios, cogite outra raça.

Conheça outras raças de gatos