Guia de Bichos
Balinês - undefined

Balinês

  • Nome no Brasil: Balinês
  • Nome original: Balinese
  • País de origem: Estados Unidos

Tudo sobre Balinês

Descrição

  • Porte: médio
  • Área de criação: vive bem em apartamento
  • Escala de energia (1 a 5): 4
  • Esacala de saúde (1 a 5): 2
  • Tipo de pelo: médio, fino e sedoso
  • Temperamento: esperto, afetuoso, divertido, dócil e sociável
  • Expectativa de vida: entre 9 e 15 anos
  • Peso: 2,5 a 5 kg
Essa raça compartilha as mesmas características do Siamês, mas com uma pelagem mais longa, densa e lisa. Em alguns pontos assume um comprimento mais longo e pode ondular. A cor segue o padrão do Siamês, com corpo de cor clara e manchas em determinados pontos. Essas cores podem variar de tonalidade. Os olhos também são azuis.

O Balinês surgiu espontaneamente no início do século XX em ninhadas de Siameses de pelos curtos. Existem dúvidas sobre como eles se originaram: alguns acreditam que o pelo longo é uma mutação natural, enquanto outros acham que outras raças foram usadas para reativar o Siamês após a Primeira Guerra Mundial, quando este quase foi extinto.

Inicialmente, a raça foi registrada como Siamês de pelos longos, em 1928, mas em 1940 criadores se reuniram para estabelecer a raça Balinês, trabalhando com gatos de pelos compridos nascidos em linhagens de Siameses puros. Foram chamados de Balinês devido aos movimentos graciosos e as linhas elegantes, que lembravam os dançarinos da Ilha de Bali.

Helen Smith e Sylvia Holland foram duas das criadoras mais dedicadas. De início, os Balineses eram mais pesados e estavam longe de atender o padrão no tipo de cabeça e das orelhas, sendo necessário refinar o tipo de corpo. Demorou para que a raça se estabelecesse, e alguns criadores de Siamês admitiram que venderam um estoque de baixa qualidade aos criadores de Balinês, mas com o tempo eles melhoraram e todas as associações dos EUA reconheceram a raça após a década de 1970.

Características

São gatos com temperamento afetuoso e apegados à família. Relacionam-se bem com crianças e outros animais. Costumam se comunicar com freqüência e estão sempre ao lado do dono. Ativos, conseguem se entreter com qualquer coisa diferente que apareça na sua frente. São gatos para companhia e não devem ser deixados sozinhos por muito tempo.

A diferença entre um Balinês e um Siamês está apenas no comprimento do pelo; de resto, eles são iguais, inclusive no padrão pontuado da pelagem, com face, orelhas, pernas e caudas marcados por uma cor e o restante do corpo em branco.
  • Corpo longo, musculoso e delgado;
  • Cabeça em forma de cunha, longa e afunilada do ponto estreito do nariz até as pontas das orelhas, formando um triângulo;
  • Olhos de tamanho médio, amendoados e azuis;
  • Orelhas que começam largas e terminam pontudas;
  • Pernas longas e finas, sendo as traseiras maiores que as dianteiras;
  • Patas pequenas e ovais;
  • Cauda longa com pelagem densa e mais comprida que o resto do corpo;
  • Cores aceitas para as marcações: chocolate, azul, lilás e selo.

Cuidados básico

Balineses adoram brincar e podem transformar qualquer bolinha de papel em um brinquedo divertidíssimo. Adoram jogos de busca e são muito ágeis, mas gostam ainda mais das brincadeiras quando você participa delas. Dedique pelo menos uma hora por dia para entreter seu gato e deixe brinquedos e jogos à disposição para o período em que estará fora de casa.

O pelo fino e sedoso do Balinês deve ser escovado duas vezes por semana com pente de aço inoxidável, sendo o banho um item raro e ocasional. Os dentes devem ser escovados pelo menos duas vezes na semana, enquanto o canto dos olhos deve ser limpo frequentemente. Lembre-se também de verificar as orelhas, e se estiverem sujas limpe com pano úmido, nunca com cotonete.

A dica mais preciosa para qualquer raça é manter a caixa de areia higienizada, pois todos os gatos são muito exigentes com limpeza. 

Alimentação

Gatos devem ter acesso constante a um comedouro e a um bebedouro bem
abastecidos. Preferem água corrente e costumam ingerir mais líquido quando tem essa possibilidade, hábito que previne muitas doenças renais. Uma sugestão é deixar uma fonte em algum canto da casa ou acostumar o animal a beber água da torneira quando for aberta.
A quantidade de ração varia de acordo com o peso do animal, sua atividade física e pode ser encontrada nas embalagens. A qualidade da ração é fundamental para a saúde do gato. As do tipo Premium e Super Premium são as nutricionalmente balanceadas.

Até os doze meses, o Balinês é considerado filhote. Nesta fase, a quantidade de ração varia de 40 a 90 gramas por dia. O alimento indicado são rações específicas para filhotes.
A partir de um ano o gato é considerado adulto. Deve-se mudar a ração e a quantidade varia de 30 a 60 gramas/dia.

Espaço para criação

Essa raça costuma se divertir com coisas simples e faz do seu ambiente, seja ele grande ou pequeno, algo bastante divertido.

Saúde

O Balinês pode sofrer dos mesmos problemas de saúde que qualquer outra raça do grupo dos Siameses:
  • Amiloidose, quando há acúmulo de proteína em órgãos do corpo
  • Asma e doenças brônquicas 
  • Doenças congênitas do coração, como estenose aórtica
  • Estrabismo
  • Condições gastrointestinais, como megaesôfago
  • Hiperestesia
  • Linfoma 
  • Nistagmo
  • Atrofia progressiva da retina

Curiosidades

Por que ter um Balinês em casa?

Todas as raças do grupo dos Siameses são ideais para quem vive sozinho e sente falta de ter alguém para conversar. Com o Balinês não é diferente: sua voz suave interage com você durante o dia, lhe perguntando como foi seu dia ou te contando o que ele acha da comida.

Muito afetuosos com seus humanos, eles adoram crianças e outros animais de estimação e querem ser inclusos nas atividades da casa. O Balinês é muito sensível e capaz de mudar o clima da casa com sua personalidade dócil e conversas animadas. Com ele você sempre estará entretido, pois não faltarão palhaçadas e brincadeiras.

Por que não ter um Balinês em casa?

Quem gosta de silêncio e espaço certamente se sentirá incomodado com o Balinês, um verdadeiro tagarela. Eles também exigem atenção constante e podem ser bastante destrutivos se ficarem entediados, portanto nem cogite essa raça se não tiver tempo ou disposição para cuidar.

Conheça outras raças de gatos