Guia de Bichos
Tosa Inu - undefined

Tosa Inu

  • Nome no Brasil: Tosa Inu ou Tosa
  • País de origem: Japão
  • Preço médio: entre R$ 2 mil e R$ 4 mil
  • Tipo de pelo: Curto

Tudo sobre Tosa Inu

Porte: grande
Área de criação: média
Energia: alta
Temperamento: amigável

Descrição

  • Grupo: 2 – Pinscher e Schnauzer – Raças Molossoides, Cães Montanheses Suíços e Boiadeiros
  • Porte: 2.1 – Raças Molossoides, Tipo Mastife
  • Machos/Fêmeas: entre 55 e 60 centímetros/entre 45 e 90 quilos 
  • Tipo de pelo: curto, duro e denso
  • Temperamento: paciente, corajoso, audacioso e corajoso
  • Alimentação: entre 1 xícara e meia e 2 xícaras e meia de alimento seco de alta qualidade, divididas em duas porções diárias
  • Expectativa de vida: entre 10 e 12 anos
Escala de 1 a 5
  • Para tutores de primeira viagem: 3
  • Energia: 4
  • Inteligência: 3
  • Facilidade de adestramento: 2
  • Como cão de guarda: 5
  • Adapta-se ao calor: 3
  • Adapta-se ao frio: 3
  • Adapta-se bem à vida em apartamento: 1
  • Necessidade de atividades físicas:2
  • Fica bem sozinho: 2
  • Relacionamento com a família: 4
  • Relacionamento com crianças: 3
  • Relacionamento com estranhos: 1
  • Tendência a latir: 2
  • Tendência à obesidade: 3
Cão de grande porte e estrutura forte e musculosa. Seu corpo é compacto e imponente. A pelagem é curta, dura e nas cores vermelho, fulvo, damasco, preto e tigrado. Manchas brancas são permitidas nas patas e no peito. Há diferença de tamanho para as raças criadas no Japão e em outros locais do mundo. As raças japonesas são geralmente menores e mais leves. O Tosa não perde muito pelo. 

Uma raça bastante rara de ser encontrada, o Tosa Inu se originou no Japão, país onde as lutas de cães datam do século XIV e chamavam a atenção das camadas mais pobres da sociedade. 

Com o objetivo de desenvolver uma raça que impressionasse em cima do ringue, os japoneses cruzaram, entre 1869 e 1912, o Shikoku com raças ocidentais, entre elas Bulldogs, Bull Terriers, Dogues Alemães, Grandes Dinamarqueses e Mastifes – esse último caracterizado pelo instinto de luta e resistência.

A raça foi proibida e/ou banida de diversos países, entre eles Reino Unido, Austrália, Dinamarca, Nova Zelândia, Noruega, Turquia e Israel. Como ainda é muito comum encontrar cães Tosa Inu em rinhas de cães, o governo da Malásia proibiu a raça em seu território, sob alegação de que essa seria uma medida para diminuir o crescente número de rinhas e ataques contra pessoas.

Quem deseja criar um Tosa Inu precisa de autorização especial da corte britânica. A raça não foi reconhecida pela AKC, mas foi autorizada para competir em eventos a partir de 1º de janeiro de 2010.


Características

É um cão de guarda silencioso e destemido, mas quando treinado desde filhote raramente irá atacar ou demonstrar agressividade desnecessária. É muito dócil e leal com os donos, incluindo crianças. Quando socializado lida muito bem com a presença de estranhos, mas recomenda-se mantê-lo afastado de cães com perfis dominantes. Dada a sua origem briguenta tem a tendência a reagir bravamente e provavelmente a ganhar, já que possuem uma tolerância para a dor maior do que o normal.
  • Cão de grande porte com maneiras majestosas e compilação robusta; tem orelhas penduradas, pelos curtos e focinho quadrado;
  • Crânio largo;
  • Focinho moderadamente longo, com ponte nasal estável e nariz grande e preto;
  • Maxilares superiores e inferiores fortes; dentes fortes com mordedura de tesoura;
  • Olhos pequenos, marrons e com expressão digna;
  • Orelhas relativamente pequenas, finas, colocadas altas nos lados do crânio e penduradas perto das bochechas;
  • Pescoço musculoso;
  • Lombo largo e musculoso; peito amplo e profundo;
  • Cauda grossa na raiz, afunilando na direção da ponta;
  • Patas dianteiras e traseiras firmemente fechadas, com almofadas espessas e elásticas, unhas duras e de cor escura;
  • Pelagem vermelha, fulvo, abricó, preta e tigrada, com marcas brancas no peito e nas patas.

Cuidados básicos

Como qualquer cão que possui dobras e rugas, o Tosa Inu exige cuidados específicos para mantê-las limpas e secas. Gazes embebidas em soro fisiológico fazem uma boa limpeza, mas certifique-se depois de que as áreas estão bem secas para evitar infecções, feridas e mau cheiro. Já a pelagem precisa de escovação semanal, para eliminar os pelos mortos e manter o brilho.

Ele precisa de uma boa dose de exercícios físicos para ser um bom cão de família. O ideal é que viva em uma casa com espaço para se exercitar, correr e praticar atividades.  O treinamento e socialização devem começar desde cedo, pois quanto maior o cão, maior será a dificuldade de mantê-lo atento às aulas. Por ser muito inteligente, ele possui uma mente própria, o que pode tornar o treinamento mais complicado. 

Essa raça não é recomendada para tutores de primeira viagem, pois precisa de um treinador firme, consistente e experiente. Suas tendências agressivas naturais devem ser treinadas apenas para estranhos, para fazer dele um bom cão de guarda.

Alimentação

A quantidade de ração varia de acordo com o peso e o tamanho do animal e pode ser encontrada nas embalagens.

Deve-se alimentar o cão de duas a três vezes por dia e manter água à vontade. Cães de grande porte consomem rações large breed.

A qualidade da ração é fundamental para a saúde do animal. As do tipo Premium e Super Premium são as nutricionalmente balanceadas.

Até os doze meses, o Tosa é considerado filhote. Nesta fase, a quantidade de ração varia de 95 a 550 gramas por dia. O alimento indicado são rações específicas para filhotes.

A partir de um ano o cão é considerado adulto. Deve-se mudar a ração e a quantidade varia de 400 a 475 gramas/dia.

Espaço para criação

Adapta-se em apartamento e espaços pequenos se for exercitado todos os dias. A presença do dono é importante para essa raça. Não o deixe em canis ou quintais isolados.

Saúde

Apesar de ter uma expectativa de vida relativamente curta, o Tosa Inu é um cão saudável e com pouca propensão a doenças. No geral, ele pode apresentar problemas comuns a cães de grande porte, como torção gástrica e displasia coxofemoral e de cotovelo, relacionadas à herança genética.

Problemas nos olhos também podem acometer a raça, como atrofia progressiva da retina e catarata. Certifique-se com o criador de que os pais do cão possuem certificado de ausência de doenças ortopédicas e oftalmológicas. 

Curiosidades

Por que ter um Tosa Inu?

Com uma personalidade corajosa, audaciosa e irresistível aos fãs de cães de grande porte, o Tosa Inu é um excelente cão de guarda, pois desconfia de estranhos e pode ser treinado a direcionar sua agressividade para proteger a casa e a família. 

Não se assuste, contudo, com sua origem de cão de briga. Ele é um companheiro de temperamento leal e seguro para a família e mantém uma relação de muita cumplicidade com os seus. Dentro de casa, gosta de passar horas deitado no sofá e curtindo a companhia da família, e será um cão calmo, silencioso e protetor.

Se dá bem com crianças e gosta de protegê-las, embora seja ideal para lares com crianças maiores (as pequenas podem ser feridas sem querer pela sua força). Já foi utilizado como cão de resgate e de terapia, o que mostra sua postura confiante e gentil.

Por que não ter um Tosa Inu?

O Tosa Inu será um excelente companheiro se – e somente se – tiver um tutor firme, consistente e experiente e for treinado, socializado e acompanhado desde filhote. Caso contrário ele poderá se tornar agressivo, destrutivo e obedecer apenas quando desejar.

Não são bons com outros animais de estimação, com quem podem ser agressivos, e com crianças devem evitar brincadeiras mais pesadas, pois podem encará-las como convite para briga. 

Não é recomendado deixar o Tosa Inu por vários períodos de tempo sozinho. Ele pode apresentar comportamento destrutivo, principalmente quando filhote, mastigando tudo que encontrar pela frente. 

Conheça outras raças de cães