Guia de Bichos
Schnauzer Standard (Padrão) - undefined

Schnauzer Standard (Padrão)

  • Nome no Brasil: Schnauzer
  • Nome original: Standard Schnauzer
  • País de origem: Alemanha
  • Preço médio: entre R$ 1.800 e R$ 5 mil
  • Tipo de pelo: Médio

Tudo sobre Schnauzer Standard (Padrão)

Porte: médio
Área de criação: pequena
Energia: alta
Temperamento: dócil

Descrição

  • Grupo: 2 – Pinscher e Schnauzer – Molossóides, Montanheses Suíços e Boiadeiros;
  • Porte: 1 – Tipos de Pinscher e Schnauzer;
  • Machos/Fêmeas: entre 45 e 50 centímetros/ entre 14 e 20 quilos;
  • Tipo de pelo: pelagem externa dura, áspera e densa; subpelo denso;
  • Temperamento: animado, esperto, espirituoso, brincalhão e curioso;
  • Expectativa de vida: 13 a 16 anos. 

Escala de 1 a 5 

  • Para tutores de primeira viagem: 2
  • Energia: 5
  • Inteligência: 5
  • Facilidade de adestramento: 3
  • Como cão de guarda: 3
  • Adapta-se ao calor: 4
  • Adapta-se ao frio: 4
  • Adapta-se bem à vida em apartamento: 4
  • Necessidade de atividades físicas: 5
  • Fica bem sozinho: 2
  • Relacionamento com a família: 4
  • Relacionamento com crianças: 4
  • Relacionamento com estranhos: 2
  • Tendência a latir: 2
  • Tendência à obesidade: 1

Cão de médio porte e estrutura compacta. Sua pelagem é densa, dura e não muito curta, mas bem assentada no corpo. Sua característica mais marcante é a barba próxima ao focinho e as sobrancelhas que cobrem parcialmente os olhos. As cores aceitas para essa raça são o preto e a cinza com preto, chamado pela Confederação Brasileira de Cinofilia de “sal e pimenta”. Essa raça não possui odor e quase não solta pelo. 

Apesar de poucos estadunidenses perceberem isso hoje, o Schnauzer Standart  e o Pinscher Alemão já foram considerados duas variações da mesma raça. Isso implica que as duas raças têm parentesco próximo e provavelmente as duas se desenvolveram de um mesmo ancestral, ou uma raça foi usada para criar a outra. Infelizmente nos dias de hoje é praticamente impossível saber exatamente qual é o caso. O Schnauzer Standart é conhecido em tempos mais antigos do que o Pinscher Alemão. O famoso pintor Albrecht Durer representou o Schnauzer em um série de retratos datados de 1492 a 1502.Esse tipo de trabalho implica não somente no fato de o Schnauzer Standart já estar bem estabilizado pelo fim do século XV, mas também no fato de que a raça já era usada para trabalhos em fazendas e como animal de companhia nessa época.

Enquanto as origens exatas dos Pinshcers e Schnauzers se perderam com o tempo, essas são provavelmente raças muito antigas que ajudavam fazendeiros alemães por muitos séculos. Esses cachorros receberam primeiramente a tarefa de caçar ratps e outros vermes pequenos, mas eles também eram ocasionalmente usados para pastorear o gado e para proteção de propriedade.  O Schnauzer Standart e o Affenpinscher foram os primeiros cachorros de raças Pinscher a serem conhecidas em países que falam inglês.

O Standart Schnauzer tornou-se popular por toda a Alemanha tanto quanto animal de companhia quanto como animal de trabalho em fazendas. A raça já era uma das mais comuns da Alemanha no começo do século XIX, e era mantida por pessoas de todas as classes sociais. Mesmo assim, nesse ponto, a criação de raças de cachorro não era organizada como é hoje, e muitas raças não tinham nenhum padrão. Isso começou a mudar quando shows de cachorros e clubes foram desenvolvidos no Reino Unido. Apesar de shows de cachorros terem sido sempre mais populares na Inglaterra, eles rapidamente tornaram-se quase tão populares e importantes na Alemanha. Pelo século XX quase todas as raças alemãs tradicionais como o Schnauzer já tinham padrões.

Nesse ponto o Schnauzer Standart ainda era conhecido pelo nome de Wirehaired Pinscher. O primeiro Schnauzer Standart oficial entrou em um show de cachorro que ocorreu em 1879 em Hanover. O cachorro vencedor recebia o nome de Schnauzer, apesar de documentos indicarem que a palavra já havia sido usada previamente, referindo-se a raça pela primeira vez em 1842. A origem da palavra Schnauzer não é clara. Alguns dizem que ela vem da palavra Schnauze, que indica o pelo facial distinto da raça. Outros dizem que o nome vem da palavra alemã Schnauzer, que quer dizer bigode. De qualquer forma esses cachorros vagarosamente tornaram-se conhecidos como Schnauzers, primeiro como um apelido e depois formalmente. A primeira padronização da rala foi escrita em 1880, e o primeiro show de especialidades da raça ocorreu mais tarde no mesmo ano. Durante o final do século XIX a raça ficou extremamente popular como cão policial por toda a Alemanha.

Foi durante esses anos de padronização e criação que o Schnauzer Standart começou a ser usado para criar várias outras raças de cachorro. A raça foi a base para a criação do Schnauzer Miniatura e do Schnauzer Gigante.  

Pelo final do século XIX o Schnauzer Standart começou a deixar a Alemanha. Essa raça rapidamente tornou-se popular por toda a Europa. Documentos de imigração mostram que um pequeno número de Schnauzers eram importados para a América por imigrantes alemães nos anos finais do século XIX e nos primeiros anos do século XX. Adicionalmente, alguns desses cachorros eram importados para os Estados Unidos por aqueles que haviam visitado a Alemanha e admirado a raça em seu país de origem. Documentos indicam que um Schnauzer Standart foi exibido em Westminster em 1899, mas o American Kennel Club (AKC) não concedeu o reconhecimento da raça até 1904. Inicialmente, a raça foi colocada no grupo terrier, para o desprazer de muitos admiradores.

A raça iria continuar rara do outro lado do Atlântico até depois da Primeira Guerra Mundial. Muitos soldados haviam servido na Alemanha, e muitos desses estadunidenses adquiriram esse charmoso e excelente cão de companhia enquanto estavam lá. No final da Primeira Guerra muitos desses Schnauzers foram trazidos para os Estados Unidos, e assim ganharam muitos apreciadores que quiseram importar ainda mais. A raça também foi popularizada por seu trabalho na guerra como cães de guarda para a Cruz Vermelha. Pelo meio da década de 1920 o Schnauzer Standart havia se tornado bem estabelecido nos Estados Unidos.

O Schnauzer Standart é considerado uma raça de trabalho, e esses cachorros continuam muito capazes de serem cães policiais. Adicionalmente, essa raça teve um sucesso substancial em competições de obediência e agilidade. Mesmo assim, a maior parte dos cachorros dessa raça nos Estados Unidos e Europa são animais de companhia. O Schnauzer Standart por muitos anos tem sido uma das raças mais populares de cães de companhia pela Europa. A raça sempre foi especialmente popular na Alemanha.

Características

É uma ótima opção de companhia, mas também possui características de cão de guarda por ser atento e barulhento. Ativo, brincalhão e inteligente, adora a companhia de pessoas. Pode se tornar intolerante e possessivo se não obtiver de seu dono uma postura de liderança. Pode ser desconfiado com crianças.

  • De tamanho médio, forte e musculoso;
  • Crânio forte, com testa plana e sem rugas;
  • Focinho terminando sem corte, com nariz preto bem desenvolvido e grandes narinas;
  • Olhos de tamanho médio, ovais, escuros e com expressão vivaz;
  • Orelhas em forma V, caídas e com bordas internas;
  • Pescoço forte, musculoso e nobremente arqueado;
  • Cauda natural;
  • Pelagem constituída por camada externa áspera e longa e camada interna densa; nem eriçada, nem ondulada;
  • Barba e sobrancelhas densas, que cobrem ligeiramente os olhos e o focinho.

Cuidados básicos

Não há uma frequência obrigatória de banhos, mas a escovação é necessária de uma a duas vezes por semana. Recomenda-se a tosa completa duas vezes ao ano e o cuidado com o pelo na região dos olhos, que não deve atrapalhar o cão.

Por serem curiosos e corajosos, é preciso tomar cuidado quando sair com o Schnauzer para passeios fora de casa. Ele pode correr e desaparecer em busca de novidades, portanto tome cuidado em áreas descercadas.

Essa raça se destaca em esportes de desempenho, como agilidade, rastreamento e pastoreio. É preciso oferecer atividades variadas e muitos exercícios físicos e mentais, pois ele é inteligente e enérgico e pode se entediar caso fique parado. E você já sabe: cão entediado é sinônimo de uso da energia para destruição da casa.

O tutor precisa ser consistente e firme, para mostrar ao Schnauzer quem é que manda na casa – caso contrário ele fará isso por você. Exigem orientação firme constante da família, mas não um treinamento duro – isso pode deixá-lo ressentido.

O pelo áspero precisa ser escovado duas vezes na semana e tosado uma vez a cada dois meses. Passeios moderados com a coleira e no quintal deixarão o pet feliz, lembrando que essa raça deve viver com sua família dentro de casa. 

Alimentação

A quantidade de ração varia de acordo com o peso e o tamanho do animal e pode ser encontrada nas embalagens.
Deve-se alimentar o cão de duas a três vezes por dia e manter água à vontade. Cães de médio porte consomem rações medium breed.
A qualidade da ração é fundamental para a saúde do animal. As do tipo Premium e Super Premium são as nutricionalmente balanceadas.
Até os doze meses, o Schnauzer é considerado filhote. Nesta fase, a quantidade de ração varia de 90 a190 gramas por dia. O alimento indicado são rações específicas para filhotes.
A partir de um ano o cão é considerado adulto. Deve-se mudar a ração e a quantidade varia de 160 a 195 gramas/dia.

Espaço para criação

Adapta-se muito bem em apartamento e pequenos espaços.

Custo de manutenção

Outra vantagem da raça: o Schnauzer é muito resistente e dificilmente apresenta problemas de saúde. Claro que, como todos os cães, algumas doenças podem aparecer, sendo recomendado principalmente exames preventivos contra a displasia de quadril – que provoca dor e desconforto pela falta de encaixe adequado do fêmur ao quadril – e doenças oculares.

Eventualmente pode acontecer de o cão apresentar cálculo renal, atrofia progressiva da retina, dermatite folicular e doença de Legg-Perthes. Visitas ao veterinário para check-ups de rotina ajudam a manter o cão saudável e livre de problemas. 

Saúde

A raça de cachorro Schnauzer Standart não é conhecida por sofrer de grandes problemas de saúde, mas é sucetível a alguns problemas como displasia do quadril e dermatite folicular. Veterinários irão recomendar exames do quadril para essa raça de cachorro de nome Schnauzer Standart.

É importante lembrar de sempre levar o seu cachorro para fazer exercícios físicos regularmente, para que ele mantenha a saúde física e mental, além de prevenir a obesidade, que pode acarretar em inúmeros outros problemas para a saúde de seu animal de estimação.

Assim como todos os outros cachorros, o Schnauzer Standart precisa passar por avaliações periódicas com um veterinário da preferência do dono, pois só assim é possível garantir que está tudo bem com a saúde de seu animal de estimação, e se algo estiver errado o veterinário irá saber indicar qual é o tratamento mais indicado para o tipo de problema específico que o seu cachorro estiver apresentando.

O Schnauzer Standart também precisa, como todos os outros cães, tomar todas as vacinas antes de poder sair de casa livremente para socializar com outras pessoas e animais e se exercitar bastante.

Curiosidades

Por que ter um Schnauzer?

O Schnauzer tem uma aparência praticamente aristocrática. A pelagem caindo sobre os olhos dá impressão de que ele é muito sério, enquanto a barba lhe confere um ar de sabedoria e imponência.

Sabedoria ele tem de sobra: é muito inteligente, aprende rapidamente e pode executar diversas funções, desde caçador até cão policial, cão de guarda e cão de terapia. Gostam de agradar, o que facilita ainda mais o treinamento.

Se socializados com crianças, serão gentis e carinhosos, e tem personalidade maliciosa, sendo sempre o centro das atenções da casa. Ele apresenta bom comportamento e gosta de fazer parte das atividades da família, a quem é leal e protetor – um excelente cão de guarda. Não latem se não houver uma boa razão, como sentir uma ameaça por perto.

São corajosos, tem boa resistência e sentidos altamente desenvolvidos, características ideias para quem quer um cão de busca e resgate. Seu tamanho menor facilita a entrada em áreas onde cães maiores não conseguem alcançar.

Por que não ter um Schnauzer?

Inteligente, imponente e teimoso. É preciso um tutor igualmente inteligente, criativo e firme para cuidar do Schnauzer e também treiná-lo, pois devido à sua autoconfiança ele vai facilmente tomar a posição de líder da casa. Ele também sabe manipular as fraquezas da família para tirar proveito sempre que desejar.

É bom também não deixá-los com pequenos bichinhos de estimação, como hamsters e porquinhos da índia. Um de seus muitos trabalhos foi caçar ratos, e ele pode resgatar esse instinto de forma bem desagradável. 

Conheça outras raças de cães