Guia de Bichos
Schnauzer Gigante

Schnauzer Gigante

  • Nome no Brasil: Schnauzer Gigante
  • Nome original: Riesenschnauzer
  • País de origem: Alemanha
  • Tipo de pelo: Médio

Tudo sobre Schnauzer Gigante

Porte: grande
Área de criação: grande
Energia: alta
Temperamento: amigável

Descrição

Cão de grande porte com estrutura compacta e forte. É a versão gigante do Schnauzer. Possui uma postura elegante. Sua pelagem é densa, dura e não muito curta, mas bem assentada no corpo. Sua característica mais marcante é a barba próxima ao focinho e as sobrancelhas que cobrem parcialmente os olhos. Os olhos são escuros, de tamanho médio e formato ovalado - além de estarem sempre alertas. As orelhas são caídas, altas, relativamente pequenas e em forma de V.  As cores aceitas para essa raça são o preto e a cinza com preto, chamado pela Confederação Brasileira de Cinofilia de “sal e pimenta”. Essa raça não possui odor e quase não solta pelo. 



Expectativa de vida: de 12 a 15 anos.
Altura macho: 66 a 71 cm
Altura fêmea: 58 a 66 cm
Peso: 35 a 45 Kg

Características

São cães inteligentes, confiáveis e leais ao dono. São dependentes da sua companhia. Essa raça pode ser calma, mas deve ser exercitada com frequência, além de treinada para obedecer aos comandos do dono. Tendem a ser possessivos e dominantes se não houver liderança. O Schnauzer Gigante tem potencial para ser um cão de guarda e um amigo dócil e amigável com outros animais, crianças e pessoas familiares, mas para que isso tudo ocorra deve ser treinado. Latem somente quando notam algo diferente.

Cães companheiros, os Schnauzer Gigante estão sempre atentos. Gostam de estar por perto dos tutores e seguem-nos por toda parte, só para acompanhar cada passo deles. 


Cuidados básicos

Não há uma frequência obrigatória de banhos, mas a escovação é necessária de uma a duas vezes por semana. Recomenda-se a tosa completa duas vezes ao ano e o cuidado com o pelo na região dos olhos, que não deve atrapalhar o cão. Os dentes devem ser escovados com regularidade também. Raças gigantes devem ser exercitadas diariamente ou podem desenvolver problemas de comportamento por não liberarem energia. Deve ser adestrado, de preferência, para que o caráter dominante e guardião da raça se torne uma qualidade, principalmente na adolescência, que é a fase da vida em que desenvolve esse lado. 



Alimentação

A quantidade de ração varia de acordo com o peso e o tamanho do animal e pode ser encontrada nas embalagens.
Deve-se alimentar o cão de duas a três vezes por dia e manter água à vontade. Cães de grande porte consomem rações large breed. A qualidade da ração é fundamental para a saúde do animal. As do tipo Premium e Super Premium são as nutricionalmente balanceadas.
Até os doze meses, o Schnauzer Gigante é considerado filhote. Nesta fase, a quantidade de ração varia de 90 a 465 gramas por dia. O alimento indicado são rações específicas para filhotes.
A partir de um ano o cão é considerado adulto. Deve-se mudar a ração e a quantidade varia de 295 a 350 gramas/dia.

Espaço para criação

Não se adaptam muito bem em apartamentos e locais pequenos. Precisam de espaço para interagir dentro de casa.

Custo de manutenção

Filhote
Vacinas anuais: R$140,00 a R$220,00
Alimentação mensal: R$28,00 a R$ 142,00
Banho mensal (1): R$20,00 a R$35,00

Adulto
Vacinas anuais: R$60,00 a R$100,00
Alimentação mensal: R$ 83,00 a R$ 99,00
Banho mensal (2): R$40,00 a R$70,00

Saúde

Como quase todas as raças de grande porte, o Schnauzer Gigante pode desenvolver problemas de saúde como displasia coxofemural ou torção do estômago. Além disso, também pode desenvolver doenças de visão, nas articulações e nos ossos.

Com relação à região dos olhos pode ser:

Também tem tendência ao hipotiroidismo (problema causado pela tireoide desregulada que provoca o aumento de peso no animal), à epilepsia (uma falha no cérebro que faz o cão perder o controle sobre o corpo) e a ter problemas de pele associados a alergias. Também corre o risco de ter diabetes. 

As causas mais comuns de morte no Schnauzer Gigante são o linfoma e câncer do fígado.



Curiosidades

Oriundo da Alemanha, o Schnauzer Gigante é descendente do Pinscher, usado por séculos em fazendas como cão de guarda. A diferença entre as raças é que Schnauzer é mais fino e elegante e em 1909 surgiu o primeiro Schnauzer Gigante. É considerado atualmente um cão de companhia, além de guardar a casa. 

Essa raça surgiu a partir do dos Schnauzers padrão com cães bem maiores, como o Great Danes. Por causa de seu tamanho, algumas atividades são dadas a esse cachorro, como condução de gado e trabalho junto da polícia.  

Logo no início do século XX, o Schnauzer Gigante era usado como cão de guarda estava  em fábricas, cervejarias, açougueiros e armazéns em toda Baviera, na Alemanha. Passou a ficar mais conhecido como um cão militar por ter atuado na Primeira e na Segunda Guerra Mundial. Antes disso já era um constante acompanhante protetor das viagens feitas pela Europa; apontavam com seu latido qualquer perigo, caminhando ao lado dos cavalos.

Apenas em 1930, os primeiros Schnauzers foram trazidos para a América Latina. No entanto, já em 1960, apesar de ter se tornado popular, a raça passou a ser rara.

Na Europa, a raça é considerada muito mais para trabalhar do que apenas como cão de companhia. 

Conheça outras raças de cães