Guia de Bichos
Pastor Belga (Malinois) - undefined

Pastor Belga (Malinois)

  • Nome no Brasil: Pastor Belga (Malinois)
  • Nome original: Chien de Berger Belge (Malinois)
  • País de origem: Bélgica
  • Preço médio: entre R$ 2 mil e R$3.500
  • Tipo de pelo: Médio

Tudo sobre Pastor Belga (Malinois)

Porte: médio
Área de criação: grande
Energia: alta
Temperamento: amigável

Descrição

  • Grupo: 1 – Cães Pastores e Boiadeiros
  • Porte: 1 – Cães Pastores
  • Machos: até 62 centímetros/entre 25 e 30 quilos
  • Fêmeas: até 58 centímetros/entre 20 e 25 quilos
  • Tipo de pelo: três variações de pelo; longo, curto e duro. Em todas as três, deve ser denso, fechado e de boa textura
  • Temperamento: brilhante, atento, calmo, corajoso, vigilante e ativo
  • Expectativa de vida: 10 a 12 anos 

Escala de 1 a 5

  • Para tutores de primeira viagem:  3
  • Energia:  5
  • Inteligência:  5
  • Facilidade de adestramento:  5
  • Como cão de guarda:  5
  • Adapta-se ao calor:  3
  • Adapta-se ao frio:  4
  • Adapta-se bem à vida em apartamento:  2
  • Necessidade de atividades físicas:  5
  • Fica bem sozinho:  3
  • Relacionamento com a família:  4
  • Relacionamento com crianças:  5
  • Relacionamento com estranhos:  3
  • Tendência a latir:  1
  • Tendência à obesidade:  2


Cão de médio porte. Possui pelo curto no corpo, um pouco maior da cauda e em volta do pescoço, como uma juba. Na cabeça, orelhas e pernas o pelo é mais curto ainda. É encontrado na cor fulvo, com a ponta dos pelos pretas. Eventualmente pode ter manchas brancas no peito e patas.

No final do século 19, quatro variedades de cães pastores foram desenvolvidos na Bélgica. São eles: Laekenois, Tervuren Belga, Belga Malinois e Groenendael, o Pastor Belga que conhecemos hoje. Todos eram cães de fazenda, responsáveis por conduzir o rebanho e trabalhar como cão de guarda.

O Groenendael se diferenciava por ter o pelo mais longo que os demais. Foi desenvolvido primeiramente pelo reprodutor Nicolas Rosa, cujo canil data de 1893, e levou esse nome por conta da propriedade do mesmo, Chateau Groenendael. Antes disso, porém, foi criado o Clube de Cães Belgas, em setembro de 1891, o qual reconheceu os Pastores Belgas como uma raça.

Na Bélgica, foram usados para patrulhar a alfândega, e em Paris e Nova York, foram cães policiais no início do século XX, tornando-se muito populares na América.

Já na Primeira Guerra Mundial, tornaram-se sentinelas e mensageiros, e voltaram a atuar na Segunda Guerra Mundial como cães de guerra. A raça foi reconhecida pela AKC em 1912, e em 1959, as raças de pastores belgas foram divididas e o Groenendael foi reconhecido como Pastor Belga. 

Características

É determinado e observador. Precisa ser socializado desde cedo para não se tornar tímido. Recomendado para donos com experiência e que saibam impor comandos e regras claras ao cão. É ágil, inteligente e pode apresentar dominância em relação a outros cães.

  • Cabeça longa, retilínea e portada alta, com crânio de largura média
  • Focinho de comprimento médio, diminuindo gradualmente em direção à trufa, que é preta
  • Maxilares bem desenvolvidos, que abrigam dentes fortes e brancos
  • Bochechas secas e planas
  • Olhos médios, amendoados, oblíquos e de cor marrom
  • Orelhas pequenas, rígidas, portadas retas e triangulares, com as pontas arredondadas
  • Pescoço bem desenvolvido, alongado e musculoso
  • Tronco grande sem ser pesado
  • Cauda de comprimento médio
  • Casaco preto e brilhante, com aparência imponente, sendo o mais marcante das raças belgas
  • Elegante e gracioso

Cuidados básicos

Precisa de caminhadas ou exercícios físicos diariamente. O pelo não precisa de cuidados especiais, apenas escovação semanal. Na época de troca de pelagem, que acontece duas vezes ao ano, é indicado escovar diariamente. Banho apenas quando estritamente necessário.

O Pastor Belga precisa de pelo menos uma hora de exercício por dia. Caminhadas e corridas longas, bem como brincadeiras e jogos, farão bem ao seu cachorro. Estimulação mental, principalmente com brinquedos e jogos interativos – como brincadeiras de busca – são positivos.

Essa não é uma raça difícil de treinar, mas é preciso manter as sessões consistentes e divertidas para que ele não fique entediado. É preciso vigiar o Pastor Belga quando estiver com crianças desconhecidas, pois ele pode interpretar os sons e barulhos como ameaças. Se for criado com crianças e outros animais desde filhote terá um relacionamento melhor com eles.

Um quintal amplo e cercado evita que ele saia correndo atrás de outros cães e gatos, além de lhe fornecer espaço para suas atividades. O pelo deve ser escovado e penteado duas vezes na semana. 

Alimentação

A quantidade de ração varia de acordo com o peso e o tamanho do animal, e pode ser encontrada nas embalagens.
Deve-se alimentar o cão de duas a três vezes por dia e manter água à vontade, sempre fresca, na vasilha.
Cães de médio porte consomem rações large breed.
Até os doze meses, o Pastor Belga é considerado filhote. Nesta fase, a quantidade de ração varia de 95 a 230 gramas por dia. O alimento indicado são rações específicas para filhotes.
A partir de um ano deve-se mudar a ração e a quantidade varia de 230 a 270 gramas/dia.
A qualidade da ração e fundamental para a saúde do animal. As do tipo Premium e Super Premium são as nutricionalmente balanceadas.

Espaço para criação

É indicado que haja espaço para se exercitar, como um quintal. Não recomendado para apartamentos. Prefere ficar dentro de casa, em contato com a família, a sozinho em áreas externas.

Custo de manutenção

O Pastor Belga é saudável e apresenta poucos problemas de saúde. É essencial, entretanto, levá-lo ao veterinário para exames de rotina para garantir que sua saúde esteja sempre em dia.

Ocasionalmente, ele pode apresentar alguns problemas comuns a outras raças, tais como:

  • Displasia do quadril
  • Displasia do cotovelo
  • Displasia coxofemoral
  • Atrofia progressiva da retina
  • Hipotireoidismo

O Pastor Belga pode sofrer de epilepsia, distúrbio que provoca convulsões e pode ser desencadeado por diversos fatores, como problemas metabólicos, doenças infecciosas ou tumores. O problema pode ser controlado com medicação, mas não tem cura. Com o tratamento certo, porém, o cão pode levar uma vida longa e saudável.

Alguns Pastores Belgas podem sofrer de sensibilidade à anestesia. Em caso de necessidade, alerte o veterinário sobre essa possibilidade para que os exames apropriados, bem como uma administração cuidadosa da anestesia e monitoramento dos sinais vitais, sejam realizados.

Curiosidades

Por que ter um Pastor Belga?

A imponência e beleza chamam a atenção no Pastor Belga. O casaco preto brilhante, bem como o porte elegante, mostram que esse é um cão raro e precioso para se ter em casa. Ele também é atlético, e seguindo suas origens, uma excelente escolha para pastoreio, pois é um cão de trabalho.

O Pastor Belga combina a versatilidade de um cão de trabalho com a doçura de um cão para viver com a família. É brincalhão, protetor e devotado, gosta de estar em constante movimento e ser incluso nas atividades da família, a quem é extremamente leal.

Ele é afetuoso e amigável com as pessoas do seu meio, a quem protegerá a todo custo. São muito atentos, inteligentes e excelentes cães de guarda, pois desconfiam de estranhos.

Criado para resistir às mudanças climáticas da Bélgica, ele lida bem tanto com clima quente quanto frio. Gosta de viver ao ar livre e se dá muito bem com quintais espaçosos.

Por que não ter um Pastor Belga?

A inteligência, altos níveis de energia e habilidades de pastoreio podem ser características difíceis para tutores inexperientes. O Pastor Belga precisa de variedade de exercícios físicos e mentais para não ficar entediado, além de um tutor firme e consistente para colocar limites.

Apesar de apreciar o tempo em família, ele precisa de um trabalho para fazer, e se não tiver nada poderá ser bastante destrutivo para a casa. Também não pode passar longos períodos de tempo longe da família, uma vez que sofre de ansiedade de separação e precisa de exercícios ao longo do dia.

Algo que pode incomodar é sua mania de perseguir ciclistas, carros, motociclistas, gatos e qualquer coisa que “fuja”, devido à sua herança de cão de pastoreio. Ele também pode ser tímido e teimoso. 

Conheça outras raças de cães