Guia de Bichos
Cão Finlandês da Lapônia - undefined

Cão Finlandês da Lapônia

  • Nome no Brasil: Cão Finlandês da Lapônia ou Pastor Finlandês da Lapônia
  • Nome original: Suomenlapinkoira
  • País de origem: Finlândia
  • Tipo de pelo: Alto

Tudo sobre Cão Finlandês da Lapônia

Porte: médio
Área de criação: média
Energia: alta
Temperamento: amigável

Descrição

  • Porte: Médio
  • Função original: cão de trabalho em pastoreio
  • Altura do macho: 45 a 53 cm
  • Altura da fêmea: 40 a 48 cm
  • Peso do macho: 14 a 24 Kg
  • Peso da fêmea: 14 a 24 Kg
  • Expectativa de vida: 11 a 15 anos
  • Temperamento: corajoso, amoroso e muito companheiro; tímido na presença de estranhos mas amigável; submisso ao dono. 
  • Pelagem: pelo longo e macio que pode ser encontrado nas cores branca, preta, vermelha e marrom

Escala de 1 a 5
  • Para tutores de primeira viagem: 4
  • Energia: 5
  • Inteligência: 5
  • Facilidade de adestramento: 5
  • Como cão de guarda: 4
  • Adapta-se ao calor: 2
  • Adapta-se ao frio: 5
  • Adapta-se a vida em apartamento: 3
  • Necessidade de atividade física: 4
  • Fica bem sozinho: 2
  • Relacionamento com crianças: 5
  • Relacionamento com estranhos: 4
  • Tendência a latir: 3
  • Tendência a obesidade: 4
Cão de médio porte e músculos fortes. Sua pelagem é típica dos cães do Ártico com sub-pelo fino e denso e pelo exterior médio-longo, áspero e reto. No pescoço, peito e atrás das coxas o pelo é geralmente mais longo e volumoso. 

O Cão Finlandês da Lapônia foi desenvolvido propositadamente para trabalhar nos rebanhos de renas, na Finlândia. Sua inteligência e eficiência na hora do trabalho chamaram atenção e ele passou a ser usado em outros países, como a Rússia. Novos trabalhos também o foram dados, ele passou a realizar o pastoreio de outros animais e se tornou também cão de guarda. 

Com a passar do tempo e as mudanças de costumes o temperamento e a aparência desse cachorro o tornaram interessante para a domesticação. Ele passou a ser uma animal de estimação para família e dentro das casas se mostrou um animal bastante obediente, leal, carinhoso e submisso ao dono. 


Muitas pessoas confundem essa raça com o Spitz Finlandês, mas o AKC (American Kennel Club) definiu as diferença entre as duas em 1945 quando reconheceu o Finnish Lapphund no grupo dos cachorros nórdicos. 

Características

O Pastor Finlandês da Lapônia é facilmente treinado. Sua inteligência faz com que seja muito bem sucedido em adestramentos para obediência e até mesmo agility. É uma raça muito amigável e se relaciona muito bem com crianças. Pode ser um ótimo cão de alerta, pois tem a tendência a latir quando nota qualquer coisa fora do normal. Essa tendência deve ser controlada para que não vire obsessão.
  • Pelo com cores combinadas e bastante luminoso
  • Aparência semelhante aos conhecidos Spitz
  • Pernas médias e patas relativamente pequenas
  • Rabo com bastante pelo, parece um espanador
  • Orelha triangular e pontiaguda 
  • Nariz alongado e focinho ligeiramente achatado

Cuidados básicos

Apesar da quantidade de pelos não há uma frequência exata de banhos que devem ser dados nesse cachorro, o ideal é que o procedimento seja feito em dias com temperaturas mais elevadas e apenas quando o animal estiver sujo. Por outro lado é preciso realizar escovações no pelo no mínimo de duas em duas semanas, se houver disponibilidade para uma vez por semana é melhor ainda. Esse procedimento é importante para a retirada dos pelos mortos. 

O Finnish Lapphund é um cão muito ativo e inteligente, ávido por trabalho. Por isso o dono jamais pode deixá-lo sem alguma atividade. Exercícios diários e prolongados são essenciais para manter o comportamento adequado do animal quando ele estiver dentro de casa. A raça costuma se destacar em comandos de adestramento, assim esportes como a agility são recomendados. 



Alimentação

A quantidade de ração varia de acordo com o peso e o tamanho do animal e pode ser encontrada nas embalagens.

Deve-se alimentar o cão de duas a três vezes por dia e manter água à vontade. Cães de grande porte consomem rações large breed.

A qualidade da ração é fundamental para a saúde do animal. As do tipo Premium e Super Premium são as nutricionalmente balanceadas.

Até os doze meses, o Pastor Finlandês é considerado filhote. Nesta fase, a quantidade de ração varia de 95 a 355 gramas por dia. O alimento indicado são rações específicas para filhotes.

A partir de um ano o cão é considerado adulto. Deve-se mudar a ração e a quantidade varia de 160 a 375 gramas/dia.

Espaço para criação

Apartamentos e espaços pequenos não são o ideal para a raça. São ativos e precisam de atividades diárias de preferência ao ar livre. São sensíveis ao calor.

Saúde

O Cão Finlandês da Lapônia é considerado saudável na maior parte das vezes. Podemos dizer isso pelo fato de ele ter pouca chance de adquirir uma doença de forma hereditária. A maior preocupação do dono deve ser com a vista desse animal, seus exemplares são bastante propensos a doenças como a catarata e a GPRA. Os idosos costumam ficar cegos. 

Curiosidades

​Por que ter um Cão Finlandês da Lapônia em casa?

Apesar de não muito comum esse cachorro pode ser ideal para quem procura um animal de estimação de médio porte com uma aparência deslumbrante. É um cachorro muito inteligente, companheiro e fiel que se for bem treinado irá surpreender seu dono com o bom comportamento. 

Não requer muitos cuidados especiais quando o assunto é banho e cuidado com os pelos. 

Por que não ter um Cão Finlandês da Lapônia em casa?

Se você mora em um local de clima quente esse não é o cão mais indicado para se ter em casa. Como o próprio nome já diz, ele é originário da Lapônia e está acostumado com baixas temperaturas e neve praticamente durante todo o ano. Sua adaptação para o calor é muito difícil e pode gerar problemas de saúde e comportamento. 

Esse cachorro pode morar tranquilamente em apartamento, desde que o dono tenha tempo e vontade de proporcioná-lo uma quantidade de exercícios diários. O ideal seria pelo menos uma hora por dia de distração. 
Conheça outras raças de cães