Guia de Bichos
Buldogue Americano - undefined

Buldogue Americano

  • Nome no Brasil: Buldogue Americano
  • Nome original: American Buldog
  • País de origem: Estados Unidos
  • Tipo de pelo: Curto

Tudo sobre Buldogue Americano

Porte: grande
Área de criação: média
Energia: alta
Temperamento: amigável

Descrição

  • Porte: Grande
  • Função original: cão de trabalho
  • Altura do macho: 55 a 81 cm
  • Altura da fêmea: 46 a 71 cm
  • Peso do macho: 27 a 55 Kg
  • Peso da fêmea: 23 a 50 Kg
  • Expectativa de vida: 15 anos
  • Temperamento: alerta, inteligente, corajoso, confiante e trabalhador, muito carinhoso é leal ao dono e sua família. 
  • Pelagem: curto e macio se apresenta na maior parte das vezes na cor branca. 

Escala de 1 a 5

  • Para tutores de primeira viagem: 3
  • Energia: 5
  • Inteligência: 5
  • Facilidade de adestramento: 4
  • Como cão de guarda: 5
  • Adapta-se ao calor: 4
  • Adapta-se ao frio: 4
  • Adapta-se a vida em apartamento: 2
  • Necessidade de atividade física: 4
  • Fica bem sozinho: 3
  • Relacionamento com crianças: 3
  • Relacionamento com estranhos: 2
  • Tendência a latir: 3
  • Tendência a obesidade: 3

Cão de grande porte. Possui pelo curto e macio. Pode ser encontrado principalmente na cor branca, mas com variações como tigrado, vermelho e branco, castanho e branco, marrom e branco, creme e branco e preto e branco. Os olhos geralmente são castanhos, mas há ocorrências nas cores cinza, verde ou azul. 

Esse animal existe há muito tempo e foi o precursor dos buldogues, apenas após sua quase extinção e recuperação da raça nos Estados Unidos que passou a se chamar Buldogue Americano . Os antigos buldogues costumavam viver na Inglaterra e eram famosos pela capacidade de trabalho em diversas áreas, porém, quando passaram a ser utilizados para um esporte conhecido como "caça ao boi", uma atividade muito sangrenta que envolvia touros e cachorros, começaram a ser dizimados. Com a Segunda Guerra Mundial a raça quase chegou a extinção. 

A salvação foi que existiam alguns exemplares nos Estados Unidos, que foram levados para lá junto com imigrantes. Um veterano de guerra, o Sr. John D. Johnson decidiu que salvaria o Buldogue e iniciou uma série de cruzamentos assistidos. Atualmente o Buldogue Americano mantém as características que os ingleses conheciam e é conhecido em toda a América. 


Características

É forte, resistente, ativo e inteligente. Com a família é amigável fiel e obediente, sendo um bom cão de companhia. É agressivo com desconhecidos e briga para manter seu território, a não ser que seja muito mimado, pois ficará dócil demais. Não é indicado para convivência com outros cães, pois é possessivo em relação ao dono.
  • Porte grande;
  • Músculos fortes;
  • Rápido e corajoso;
  • Orelhas caídas;
  • Focinho achatado;
  • Maxilar proeminente com sobra de pele nas laterais;
  • Peitoral largo;
  • Pata grande;
  • Rabo comprido, duro e ereto.

Cuidados básicos

Quando se trata de banhos, tosa e cuidados relacionados a higiene o Buldogue Americano não está entre os cachorros que precisam de um cuidado muito especial. O pelo curto não exige banhos periódicos, uma vez por mês ou quando ele estiver sujo já é o suficiente. Escovar o pelo uma vez a cada duas semanas é importante para a retirada de pelos e pele mortos. Um shampoo a seco pode prolongar a necessidade de um banho. 

Já em relação ao comportamento o dono terá um pouco mais de trabalho. É importante socializar o cão desde filhote, caso contrário pode ficar agressivo com a família e os visitantes. Os instintos dele são de trabalhos como rebanho, caça e guarda, por isso ele precisa ter a personalidade muito bem moldada para não desenvolver problemas comportamentais. Possui facilidade para aprender e se o adestramento for bem feito, será muito eficiente. 

Caso tenha crianças em casa é preciso ficar atento, pois apesar de o Bulldog Americano adorá-las, seu peso e força podem machucá-las sem querer.

Alimentação

A quantidade de ração varia de acordo com o peso e o tamanho do animal, e pode ser encontrada nas embalagens.

Deve-se alimentar o cão três vezes por dia e manter água à vontade, sempre fresca, na vasilha.
Cães de grande porte consomem rações large breed.

Até os 12 meses, o Bulldog Americano é considerado filhote. Nesta fase, a quantidade de ração varia de 130 a 340 gramas por dia. O alimento indicado são rações específicas para filhotes.
A partir de um ano o cão é considerado adulto. Deve-se mudar a ração e a quantidade varia de 245 a 435 gramas/dia.

A qualidade da ração e fundamental para a saúde do animal. As do tipo Premium e Super Premium são as nutricionalmente balanceadas.

Espaço para criação

Por ser um animal de grande porte precisa de exercícios diários, como uma caminhada, mas se adapta tanto a ambientes abertos quanto fechados.

Saúde

Os cães da raça Buldogue Americano são considerados bastante saudáveis, tendo uma média de duração de vida de 15 anos, bastante superior a algumas outras raças. Mas isso não significa que eles estão livres de doenças, algumas complicações genéticas podem afetar um exemplar como a catarata ou a má formação das pálpebras. 

Como é comum de observar em cães de grande porte, eles também costumam ter problemas como a displasia do quadril e da patela. 

O dono precisa estar sempre atento aos sinais e, se perceber que há algo de estranho no animal, procurar um veterinário imediatamente. 

Curiosidades

​Por que ter um Buldog Americano em casa?

Para as pessoas que moram em casa com espaço grande e procuram um cachorro que possa ser o animal de estimação querido da família e ao mesmo tempo o cão de guarda essa raça pode ser uma ótima opção. Ela é bastante corajosa, destemida, forte e ágil, além de ficar muito satisfeita quando conclui um trabalho dado por seu dono. 

Por que não ter um Buldog Americano em casa?

Se não for adestrado devidamente esse animal pode se tornar um grande perigo. Muito forte, pode ser agressivo tanto com pessoas como com os outros cachorros. A falta de exercícios também pode se transformar em graves problemas comportamentais e de saúde. 

É bom deixar claro que a função desse cachorro nunca pode ser apenas a de guarda, ele precisa de carinho e atenção de sua família também. 
Conheça outras raças de cães