Guia de Bichos
Cabeça de Ameixa - undefined

Cabeça de Ameixa

  • Nome no Brasil: Cabeça de Ameixa
  • País de origem: Índia

Tudo sobre Cabeça de Ameixa

Descrição

  • Tamanho: 33 centímetros de comprimento
  • Escala de saúde (1 a 5): 4
  • Temperamento: amigável, quieto e social
  • Cor: pode aparecer em diferentes cores, a mais popular é a Fulvo
  • Expectativa de vida: 30 anos

    Uma das menores aves da espécie Psittacula, o pássaro Cabeça de Ameixa possui uma plumagem bastante colorida, mas que aparece somente quando o pássaro atinge a idade adulta. Como o nome já diz, a cabeça é cor de ameixa com nuances violeta na nuca e nas bochechas, mas a maioria do corpo é verde. O bico é pequeno e amarelado. As fêmeas dessa espécie não são coloridas, o que pode fazer com que sejam confundidas com machos jovens. Deve-se tomar cuidado na hora de adquirir esses animais. 

    O Cabeça de Ameixa é um periquito oriundo da região do Sri Lanka, Índia, Paquistão e das terras adjacentes. Vivem bem em áreas florestais e usam as árvores como seu habitat. Costuma viver bastante tempo. Quando em cativeiro não passa de 15 ou 20 anos, mas quando tratadas de forma adequadas podem alcançar longos 30 anos. 

Características

O Cabeça de Ameixa é uma ave com temperamento dócil e bastante amigável, o que facilita a sua domesticação. São monogâmicas e vivem tanto em pares como em pequenos bandos. Criadores recomendam manter o Cabeça de Ameixa em pares se a intenção for procriá-los. O canto dessa ave é melódico.

São relativos calmos e quietos por serem aves, o que permite viver em apartamentos e condomínios com muitos vizinhos. Cria um vínculo mais forte com quem o alimenta, torna-se manso e aos poucos fica bastante sociável e apegado aos membros da casa.

Porém, não é dos mais indicados para pessoas inexperientes na criação de aves, pois esta passa por alterações hormonais durante a adolescência e reflete no comportamento dela. Nessa fase eles costumam beliscar, mais retraído e barulhentos.


  • Bico pequeno e em forma de gancho
  • Cabeça vermelha e arroxeada (macho), cor de ameixa ou cinza arroxeada (fêmea)
  • Olhos pequenos, arredondados e bem separados
  • Nuances violetas na nuca e nas bochechas
  • Corpo proporcional, maior parte da cor verde
  • Penas abundantes e brilhantes
  • Rabo com penas longas e finas

Cuidados básico

Alguns cuidados com as aves devem ser diários, como a troca da água e a limpeza do viveiro. Os comedouros devem ser limpos regularmente para evitar a formação de bolor, causada por restos de alimentos. Muitas aves adoram se banhar e essa prática faz bem à saúde do animal. Portanto, é recomendado deixar à disposição uma banheira com água sempre limpa, para que se refresque.

É uma ave muito ativa na natureza e precisa de uma área de exercícios e brincadeiras se viver em cativeiro. O ideal é tirá-la da gaiola durante 3 a 4 horas por dia, desde que esteja em um local seguro, à prova de fugas. Deve supervisionado durante esse período para evitar que se machuque. O dono deve ter bastante tempo livre para cuidar dele.



Alimentação

A ração para qualquer ave deve ser muito bem balanceada. Existe no mercado uma grande variedade de marcas e composições específicas para cada espécie.

O armazenamento do alimento deve ser feito com cuidado mantendo as devidas condições de ventilação e higiene. 

A ração para essa espécie de ave é uma mistura de sementes (alpiste, girassol, aveia, milho de diversos tipos, etc), frutas e verduras. Essa espécie gosta de uma variedade de alimentos, incluindo couve e outras verduras. As aves não sentem o sabor "quente" ou picante que sentimos, então gostam bastante da semente da pimenta, por exemplo. 

Espaço para criação

O viveiro ou a gaiola deve ter um tamanho suficiente para abrigar o casal ou o bando de pássaros e deixado em local seco. O teto deve ser coberto. 

A ave deve ter espaço suficiente para abrigar também os objetos (potes, poleiros e brinquedos) e uma gaiola que permita a caminhada entre os poleiros sem obstáculos. Deve ser funcional no processo de manutenção e limpeza e sem apresentar riscos de fuga.


Custo de manutenção

Ração para aves exóticas (600 g): R$ 20,00 a R$ 28,00
O sexo dessa espécie é fácil de descobrir pela cor da plumagem, já que ela tem dimorfismo sexual. O macho tem cabeça vermelho-arroxeada, com um anel preto em torno do pescoço. Fêmeas têm penas azul-cinza na cabeça, sem anel preto no pescoço. Mas muitas podem ter penas amarelas em seus pescoços.

Saúde
Alguns sinais denotam boa saúde da ave:
  • Penas lisas e brilhantes
  • Narinas secas e olhos brilhantes
  • Come e bebe durante o dia
  • Emite sons
  • Ativa, alerta e sociável 

Sinais de alerta:
  • Penas opacas e quebradiças
  • Sonolência excessiva
  • Bico, unhas e pés com escamação
  • Perda de apetite e peso
  • Chiado na respiração
  • Olhos vermelhos ou inchados, espirro ou tosse
  • Fezes com coloração diferente

Por quê ter uma ave Cabeça de Ameixa?
Essa ave é social, amigável e forma fortes laços com seu dono, em especial quando alimentado. Aos poucos se torna manso e apegado a um membro da casa em específico.

É calma e faz pouco barulho, então é ótima para apartamento. 


Por quê não ter uma ave Cabeça de Ameixa?
Não é indicada para pessoas inexperientes que nunca cuidaram de aves antes. Durante a adolescência fica mais arisca e tende a querer bicar seu dono. Portanto, requer paciência. 

Também precisa de um dono com bastante tempo livre para cuidar dela. Se você não tem disponibilidade para cuidar da ave, é melhor escolher outra espécie.
Conheça outras raças de pássaros