Guia de Bichos
Japanese Bobtail  - undefined

Japanese Bobtail

  • País de origem: Japão
  • Tipo de pelo: Médio

Tudo sobre Japanese Bobtail

Porte: médio
Área de criação: média
Energia: alta
Temperamento: dócil

Descrição

  • Porte: médio
  • Área de criação: vive bem em qualquer ambiente, só precisa de espaço para se exercitar e gastar energia
  • Energia numa escala de 1 a 5: 4
  • Saúde numa escala de 1 a 5: 4
  • Tipo de pelo: existe na versão curto ou longo, sendo ambos macios e sedosos
  • Temperamento: ativo, inteligente, amoroso, leal e companheiro
  • Expectativa de vida: mais de 15 anos
  • Peso do macho:  2,7 e 4,5 kg
  • Peso da fêmea: 2,7 e 4,5 kg

Gato de médio porte. A pelagem é curta, macia e sedosa. Este gato vem em ambos os comprimentos de pelagem, longa e curta, e numa grande variedade de cores e padrões. A cor tradicional é o tricolor ke-mi (mee-kay) que combina vermelho rico, profundo preto e branco imaculado em um pacote que é considerado boa sorte. Ele pode ter olhos de qualquer cor. A característica mais interessante do gato é o “rabo cortado”, que consiste numa variedade de dobras e curvas que formam um “efeito semelhante a um pompom”, dando a impressão que o gato tem duas caudas.

A origem do Japanese Bobtail está cheia de ambiguidades. Embora tenha sido determinado que seu país de origem é o Japão, é bem possível que a raça tenham se desenvolvido em outras regiões do Extremo Oriente, incluindo Malásia, Tailândia e Birmânia. 

O folclore japonês tem várias histórias sobre gatos de cauda curta. Uma delas diz que o rabo de um felino pegou fogo e, por causa do desespero, o animal correu pela cidade inteira e acabou ateando fogo nas casas. No dia seguinte, o local tinha sido arrasado pelo fogo e o Imperador, com raiva, aprovou um decreto para a cauda de todos os gatos serem cortadas para evitar outro acidente. 

A outra lenda de Maneki Neko dizia que o "gato beckoning" atraia muitos viajantes por onde passava. Esse felino foi considerado um símbolo de fortuna e boa sorte. Réplicas do felino decoram lares por causa da lenda. A fachada do Templo de Gotokuji, perto de Tóquio, também tem um retrato desse animal. 

Acredita-se que o Japanese Bobtail chegou ao Japão no século VI. A cauda curta e em forma de pompom provavelmente surgiu de forma natural. Já no século XVII, o gato se tornou popular no país. Existem até hoje pinturas e gravuras de felinos tri-colores de cauda curta. Eles eram reverenciados pelos japoneses por conta da lenda de trazer boa sorte e fortuna. 


No entanto, o destino da raça mudou completamente quando a indústria da seda ficou ameaçada. Os ratos começaram a destruir os bichos da seda, o que atrapalhava o comércio. Dessa forma, o governo declarou que todos os gatos deveriam ser soltos nas ruas para combater a praga. O Japanese Bobtail foi obrigado a aprender a viver sozinho e foi relegado a ser um animal comum. Depois desse caso, a raça nunca mais teve o status de antigamente. 

Os primeiros exemplares foram importados para os Estados Unidos nos anos 1900 por Judy Crawford. A popularidade só cresceu em 1968, quando Elizabeth Freret importou três Japaneses Bobtails do Japão. Ela se uniu a outros criadores e juntos iniciaram um programa de reprodução.  Em 1969, a Associação Cat Fanciers (CFA) aceitou a raça. Em 1971, o felino recebeu status provisório e, em 1976, entrou para campeonatos no CFA. Em 1979 a TICA aceitou o gato.

Hoje, as principais associações felinas aceitaram o Japanese Bobtail. A variação de pelos longos foi apresentada recentemente nos EUA e foi bem recebida. Apesar do gato de pelagem longa existir a séculos, o TICA só reconheceu em 1991. 

Características

Este gato encantador é muito ativo e inteligente. Ele gosta de ter companhia e amor, com um vasto vocabulário de miados. É conhecido como uma raça bem falante, por isso existe a crença popular de que a raça canta. Quando não está investigando o conteúdo de um armário ou saltando para o topo de uma estante para ter uma melhor visão do que está acontecendo, este felino está brincando de jogar objetos de um lado para o outro. Ele é leal à sua família e se adapta bem a outros animais de estimação e crianças, sendo assim, um ótimo companheiro para todos.

Por ser um gato inteligente, é fácil de treinar e executar truques. É bem disposto e gosta de agradar os donos. Diferente da maioria das raças, o Japanese Bobtail não tem problemas com água. Ele se adapta bem a qualquer rotina, só precisa ter um tempo no final do dia para receber carinho e atenção. A raça é obstinada e um pouco teimosa, o que às vezes torna difícil lidar com ele. Evite deixá-lo entediado, pois ele pode usar sua criatividade paga se distrair e pode não ser algo bom. 

  • Gato de porte médio
  • A cabeça tem formato equilátero
  • As bochechas são proeminentes
  • O focinho é bastante amplo, não brusco
  • Os olhos são grandes, redondos e em tom oval, pode ser de qualquer cor 
  • Pode ter heterocromia, um olho de cor diferente do outro. É frequente um olho ser azul (a significar prata) e o outro amarelo (ouro).
  • As orelhas são grandes, eretas, bem separadas, mas em ângulo reto com a cabeça e olhando com alerta
  • O pescoço não é muito longo e nem muito curto, proporcional ao comprimento do corpo
  • O corpo tem comprimento médio
  • Os machos tendem a serem maiores do que as fêmeas
  • O torso é longo, magro e elegante, mostrando ser bem desenvolvido em força muscular
  • Os membros são longos e finos
  • As pernas traseiras são mais longas do que as anteriores
  • As patas são ovais
  • A característica mais interessante do gato é o “rabo cortado”, que consiste numa variedade de dobras e curvas que formam um “efeito semelhante a um pompom”, dando a impressão que o gato tem duas caudas
  • A pelagem é curta ou longa, macia e sedosa 
  • Vem numa grande variedade de cores e padrões
  • A cor tradicional é o tricolor ke-mi (mee-kay) que combina vermelho rico, profundo preto e branco imaculado em um pacote que é considerado boa sorte

Cuidados básico

Todas as raças de gato devem ser escovadas regularmente. Durante os períodos de queda da pelagem deve-se aumentar a frequência das escovações. Tal prática favorece a limpeza da pelagem, além de prevenir a ingestão de pelos quando o animal se lambe. Conhecidos por sua higiene, gatos se limpam constantemente e isso dispensa banhos frequentes. 

As caixas de areia devem ser limpas diariamente, evitando que o animal escolha outros lugares para fazer suas necessidades. Bigodes e unhas não devem ser cortados, pois são defesas naturais do animal. Este gato gosta de ingerir água corrente, muitas vezes, mais do que o permitido, com isso, pode sofrer de problemas renais sérios. Uma dica é deixar uma tigela com água filtrada sempre perto do bichano. Verifique as orelhas regularmente para evitar infecções futuras. 

Alimentação

Gatos devem ter acesso constante a um comedouro e a um bebedouro bem
abastecidos. Preferem água corrente e costumam ingerir mais líquido quando tem essa possibilidade, hábito que previne muitas doenças renais. Uma sugestão é deixar uma fonte em algum canto da casa ou acostumar o animal a beber água da torneira quando for aberta.
A quantidade de ração varia de acordo com o peso do animal, sua atividade física e pode ser encontrada nas embalagens. A qualidade da ração é fundamental para a saúde do gato. As do tipo Premium e Super Premium são as nutricionalmente balanceadas.
Até os doze meses, o Bobtail Japonês é considerado filhote. Nesta fase, a quantidade de ração varia de 30 a 80 gramas por dia. O alimento indicado são rações específicas para filhotes.
A partir de um ano o gato é considerado adulto. Deve-se mudar a ração e a quantidade varia de 25 a 50 gramas/dia.

Espaço para criação

Este gato gosta de vasculhar o espaço para saciar sua intensa curiosidade, no entanto, nada impede que ele viva num ambiente mais fechado, como um apartamento, desde que tenha um espaço suficiente para se exercitar e gastar suas energias.

Saúde

​O Japanese Bobtail é uma raça saudável e não possíveis doenças genéticas. No entanto, e ste gato gosta de ingerir água corrente, mais do que o permitido, com isso, pode sofrer de problemas renais sérios. Além disso, levo-o regularmente ao veterinário para garantir a boa saúde do animal. 

Curiosidades

​Por que ter um Japanese Bobtail em casa?
Esse gatinho tem uma origem cercada de lendas. A principal delas é o símbolo de fortuna e boa sorte que o Japanese Bobtail tem, algo que sempre atraiu muito a popular do país. Fora isso, a personalidade do animal também costuma encantar as pessoas. Ele é ativo, amoroso, afetuoso e gosta de agradar os donos. É 
leal à sua família e se adapta bem a outros animais de estimação e crianças, sendo assim, um ótimo companheiro para todos. Consegue se adaptar facilmente as mais variadas casas e pessoas, só precisa receber atenção e carinho no final do dia. 

É bastante inteligente, por isso, pode ser treinado e consegue executar truques. Uma característica que chama atenção é o fato do gato ser bem falante. Ele tem a capacidade de miar de variadas formas, por esse motivo existe uma lenda de que o felino canta. 
Diferente da maioria das raças, o Japanese Bobtail não tem problemas com água. Gosta de vasculhar o espaço para saciar sua intensa curiosidade, no entanto, nada impede que ele viva num ambiente mais fechado, como um apartamento, desde que tenha um espaço suficiente para se exercitar e gastar suas energias. Tem uma boa saúde e os cuidados são simples.

​Por que não ter um Japanese Bobtail em casa?
Apesar da boa personalidade o gato é obstinado e um pouco teimoso. Isso pode tornar difícil lidar com ele às vezes. Fora isso, vale ressaltar que é um animal ativo, então precisa de espaço e objetos para gastar energia e se divertir. Por isso, é bom evitar deixá-lo entediado, pois ele irá usar toda sua criatividade e curiosidade para se distrair e os donos podem não gostar. 

Apesar de ter um gosto pela água é preciso ficar de olho no Japanese Bobtail. Ele tende a beber água correte mais do que o permitido. Essa prática do animal pode levar a problemas renais sérios. 

    Conheça outras raças de gatos