Guia de Bichos
Pastor Alemão - undefined

Pastor Alemão

  • Nome original: Deutscher Schäferhund
  • País de origem: Alemanha
  • Preço médio: R$ 1.500 (preço mínimo) a R$ 5 mil (preço máximo)
  • Tipo de pelo: Médio

Tudo sobre Pastor Alemão

Porte: médio
Área de criação: média
Energia: alta
Temperamento: amigável

Descrição

  • Nome em inglês: German Shepherd Dog
  • País de origem: Alemanha
  • Grupo: 1 – Cães Pastores e Boiadeiros
  • Porte: 1 – Cães Pastores
  • Machos: entre 60 e 66 centímetros/ entre 34 e 43 quilos
  • Fêmeas: entre 55 e 60 centímetros/ entre 34 e 43 quilos
  • Temperamento: inteligente, leal, dedicado e autoconfiante
  • Expectativa de vida: 10 a 14 anos

Escala de 1 a 5 

  • Para tutores de primeira viagem:  3
  • Energia:  4
  • Inteligência:  5
  • Facilidade de adestramento:  5
  • Como cão de guarda:  5
  • Adapta-se ao calor:  3
  • Adapta-se ao frio:  4
  • Adapta-se bem à vida em apartamento:  2
  • Necessidade de atividades físicas:  5
  • Fica bem sozinho:  2
  • Relacionamento com a família:  5
  • Relacionamento com crianças:  5
  • Relacionamento com estranhos:  2
  • Tendência a latir:  4
  • Tendência à obesidade:  2

Cão de tamanho grande, possui dupla pelagem. O pelo externo é áspero, duro e reto. Na cabeça, orelhas e patas o pelo é mais curto, e ao redor do pescoço e nas coxas, mais longo. Encontrados em diversas variações de cores, do preto com marcas marrom avermelhada, marrom ou amarela, até cinza claro. Pode ter marcas brancas no peito e pernas. É musculoso. 

A história do Pastor Alemão é recente, interessante e precisa. A raça foi criada em 1899 pelo capitão Max von Stephanitz, um capitão da cavalaria alemã aposentado que decidiu criar a raça de cão alemão perfeita para conduzir um rebanho. Sua ideia era produzir uma raça distinta das usadas para essa tarefa na época, uma raça única e 100% germânica.

Von Stephanitz desejava criar um cão atlético, inteligente, corajoso e excepcional. Para isso, estudou as técnicas de reprodução dos britânicos, notáveis por seus cães de pastoreio excepcionais, e participou de diversas exposições de cães de pastoreio na Alemanha.

Em 1899 surgia a Sociedade do Cão Pastor Alemão ( Vereins für Deutsche Schäferhunde ), dedicada exclusivamente à reprodução e criação dos Pastores Alemães. De início, eles foram excelentes cães de pastoreio, mas com a industrialização da Alemanha começaram a ser usados no serviço militar.

Aproveitando seus contatos, von Stephanitz convenceu o governo alemão a usar a raça durante a Primeira Guerra Mundial. Ele atuou como mensageiro, guarda, portador de provisão e sentinela. 

Mas não foi o trabalho heroico da raça que lhe rendeu a popularidade. O Pastor Alemão, que ocupa o 3º lugar no ranking de inteligência canina, foi usado diversas vezes no cinema, em especial no clássico Rin Tin Tin. A raça foi reconhecida pela AKC em 1908 e hoje é a segunda mais popular dos EUA e uma das mais queridas de todo o mundo. 

Características

A raça é muito utilizada como cão policial, pois tem facilidade em aprender e é muito obediente. É dócil, corajoso, tranquilo e vigilante. Fiel ao dono, faz de tudo para protegê-lo. Gosta da companhia da família e pode ser receoso com estranhos. Não representa nenhum risco a crianças. Late pouco, apenas quando precisa dar um alerta.

  • 3ª raça mais inteligente do mundo;
  • Cabeça forte, proporcional ao corpo e com a largura afunilando em direção ao focinho;
  • Olhos médios, amendoados e não proeminentes;
  • Orelhas eretas, de tamanho médio, elevadas, alinhadas e pontiagudas;
  • Trufa preta;
  • Pescoço forte, musculoso e sem pele solta;
  • Tronco forte, longo, firme e muito musculoso;
  • Cauda pendente para baixo e com pelagem mais longa na parte inferior;
  • Pelo de cobertura denso; pelo externo longo e macio;
  • Máscara e manto pretos;
  • Preto com marcas marrom avermelhado, creme ou até cinza claro.

Cuidados básico

Este cão não deve ser mantido isolado por longos períodos. Precisa ter tarefas a fazer, sentir-se útil e ter atenção, caso contrário se tornará destruidor. Deve ser escovado todos os dias, pois solta muito pelo.

Exercícios físicos e mentais diários. Sem eles, seu Pastor Alemão ficará aborrecido e frustrado e poderá apresentar um comportamento bem desagradável. Um quintal espaçoso o deixará satisfeito, mas caminhadas, longos exercícios e aulas de adestramento farão muito bem ao seu cão.

Ele é muito ligado à família, então mesmo que precise de espaço grande também gosta de ficar dentro de casa junto aos seus tutores. É um ótimo cão doméstico, carinhoso e muito leal, e seu pelo deve ser escovado duas vezes na semana.

Por ser avesso a estranhos e possuir tendências à defesa, é bom acostumá-lo desde cedo com crianças pequenas e idosos. Se sua casa recebe muitas visitas, é preciso ensiná-lo a tratar isso como normal. 

Alimentação

A quantidade de ração varia de acordo com o peso e o tamanho do animal, e pode ser encontrada nas embalagens, geralmente é de  3 a 4 xícaras de alimento seco de alta qualidade, dividido em duas porções diárias. 

Espaço para criação

Pode ser criado em apartamento desde que tenha atenção e exercícios. É indicada bastante atividade física, como longas corridas diariamente, mesmo que o cão tenha um quintal.

Custo de manutenção

O Pastor Alemão foi criado em excesso, principalmente após a Primeira Guerra Mundial, e com isso os problemas de saúde foram aumentando ao longo dos anos.

A displasia coxofemoral é extremamente comum à raça e ocorre por uma alteração na conexão entre a cabeça do fêmur e a pélvis, levando à claudicação, dores e desconforto. A transmissão é hereditária, recessiva e pode ocorrer por conta de vários genes.

Dificuldade de caminhar, estalos nas articulações e sinais de dor ao caminhar são os principais sintomas. A doença pode prejudicar a mobilidade do cão e até deixá-lo paraplégico.

Outra doença que leva à ausência do movimento das patas traseiras é a mielopatia degenerativa, que atinge progressivamente a medula espinhal, em especial a parte que comunica o cérebro às patas traseiras. Cães com essa doença agem como se não soubessem movimentar as pernas traseiras e, futuramente, acabam perdendo os movimentos delas.

Displasia de quadril e de cotovelo podem também atingir a raça. A insuficiência pancreática, quando o pâncreas deixa de absorver alimentos porque as enzimas digestivas são destruídas, e torção gástrica aparecem ocasionalmente. 

Curiosidades

Rin Tin Tin, um dos primeiros personagens caninos a se tornar famoso mundialmente é um Pastor Alemão. O primeiro seriado da TV brasileira (1960) contou com um cão desta raça, era Lobo, o fiel companheiro de Carlos, o Vigilante Rodoviário.

O Pastor Alemão precisou ser rebatizado em 1917 pela AKC, pois a associação com os alemães não era bem vista. Recebeu o nome de Shepherd Dog nos EUA e Lobo da Alsácia na Inglaterra (pela BKC). Só em 1931 a AKC restaurou o nome original, enquanto a BKC fez o mesmo em 1977, pois o nome “Lobo da Alsácia” fazia as pessoas temerem a raça.  

Por que ter um Pastor Alemão?

Uma das raças mais populares e inteligentes do mundo, o Pastor Alemão foi criado para o trabalho e pode ser considerado multifunções: estrela de cinema, guia para cegos, serviço militar e policial, pastoreio, busca e salvamento e detecção de drogas.

É muito atento, vigilante e dedicado à sua missão, sendo um excelente cão de guarda . Ainda assim, não é violento, pois tem o perfil para defesa e não para o ataque, sendo um ótimo companheiro para casa e que se dá bem com crianças, idosos e outros animais domésticos.

Sua alta inteligência o faz um cão fácil de treinar e que adora aprender coisas novas, como truques, brincadeiras, jogos, comandos e obediência. Ele adora agradar os tutores e é muito fiel a eles. Depois de adultos, ficam ainda mais calmos e carinhosos.

Por que não ter um Pastor Alemão?

Como todo cão de pastoreio, essa raça tem uma alta dose de energia e precisa de muito exercício e atividades físicas e mentais. Se não tiver tempo para isso, esqueça: o tédio pode levá-lo a mastigar coisas, destruir a casa e latir muito.

Não é um cão para viver dentro de um apartamento ou em um espaço pequeno. Precisa de grandes quintais, onde possa se exercitar sem limites, ou poderá se aborrecer.

O Pastor Alemão é muito atento e protetor, e por isso vai estranhar qualquer visita ou hóspede com o qual não esteja acostumado. Bom para quem quer um cão de guarda, ruim para quem recebe visitas frequentes.  

Conheça outras raças de cães