Guia de Bichos
Lhasa Apso - undefined

Lhasa Apso

  • País de origem: Tibete
  • Preço médio: R$ 1.500, 00 a 5.000,00
  • Tipo de pelo: Alto

Tudo sobre Lhasa Apso

Porte: médio
Porte: médio
Porte: médio
Porte: médio

Descrição

  • Grupo: 9 – Cães de companhia
  • Porte: 5 – Raças tibetanas
  • Machos: altura entre 25 e 29 centímetros/ peso entre 6 e 9 quilos
  • Fêmeas: altura entre 25 e 27 centímetros/ peso entre 5 e 7 quilos
  • Expectativa de vida: 12 a 14 anos
Escala de 1 a 5

  • Para tutores de primeira viagem: 5
  • Energia:  4
  • Inteligência:  4
  • Facilidade de adestramento: 3
  • Como cão de guarda: 4
  • Adapta-se ao calor:  2
  • Adapta-se ao frio: 3
  • Adapta-se bem à vida em apartamento:  5
  • Necessidade de atividades físicas:  4
  • Fica bem sozinho:  4
  • Relacionamento com a família:  4
  • Relacionamento com crianças:  4
  • Relacionamento com estranhos:  2
  • Tendência a latir: 4
  • Tendência à obesidade:  3

Cão de pequeno porte, estrutura compacta e proporcional. Possui uma pelagem lisa e abundante que cobre os olhos e forma uma cauda bem franjada. As cores aceitas para essa raça são a areia, mel, dourado, diversas tonalidades de cinza e marrom.

O Lhasa Apso tem origens nas aldeias e mosteiros do Tibete, onde foi criado exclusivamente por monges e pela nobreza para agir como protetor. As crenças budistas afirmavam que as almas dos lamas entravam nos corpos sagrados dos cães após a morte, o que aumenta a reverência por esses animais.

A história remonta a 800 a.C.. Esses cães só eram autorizados a deixar o país quando dados como presentes pelo Dalai Lama, que enviava sempre pares para levar boa sorte e prosperidade.

Por viverem em picos altos, precisaram se adaptar para resistir às condições climáticas. O pelo longo e áspero agia como isolante, e a queda do pelo sobre os olhos os protegia do vento e poeira.

Nos Estados Unidos, os primeiros cães da raça chegaram em 1930, como presente do 13º Dalai Lama. Não demorou muito para a AKC reconhecer a raça, em 1935.

Características

O Lhasa Apso é conhecido pela sua vivacidade e disciplina. São cães inteligentes, amigáveis e ótimos companheiros da família. Tem a tendência a desenvolver comportamentos agressivos com estranhos, crianças e outros cães, além de latir descontroladamente, se não for submetido a limites e a liderança do dono desde filhote. Costumeiramente essas raças pequenas, dada a sua aparência frágil, são tratadas como pessoas e tomam a liderança do bando tornando a convivência muito tensa. Com disciplina o Lhasa Apso será um amigo muito inteligente, amoroso e apegado a todos da família.
  • Pelagem abundante, com os pelos externos longos e ásperos e os subpelos moderados;
  • Aparece em diversas cores, como dourado, areia, mel, cinza escuro, preto ou branco;
  • Cabeça guarnecida por pelos, que caem sobre os olhos;
  • Focinho reto;
  • Olhos escuros e de tamanho médio;
  • Orelhas pendentes e com franjas abundantes;
  • Pescoço forte e arqueado;
  • Tronco equilibrado e compacto;
  • Cauda alta, bem franjada e frequentemente com um nó na ponta. 

Cuidados básico

Mesmo com uma pelagem densa não há uma frequência obrigatória de banhos. Escovações devem ser feitas diariamente. Pede-se atenção com a limpeza das orelhas para evitar infecções.
                          
                            
                              É preciso educar o Lhasa Apso, que tem uma tendência natural de assumir a liderança da casa. Se você não fizer isso, ele tomará as rédeas e criará as próprias regras. 
Apesar da teimosia e amadurecimento lento, são fáceis de treinar e se adaptam rapidamente às novidades. A socialização e treinamento precoces são essencias para o sucesso da raça como integrante da familia. 
                          
                            
                              
                                
                              
                            
                          
                            
                              
                                Os principais cuidados com a raça referem-se ao seu pelo, que deve ser escovado a cada dois dias para evitar que se embaracem. Banhos frequentes são recomendados, mas lembre-se de tirar os nós antes – ficará muito mais dificil com o pelo molhado.                                   
                                
                              
                            
                              
                                Os dentes também devem ser escovados frequentemente e as gengivas devem ser avaliadas sempre que possível. Apesar da raça ter um histórico de ser resistente, deve ser criada dentro de casa, e não na rua. 
                                
                                  
                                
                              
                            

Alimentação

A quantidade de ração varia de acordo com o peso e o tamanho do animal e pode ser encontrada nas embalagens.
Deve-se alimentar o cão de duas a três vezes por dia e manter água à vontade. Cães de pequeno porte consomem rações small breed.
A qualidade da ração é fundamental para a saúde do animal. As do tipo Premium e Super Premium são as nutricionalmente balanceadas.
Até os doze meses, o Lhasa Apso é considerado filhote. Nesta fase, a quantidade de ração varia de 90 a 95 gramas por dia. O alimento indicado são rações específicas para filhotes.
A partir de um ano o cão é considerado adulto. Deve-se mudar a ração e a quantidade varia de 85 a 95 gramas/dia.

Espaço para criação

Essa raça se adapta bem em apartamento e espaços pequenos, mas passeios diários são recomendados para manter o equilíbrio mental e físico do cão.

Custo de manutenção

Os cães dessa raça são geralmente saudáveis e apresentam pouca propensão a problemas de saúde. Em comum com outras raças, podem apresentar alergias normais (alimentares, de contato ou inalantes), luxação patelar, problema comum em cães pequenos, e atrofia progressiva da retina, doença ocular que deteriora gradualmente a retina.

Olho seco é outra doença comum, na qual a produção de lágrima é deficiente e os olhos começam a secretar um cerume amarelado. A doença conhecia como Cherry Eye (Olho de Cereja, em português livre) provoca inchaço na glândula conhecida como terceira pálpebra, semelhante a uma massa vermelha no canto interno do olho.

Problemas mais graves incluem Adenitis Sebaceous , condição confundida com hipotireoidismo ou alergia, na qual as glândulas sebáceas da pele inflamam por razões desconhecidas. Desconfortável para o cão, que pode ser afetado de diversas formas – desde pele seca e perda de pelo até odor desagradável e infecções de pele. 

Por que ter um Lhasa Apso?

Tamanho não é documento quando se fala no Lhasa Apso. Essa raça pode ser pequena, mas sua autoconfiança, senso de independência e temperamento forte o fazem um cão semelhante aos de grande porte.

Não é a toa que ele se acha maior do que é e trabalha bem como cão de guarda – afinal, além de estranhar pessoas diferentes, ele também é um protetor leal. Apesar de não ser agressivo, o Lhasa pode surpreender quem ousa duvidar do seu potencial como guardião.

O Lhasa Apso também é um excelente companheiro, do tipo leal à família. Travesso e brincalhão, adora participar de jogos e entreter os tutores tanto quanto gosta de tirar uma soneca e passar horas no sofá com a família.

Por que não ter um Lhasa Apso?

O Lhasa Apso é muito independente e está preocupado em fazer as coisas que lhe agradam. Não espere um cão cujo principal objetivo é entreter seus tutores ou fazer aquilo que eles mandam: é teimoso e corajoso, e pode ser cansativo tentar lhe dar ordens.

Essa é uma raça que amadurece lentamente, sendo considerada filhote até os três anos de idade. Isso pode ser frustrante durante os treinamentos, já que eles dificilmente vão levar as aulas a sério. Ele pode tender à manipulação, pois é inteligente e possui capacidade única de raciocinar, sendo preciso pulso firme para ensina-lo a obedecer.

Se tiver crianças em casa, repense a decisão de adotar um Lhasa, que pode ser impaciente com o estilo dos pequenos. Lares com crianças mais velhas ou somente adultos são ideais para a raça. 

Conheça outras raças de cães