Este cãozinho fez diferente: não perdeu tempo com os preparativos pré-balada e viralizou na internet com a fama de penetra!

Final de semana, para muitos, é sinônimo de diversão. Uma alternativa muito utilizada para espairecer e deixar de lado as mazelas da semana é os bares e baladas. Os eventos ganham forma na sexta-feira e duram até os últimos segundos do domingo. Até quem está sem dinheiro dá aquele jeitinho de aproveitar, afinal, vale tudo em nome da diversão.

+ Cão pastor se confunde e leva rebanho de ovelhas para dentro da casa dos donos

Os seguranças de baladas já estão acostumados a barrar pessoas que não foram convidadas, mas os de uma casa noturna em Novo Horizonte, no interior de São Paulo, tiveram que conter um penetra diferenciado: um cãozinho indefeso que resolveu curtir os embalos de um sábado à noite. Com sua fofura e curiosidade, o animal que estava na pista foi fotografado por Lucas Valéono, fotógrafo profissional, no momento exato de sua captura.

A foto mostra os seguranças com o cachorrinho, este possui a feição de quem não esperava que a noite acabaria tão cedo. Lucas postou a imagem em seu perfil pessoal e a cena inusitada virou sucesso nas redes sociais, ganhando muitos comentários. Veja:





+Veja o que acontece quando um pet e seu dono fazem uma viagem de avião

Qualquer semelhança com os humanos é mera coincidência:




Até quem prefere deitar e assistir filmes também se identificou com a feição de quase tédio do cachorro:





Ou a feição seria um traço de quem não se arrependeu de tentar uma vida mais agitada?








O evento ainda despertou a imaginação dos apaixonados por bichinhos:





Em sua rede social, Lucas relatou que o animal se chama Dingo e que não é a primeira vez que é fotografado aproveitando –ou pelo menos tentando aproveitar- uma boa festança:




+Vídeo de gorila escolhendo uma parceira viraliza no Twitter

Dingo, quando retirado pelos seguranças, “foi muito bem tratado”, segundo post de Jéssica Carl, em um grupo de facebook, reproduzido na rede social de Lucas. A medida só aconteceu para que o cão não fosse pisoteado ou machucado, uma vez que o ambiente estava escuro e com música alta.


    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.