Crianças e gatos podem se tornar melhores amigos!

Felinos e crianças podem ser uma boa combinação, pois os gatos não são tão territoriais e apegados aos donos como os cães, que acabam sofrendo de ciúmes quando a família cresce.

+Policiais acham hamster abandonado e ele ajuda a combater o crime

 O mais importante é ensinar felinos e crianças a conviverem. O cachorro é mais dócil e paciente,  e por isso costuma a não reclamar das brincadeiras com crianças, que geralmente envolvem puxões e apertões, mas os gatos são um pouco diferentes nesse quesito.

Como fazer para que felinos e crianças tenham uma boa relação!
Reprodução
Como fazer para que felinos e crianças tenham uma boa relação!


A criança tem que entender que o gato não é um brinquedo, não pode ser arrastado, apertado ou puxado, pois ele pode se irritar e arranhá-la. As crianças gostam de brincar com gatos, mas na primeira vez que puxarem o rabo de um, podem se machucar.

+Veterinário canta para cão nervoso antes de entrar na cirurgia!

A criança também precisa ser ensinada a não correr atrás do bichano pela casa. Se ele estiver sossegado, deixe-o como está, pois quando ele estiver disposto a brincar, ele mesmo virá pedir por atenção. A independência e a privacidade dos gatos são fatores que devem ser respeitados para uma boa convivência entre felinos e crianças.

Responsabilidade

É legal deixar que seu filho fique encarregado de alimentar o gato, pois assim ele criará um senso de responsabilidade, e o gato se acostumará com sua presença constante. Encarregá-la de limpar a caixinha de areia, contudo, não é indicado, pois o contato com as fezes e urina infectadas do gato pode trazer problemas à saúde da criança.

+Conheça os gatos que alegram a vida das celebridades

O importante é estimular o amor e compreensão pelos animais, e então felinos e crianças terão uma ótima convivência!

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.