A dona de Lucky é muito orgulhosa da força que seu animal possui

Lucky é um sobrevivente de uma ninhada de três filhotes. Seu antigo dono tinha certeza de que ele não iria sobreviver, pois era um cachorro albino, o menor e mais fraco da ninhada. Não havia esperança para esse pet. 

Saiba mais:  Cão que era recusado e correu risco de eutanásia, agora faz fila para adoção

Certo dia, Clanay Reza viu um post no Facebook pedindo ajuda. A pessoa contou nessa publicação que seu vizinho tinha filhotes, mas a mãe havia morrido e não sabiam o que fazer. Reza decidiu oferecer ajuda. O proprietário entregou os animalzinhos para a ela, em Riverside, Califórnia e contou que dois deles, incluindo Lucky, eram cachorros albinos.

Lucky e seus três irmão ainda flihotes
Reprodução Redes Sociais
Lucky e seus três irmão ainda flihotes

Os filhotes eram bem pequenos, cabiam na palma da mão, mas Reza não notou que algo estava errado com eles até começarem a ter problemas de respiração e cuspir sangue. Quando isso aconteceu, a jovem se apressou para levar os animais ao veterinário. O profissional tratou da saúde deles e removeu os diversos carrapatos do corpo. 

Mas mesmo com a ajuda do veterinário, os filhotes estavam em mal estado. Infelizmente, nas próximas 48 horas daquele dia, dois filhotes morreram e Lucky era o único que restava. "Mas ele sobreviveu, e eu fiquei tão chocada, ele era um pequeno lutador", disse a dona ao site The Dodo.

O cachorro albino foi o único que sobreviveu de três filhotes
Reprodução Redes Sociais
O cachorro albino foi o único que sobreviveu de três filhotes

Ao longo dos dias, o animalzinho ia se fortalecendo e cerca de duas semanas depois, Lucky abriu os olhos, e foi quando Reza percebeu que seu olho direito estava infectado. Eventualmente, ele precisaria ser removido. Ele era parcialmente cego.

Veja também:  Cachorro é salvo pela polícia norte-americana após sofrer overdose de heroína

Apesar de seus problemas de saúde, Lucky continuou a crescer e melhorar. Agora ele tem 11 meses de idade. O cachorrinho não só tem sorte de estar vivo, mas também é extremamente sortudo por ter sido adotado por Reza. 

Lucky ainda tem vários problemas de saúde, seu olho restante e sua pele são extremamente sensíveis à exposição ao sol por causa de seu albinismo. Mas nada o impede de aproveitar a vida. 

Os óculos de sol são necessários para a proteção na rua
Reprodução Redes Sociais
Os óculos de sol são necessários para a proteção na rua

Para ajudar a proteger o bom olho do sol, Reza coloca óculos de proteção especiais protegidos contra raios UV quando ele sai. "Eu tento limitar a exposição lá fora, porque o veterinário disse que ele está mais em risco de câncer de pele", disse Reza. "Mas não dá para evitar, ele simplesmente adora sair, então usa seus óculos e protetor solar."

Before we went on our walk i was modeling for mommy this morning. ❤☺️ #luckysecondchanceatlife #doggles #albino #modeling #thedodo #rescuedogsofinstagram

Uma publicação compartilhada por Lucky Reza🍀 (@luckysecondchanceatlife_) em

A jovem adora o pet por sua garra e superação. Nada o deixa cair, nem as doneças constantes. "Eu já vi cães de necessidades especiais antes , e eu sempre amei, mas nunca os tive. É um vínculo especial que você tem com eles", disse ela. "Com Lucky, isso só me mostra que você pode ser diferente, mas você ainda pode ser um cão feliz e amoroso."

Mais:  Melhores amigos: cadela recusa adoção ao saber que melhor amigo não iria junto

Para finalizar, Reza completa dizendo: "as pessoas só sorriem quando o vêem, podem estar tendo o pior dia de sempre, e só vão olhar para ele e se tornarem tão felizes".

Did someone say #puppybowl?! 🐶❤ I'm ready mom! Got my gear on to watching the game!🍀🏈 #superbowl2017 #luckysecondchanceatlife

Uma publicação compartilhada por Lucky Reza🍀 (@luckysecondchanceatlife_) em

Lucky, o cachorro albino, tem um perfil no Instagram com mais de 12 mil seguidores: luckysecondchanceatlife_.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.