Christine Bouldin teve uma ligação muito forte e repentina com um gatinho que balançava e andava todo torto

Os animais são capazes de trazer muito amor para os humanos , principalmente quando a situação não é muito favorável, como em um ambiente de guerra. Foi isso que um gatinho trouxe para Christine Bouldin ao andar todo torto em sua direção. A soldada americana estava servindo no Afeganistão, em 2008, quando encontrou o animal e se apaixonou por ele instantaneamente. 

A soldada Christine com o gatinho no Afeganistão
Reprodução Bored Panda
A soldada Christine com o gatinho no Afeganistão

"Nunca tinha visto um gato com aquele. Ele não conseguia ficar em pé, estava sempre se equilibrando. Senti que ele precisava de mim e decidi fazer de tudo para levá-lo para casa", contou a soldada ao site americana People. 

A partir daí começou toda a jornada. Christine pagou 300 dólares para que um homem transportasse o gato do local onde estavam até a base em que servia, foram cerca de uma hora e meia de viagem. Depois veio a hora de ir para os Estados Unidos, foram desembolsados mais dois mil dólares. "Nem me importei com o que iria gastar", disse Christine. 

Já em Lakewood, Colorado, nos Estados Unidos, Felix, como foi nomeado passou a viver com Christine, seu marido e outro gato chamado Gus. Agora ele ganha muito amor e já não sofre muito por ter Hipoplasia Celebelar, uma doença não progressiva que afeta seu equilíbrio e capacidades motoras.

Felix e seu irmão Gus
Reprodução Bored Panda
Felix e seu irmão Gus


    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.