O cãozinho Soskay foi atropelado enquanto estava na calçada fazendo seu passeio diário ao lado da dona, uma adolescente de 15 anos

A morte de um animal de estimação querido  é sempre uma dor para qualquer família, principalmente quando há uma criança envolvida. Mas para a família de Sharon McNamee a experiência foi ainda mais traumática. Quando a filha dela de 15 anos fazia o passeio da tarde com o cãozinho Soskay, um carro fez a curva em alta velocidade e acabou atropelando o animal. Ao perceber o que havia acontecido o motorista acelerou e fugiu. 

Soskey foi atropelado e acabou morrendo
Reprodução Facebook
Soskey foi atropelado e acabou morrendo

Vendo o cachorro todo ensanguentado, a menina ficou desesperada, o pegou no colo e levou para casa. Toda a entrada, chão da sala e da cozinha ficaram ensanguentados e enquanto Sharon pensava na providência a ser tomada, percebeu que seu filho de 8 anos assistia a tudo da porta da cozinha, horrorizado. Revoltada com toda a situação, ela decidiu escrever uma carta para o motorista que causou toda a situação. 

"Minha filha veio correndo com o cachorro e fez um rastro de sangue até chegar na cozinha. Enquanto ela falava comigo, uma poça se formou. Nesse meio tempo percebi que meu filho de 8 anos acompanhava tudo e não tive tempo de mandá-lo voltar para o quarto. Meu marido e eu pegamos o carro para levar Soskay ao veterinário, mas infelizmente ele não resistiu e morreu no meio do caminho. Só agradeço por minha filha não ter sido atingida também. Está difícil não ter Soskay sempre no meu pé e me acompanhando de um lado para o outro. Não sei porque você foi embora, talvez porque saiba que a sua direção estava 100% errada e seria culpado por isso, talvez porque queria fugir da conta do veterinário ou talvez por estar sendo você mesmo. Só tendo uma personalidade egoísta, cruel e desumana você deixaria uma adolescente sozinha ao lado de um cachorro morrendo". 

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.