Tamanho do texto

Um aquário é mais que um objeto decoração, mas sim um pequeno ecossistema que precisa de total dedicação do dono

Ter um aquário em casa é uma das melhores opções para quem deseja relaxar observando peixes. Ficar horas olhando estes animais traz calmaria depois de um dia estressante de trabalho. Além disso, este recipiente também serve como decoração graças a sua diversidade de cores. 

Leia mais:  Como cuidar de um aquário de água doce

Ficou com vontade de ter um  aquário ? Antes de ir na loja e comprar o recipiente e os peixes, é preciso ter em mente que você deverá ter muita dedicação. Não fique imaginando que um aquário é algo que basta montar e acabou. Na verdade, mais do que um objeto de decoração e observação, este recipiente é um pequeno ecossistema, exigindo paciência, responsabilidade e cuidados diários. 

O filtro para aquário é um aparelho muito importante para a vida dos peixes
Reprodução Pinterest
O filtro para aquário é um aparelho muito importante para a vida dos peixes

Se você é o tipo de pessoa que não tem paciência e tempo, deve escolher outro passatempo. O aquário é destinado para quem gosta de atividades com concentração, possuem tempo para se dedicar e cuidar destas vidas. Se for o seu caso, desenvolver este pequeno ecossistema será uma ação prazerosa. Mas, antes de tudo, é preciso saber como montar um aquário.

Ter um não é difícil, mas iniciantes costumam ter muitas dúvidas, o que é normal. Procure lojas especializadas e converse com bons vendedores. Eles podem esclarecer o que não sabe e até dar conselhos. Agora iremos dar algumas dicas para ajudar nesta tarefa e montar um aquário corretamente. 

Escolhendo o aquário

O tamanho do aquário irá depender da quantidade e espécies de peixes que deseja. Se você for ter apenas um betta, um pequeno recipiente já é suficiente, mas se quer algo mais colorido, com diversos animais, será preciso investir mais. Em relação ao formato, a melhor opção são os de vidro e retangulares. 

Mais:  Quer ter um aquário marinho em casa? Saiba como cuidar

Lembre-se que existem aquários de água doce e salgada. Os de água doce são mais comuns e fáceis de cuidar, sendo o recomendado para iniciantes. Já os de água salgada exigem maior dedicação, assim como investimento alto, pois precisa de toda aparelhagem para manter o ecossistema semelhante ao mar. 

Após comprar, escolha um local na casa para colocar o aquário. Evite ambiente sem luz solar diretas, prefira com tomadas próximas, mantenha longe de animais e coloque num móvel estável e resistente e sem obstáculos que dificultem a manunteção e limpeza.

Evite colocar o aquário em locais de fácil acesso dos animais
reprodução shutterstock
Evite colocar o aquário em locais de fácil acesso dos animais

Filtragem

O filtro é muito importante para manter o ecossistema funcionando. É ele que garante a limpeza e qualidade da água, tornando-a cristalina, inodora e habitável para os animais e plantas. No entanto, novamente a escolha do filtro irá depender da quantidade de peixes que deseja. Um aquário pequeno para um único ser vivo não tem capacidade para comportar um filtro. Por isso, no momento da compra do aquário, consulte um vendedor especialista para saber se deve comprar o aparelho.

Caso precise, é importante saber a litragem exata do recipiente para escolher o filtro ideal. O aparelho nunca deve trabalhar no limite de litragem do aquário, se não ele não atenderá as necessidades. Tem que existir uma margem de segurança para o filtro trabalhar com folga. Por exemplo, se o seu recipiente tiver 300 L, compre um aparelhho de filtragem para 350 L ou mais. 

Existem dois tipos de filtro: externo e interno. Veja qual se adequa melhor a suas condições, espaço em casa e aquário. De novo, consulte um bom vendedor e peça ajuda na hora da escolha.

Leia mais:  Filtro para aquário: conheça a importância, funcionamento e modelos

Iluminação

A iluminação é um fator importante em grandes aquários. Ela será a responsável por fazer a fotossíntese de algas e plantas - caso tenha dentro do recipiente -, desencadeando o processo de oxigenação da água. A luz também fixa no organismo do peixe a protovitamina e o cálcio, necessários para mantê-lo sadio. 

Um aquário precisa de total dedicação do dono
Reprodução Pinterest
Um aquário precisa de total dedicação do dono

A iluminação mais usada é a fluorescente, existindo lâmpadas especiais para aquários. Fixe-a acima do recipiente, aproximadamente 10 cm no nível da água. Deixe a luz acesa num período entre 9 e 10 horas e apague durante a noite para os peixes dormirem e as plantas realizarem a fotossíntese.

Termostato e aquecedor

O termostato no aquário é importante para evitar mudanças bruscas de temperatura. Cada espécie de peixes possui uma determinada temperatura para que seu metabolismo funcione. Se o ambiente estiver muito acima ou abaixo do ideal, o animal pode ficar debilitado e até morrer. 

Por isso o termostato é tão importante. Ele garante que o dono fique de olhos nas variações de temperatura. Em algumas situações, é bom também ter um aquecedor. Ele irá manter o aquário em uma temperatura estável durante o ano todo, não sendo influenciado pelas mudanças climáticas. 

Areia

A areia ou substrato é vendido em qualquer loja especializada. Você encontrará nos diversos formatos e cores, mas é importante saber qual comprar pois algumas acabam alterando o pH da água. Variações de pH podem prejudicar os peixes e as plantas. Algumas boas opções são: areia de rio, cascalho de basalto e areia de filtro de piscina. A quantidade a ser comprada irá depender do tamanho do aquário.

Escolha os peixes com sabedoria, pois algumas espécies são difíceis de cuidar e pouco recomendadas para iniciantes
Reprodução Pinterest
Escolha os peixes com sabedoria, pois algumas espécies são difíceis de cuidar e pouco recomendadas para iniciantes

Decoração

A decoração é muito importante para deixar o ambiente colorido e mais realista. Opte por objetos naturais, como pedras, troncos e plantas. Evite decoração artificiais demais. Antes de colocar no aquário, veja se os objetos não irão alterar o pH da água e por último, não esqueça que os peixes precisam de espaço, então não exagere na decoração. 

Adquirindo os peixes

Para quem é iniciante, vá com calma na hora de escolher os peixes. Não encha o aquário de uma vez, e sim adquirar animais aos poucos. Veja se a espécie é de cardume, por que se for será preciso montar um e mantê-lo. Outra dica é não misturar diversos tipos de peixes em um mesmo aquário. Procure ter poucas espécies em maior número do que inúmeras espécies diferentes e pouca quantidade.

Veja também:  Está pensando em montar um aquário? Conheça as espécies de peixes para novatos

Num primeiro momento, enquanto ainda há pouca experiência, evite espécies exóticas. Elas costumam ser mais frágeis e difíceis de cuidar. Invista em peixes resistentes, pacíficos, fáceis de cuidar e que se adaptam a vida com companheiros. É importante seguir todas estas dicas para que seu aquário prospere. Com o tempo e conforme for ganhando experiência, será possível comprar um recipiente maior e até adquirir mais espécies. 

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.