O cachorro está com febre quando a temperatura fica acima de 40 graus Celsius, diferente do que ocorre com os humanos

A febre é um sinal de alerta para a saúde, isso porque ela é uma forma de defesa do organismo contra algo que pode estar sendo maléfico a ele. Nos animais isso não é diferente, por isso é importante sempre estar atento a temperatura de seu animal de estimação. Um cachorro com febre pode ser uma forte indicação de que ele precisa ser levado ao veterinário para uma consulta. Mas qual é a temperatura normal de um cachorro? Como diagnosticar a febre?

A febre pode ser um sinal de que seu cachorro precisa da ajuda de um veterinário
Reprodução
A febre pode ser um sinal de que seu cachorro precisa da ajuda de um veterinário

Diferentemente de como ocorre com nós humanos, a temperatura dos cães varia entre 38 e 39,5 graus Celsius. Por causa disso muitos são os donos que se enganam e acham que algo está errado após medir a temperatura do cachorro.  Geralmente, a temperatura de um cachorro com febre é acima de 40 graus Celsius.  A partir dos 41 graus, considere o ocorrido como uma emergência e leve o cachorro ao médico veterinário o quanto antes.

Medição da temperatura de um cachorro 

Sabendo quais são os números que deve se basear para um diagnóstico, vamos ver agora como é feita a medição da temperatura de um cachorro , outra dúvida constante dos donos. O primeiro passo é ter um termômetro em mãos e, ao contrário do que muitos pensam, ele não precisa ser específico para animais. Os termômetros veterinários vendidos tem o mesmo funcionamento do usado pelos humanos, a única diferença é o tamanho e o formato do bico, feito para colocar no ouvido do animal.

Para medir a temperatura de um cachorro com febre de maneira eficaz é aconselhado o uso do termômetro de mercúrio
Reprodução
Para medir a temperatura de um cachorro com febre de maneira eficaz é aconselhado o uso do termômetro de mercúrio

Quando você efutuar a medição da temperatura de um cachorro com o termômetro de uso humano ela será feita a partir do reto dele. Para isso você deve seguir alguns passos.

1. Balance o termômetro até ele marcar mercúrio ou, ao menos, 35º. 

2. Utilize algum tipo de gel lubrificante a base de água (como a vaselina) para lubrificação do termômetro, para que não haja um desconforto maior para o animal quando ele for introduzido em seu ânus. 

3. Se o seu cachorro for cheio de energia (ou muito bravo) é fundamental que você conte com a ajuda de alguém. Além disso, prefira que ele esteja deitado durante a medição, já que assim, você não corre o risco de que ele sente no termômetro.

4. Em seguida, coloque cerca de 1/3 (um terço) do medidor no interior do ânus do seu cachorro. 

5. Deixe o termômetro parado por cerca de dois minutos. 

6.  Tire-o e, logo em seguida, verifique a temperatura do cachorro apontada no termômetro. Se ela for acima de 39,5 graus, você tem um motivo para se preocupar.

7. Esterilize o termômetro com alcool. 

Caso tenha achado esse processo muito complexo e trabalhoso, você tem outra opção: comprar um termômetro veterinário, específico para ele. Essa é uma alternativa muito mais prática para o dono e confortável para o animal pelo fato do termômetro ser digital e fazer a mediação da temperatura de um cachorro através do ouvido dele. A única desvantagem é o preço mais caro. 

O termômetro veterinário é outra opção para medir a temperatura e diagnosticar um cachorro com febre
Reprodução
O termômetro veterinário é outra opção para medir a temperatura e diagnosticar um cachorro com febre

Alerta

Quando a febre é aliada a outros sintomas, tais como tremores, olhos lacrimejantes, falta de apetite e aparência seca e quente do focinho, estes podem ser sinais de que algo sério está comprometendo a saúde do seu cão. Geralmente, um cachorro com febre reflete em alguma falha imunológica, ou então, em infecções. Por isso, não hesite em levá-lo ao médico o quanto antes caso a alta temperatura do cachorro seja notada.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.