Tamanho do texto

É preciso escolher cuidadosamente o equipamento, uma máquina de tosa de baixa qualidade pode causar até ferimentos no animal

Os pelos são uma parte muito importante do pet. Eles são os grandes responsáveis por manter a temperatura do corpo do animal, assim como proteger a pele dos raios solares. Entretanto, podem acumular fungos e bactérias caso não sejam bem cuidados.  Por conta disso é preciso cortar os pelos periodicamente com uma máquina de tosa. 

Leia também:  Como tosar cachorro em casa de forma correta

O resultado do corte com uma máquina de tosa  muitas  vezes é melhor do que com outros métodos (como tesouras), ela evita erros e ferimentos na pele do animal. Mas, claro, é preciso conhecer as necessidades do tipo de pelo do animal, afinal, não são todos que se dão bem com a máquina. Além disso, é preciso conhecer o produto antes de realizar a compra; confira algumas dicas. 

O que considerar antes de comprar uma máquina de tosa?

As máquinas de tosa são consideravelmente maiores do que os equipamentos utilizados por humanos. As lâminas também são diferentes, permitindo assim que pelos mais compridos e espessos sejam cortados sem que o instrumento esquente muito ou emperre. Uma consequência desses fatores é o preço: consideravelmente mais caro do que o acessório destinado para os nossos cabelos.

Os profissionais que usam esse tipo de ferramenta recomendam os produtos que funcionam ligados na tomada. Isso se dá pela alta demanda de cortes que eles têm diariamente, impossibilitando que se pare para realizar recargas. Entretanto, para usuários domésticos, máquinas  movidas a bateria podem ser uma boa opção. Mas verifique a duração da carga antes de realizar a compra.

Comprar uma máquina de tosa de qualidade é essencial para garantir um corte de qualidade para o pet.
Reprodução/ Shutterstock
Comprar uma máquina de tosa de qualidade é essencial para garantir um corte de qualidade para o pet.


Sempre é possível comprar kits especiais para variados tipos de tosa posteriormente. Mas sempre verifique se a máquina atua em pelo menos duas velocidades e que conta com um jogo de lâminas ideal para cortar ao menos 4 comprimentos diferentes. O produto também deve vir com os materiais de limpeza e manutenção, como pentes e óleos lubrificantes especiais.

A audição dos cachorros é extremamente sensível, portanto, opte sempre pelos equipamentos que fazem menos barulho possível. Assim o animal sofre menos estresse durante o processo de tosa e, consequentemente, a tarefa se torna mais fácil.

Leia também:  Conheça os diferentes tipos de tosa e escolha a melhor opção para seu cachorro

Possíveis problemas com o equipamento

Antes de realizar a tosa, sempre verifique se algum objeto está preso nas lâminas, se elas estão limpas e livres de ferrugem. Assim, é possível evitar ferimentos ou queimaduras causadas por um equipamento mal preservado.

Outra maneira de reduzir os efeitos do barulho no pet é o gravando e reproduzindo posteriormente, quando o animal estiver fazendo suas tarefas cotidianas. Assim, ele irá se acostumar com o som e não se sentir tão amedrontado quando o ouvir novamente.

Para evitar queimaduras na pele do cachorro, escolha um modelo de máquina que se encaixe bem na sua mão, nunca comece a tosa pela velocidade mais rápida do equipamento e cheque periodicamente a temperatura das lâminas. Caso os materiais esquentem demais, faça uma pausa na operação e continue quando eles resfriarem.

Leia também:  A tosa higiênica vai além da estética e ajuda a saúde dos pets

Se você seguir todas essas dicas antes de comprar uma máquina de tosa para seu pet, a operação deve ocorrer sem problemas! Sempre consulte um médico veterinário para receber orientações sobre como o corte deve ser feito, pois a técnica necessária varia entre as raças.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.