O cachorro pode estar com fome toda hora por questões comportamentais, entretanto doenças também podem ajudar a desenvolver esse quadro

A alimentação é uma das maiores preocupações dos donos de animais. Perguntas como "Será que eu estou o alimentando pouco?" e "Como ele continua com fome depois de devorar toda essa ração?" com certeza já passaram pela cabeça de muitas pessoas que tem pet em casa.

Leia mais:  Acima do peso? Confira dicas de como fazer uma dieta para o cachorro

Entretanto é preciso prestar atenção nos hábitos alimentares do animal, um cachorro que está com fome toda hora pode ter problemas de saúde! Preste atenção nos sinais para garantir o bem estar do bichinho. 

Por que o meu cachorro sente fome toda hora?

É normal que o seu cão te peça comida, principalmente se você está com um alimento gostoso em mãos. Os pets conseguem ser extremamente manipuladores e o ato de pedir pode não estar ligado necessariamente ao estômago vazio. Por isso é preciso entender que o apetite (disposição para comer mais e mais), não é o mesmo que fome (necessidade fisiológica de se alimentar por déficit de nutrientes circulantes no sangue).

Apetite é diferente de estar com fome, as vezes o seu pet apenas está com vontade da comida e não necessariamente precisa dela.
Reprodução/ Pinterest
Apetite é diferente de estar com fome, as vezes o seu pet apenas está com vontade da comida e não necessariamente precisa dela.


Esse desejo de comer compulsivamente também pode estar ligado à algum hábito criado por você ou à aspectos comportamentais, como tédio e falta de exercícios. Outros motivos são:

  • Uma dieta que não cumpra suas necessidades nutricionais;
  • Parasitas internos;
  • O pet pode estar copiando más atitudes do dono;
  • Influência do ambiente; por exemplo, uma cozinha sempre deixará o cão com vontade de comer algo.

É essencial que uma consulta ao médico veterinário seja realizada; enfermidades como a diabetes, doença de Cushing, hipertireoidismo e  distúrbios pancreáticos podem desencadear esse comportamento e precisam ser diagnosticadas o mais rápido possível. Animais que tomam corticoides e anticonvulsivantes também estão predispostos a comer mais que o necessário. 

Veja também:  Por que um cachorro fica com falta de apetite? O que precisa ser feito

Como lidar com esse comportamento?

Experimente mudar a ração do cachorro para uma de qualidade superior, mas não relaxe a sua vigilância e continue tentando identificar as causas desse distúrbio alimentar. Mude também a sua rotina, inserindo mais passeios e atividades físicas no dia a dia do cão. Um comportamento competitivo com outros animais também pode ser o motivo para tanta gula, nesses casos, alimente o pet com poucas porções de cada vez. 

Certifique-se que a dieta do animal está sendo feita de forma adequada, levando em conta a idade, tamanho, peso e atividades que o cachorro desenvolve. Um especialista em nutrição animais poderá te ajudar nesse processo. 

Leia mais:  Como escolher corretamente uma ração para cachorros?

Oferecer petiscos quando o animal não está com fome , não impor limites e inserir alimentos inadequados na dieta do pet contribuem para a perpetuação desse cenário. Corrija esses hábitos!

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.