Tamanho do texto

O papagaio é bastante comum nas casas brasileiras, sendo famoso pela sua capacidade de fala

O papagaio é conhecido por ser uma ave tagarela. Ele tem uma incrível capacidade de aprender a falar e imitar nós humanos. Na verdade, é o único animal que consegue reproduzir palavras, frases e até músicas. Não é a toa que ele faz bastante sucesso nas casas brasileiras, sua simpatia e espontaneidade conquista corações. 

Mais:  Quantos anos vive um papagaio e as principais características

Se você se encantou por esta ave, saiba antes que ter um exemplar não é tão simples. Considerado um animal exótico, o  papagaio  precisa de autorização do IBAMA para se adquirido legalmente. Na natureza, ele é encontrado na Bolívia, norte da Argentina e no Brasil e, infelizmente, sofre bastante com o contrabando ilegal de animais silvestres. Por isso, tenha muito cuidado com a procedência do bichinho.  

O papagaio é a única ave que consegue imitar os seres humanos
Reprodução Pinterest
O papagaio é a única ave que consegue imitar os seres humanos

Na hora de adquirir seu papagaio, procure criadouros confiáveis, exija o comprovante de registro no IBAMA e procure no site da instituição se o local é realmente autorizado. Verifique se a ave possui o anel do órgão com o número de registro. Estes são os passos mínimos para você conseguir seu bichinho do modo correto. Lembre-se, jamais retire um animal silvestre da natureza e o leve para casa. 

Agora, se você já seguiu todas as regras e está perto de ter seu papagaio, é preciso saber como cuidar dele. A gaiola deve ser providenciada, os alimentos corretos comprado e todos os outros utensílios. Pensando nisso, iremos te ajudar a cuidar corretamente do seu novo animalzinho. 

Gaiola 

Você precisa encontrar uma gaiola apropriada para a ave. Caso seja um dono de primeira viagem, consulte um vendedor especializado em algum pet shop que ele irá te instruir adequadamente. Mas, no geral, os formatos quadrados e retangulares são os melhores, pois a ave se sente mais segura num ambiente com cantos.

O tamanho deve ser suficiente para o papagaio conseguir se mover tranquilamente, de forma que suas asas abertas não batam nas grades. É preciso também ter um espaço reservado para colocar comedouro, bebedouro, poleiro e brinquedos. A regra geral é: quando maior melhor. Se tiver condições de comprar uma grande gaiola, invista nela. 

via GIPHY

Caso ainda esteja com receio sobre o tamanho, saiba qual é o porte do seu papagio. Se ele for filhote, pergunte ao criador até que tamanho ele chega na fase adulta. Tendo em mente estas informações, pode ficar mais fácil na hora de escolher a gaiola. Informe ao vendedor o tamanho do seu bichinho e ele provavelmente te ajudará. 

Leia mais:  Papagaio canta "The Monster" e pessoas dizem que ele é melhor do que Rihanna

Após comprar a "casinha" do papagaio, escolha um local para colocá-la. Como o papagaio é um animal muito sociável, ele precisa ficar num ambiente movimentado e com bastante interação humana. Se for deixado isolado, pode desenvolver ansiedade de separação. Caso tenha outros animais de estimação, tenha cuidado para não deixar a ave num local de fácil acesso a eles. Pode ser perigoso e estressante para o papagaio a presença destes bichos. 

Evite também colocar a gaiola num ambiente com temperaturas extremas. A ave não suporta climas muito baixos e correntes de ar podem adoecê-la, assim como calor em excesso, que causa estresse. Se preferir, coloque um termostato próximo da gaiola para ficar atento as mudanças na temperatura. 

Forre o fundo da gaiola com papel ou maravalha, mas evite jornais. Compre poleiros de madeiras. Os de plástico não são firmes e faz com que as patas escorreguem. Com o tempo, a ave pode desenvolver artrite. 

Algumas pessoas optam por criar o papagaio fora da gaiola, mas para isso é preciso cortar suas asas antes. Consulte um veterinário se deseja esta opção. Depois disso, ele deve ser adestrado para se comportar quando estiver fora.

O papagaio vive em torno de 80 anos
Reprodução
O papagaio vive em torno de 80 anos





Brinquedos

Brinquedos são indispensáveis para quem tem um papagaio. Coloque alguns na gaiola, de preferência dos mais variados formatos, cores e sons. Eles estimulam o cérebro do animal e evitam o tédio e estresse. Prefira os feitos de madeira e evite os de pano. Alterne os brinquedos a cada semana para que a ave não enjoe. E, sempre que encontrar algum quebrado ou danificado, o melhor é jogar fora. 

Veja também:  Papagaio imita voz da dona e faz compras online sem ela saber

Alimentação

A alimentação do papagaio não tem muito segredo. Como todos os animais, ele precisa de uma dieta balanceada a variada. Consulte um veterinário ou um profissional para te instruir os alimentos corretos e a quantidade baseado no seu animal. Mas, no geral, a espécie come sementes, frutas e vegetais. A maioria gosta de uvas, bananas, maçãs, cenouras, bagas, todas as variedades de abóbora cozida, ervilhas, feijões verdes, entre outros. Lembre-se que as frutas tem alto teor de açúcar, então não exagere. 

Jamais dê cafeína, álcool, chocolate, lanches muito doces ou salgados, alimentos gordurosos, feijões secos ou crus, folhas de ruibarbo, endro, repolho, aspargos, berinjela ou mel. Abacate e cebola também são proibidos, pois são venenosos. 

A água do bebedouro também deve se trocada diariamente para estar sempre fresca. Os pássaros não costumam beber muita água, pois as frutas já tem uma quantidade alta de água, mas nunca deixe de oferecer o líquido. 

via GIPHY



Higiene

Limpe a gaiola a cada dois dias. Retire toda a sujeira, como fezes e restos de alimentos, troque o forro e substitua por um novo. Evite deixar dejetos por muito tempo, pois pode ocorrer proliferação de doenças. Limpe também o bebedouro e comedouro diariamente, troque a água todos os dias e não deixe comida velha nos recipientes. 

Uma vez por semana higienize a gaiola. Use um desinfetante próprio, vendido em lojas especializadas. Os produtos comuns podem ser fortes demais e prejudicar seu pássaro.

Leia mais:  O que faz com que os papagaios falem como os humanos?

Saúde

Visite regularmente o veterinário para ficar atento a saúde do papagaio. Ele costuma ser saudável e não ter problemas graves, mas é importante realizar checagens periódicas para evitar enfermidades. Fique atento a sinais de doença, como fezes de coloração e textura estranha, perda de apetite, mudanças na aparência, dificuldades para respirar, perda de peso e perda da vivacidade. Seu animalzinho irá agradecer se for bem cuidado.