Alexandre Rossi explica o que é o aparelho, suas vantagens e como ele deve ser utilizado para que seja bastante eficiente

Olá, amigos do Canal do Pet , tudo bem? Vocês já conhecem o "clicker"?

É uma técnica utilizada no adestramento e na resolução de problemas de comportamento que beneficia milhares de animais. No último final de semana, participei da Clicker Expo 2016, na cidade de Billund, Dinamarca, e aprendi mais sobre essa ferramenta. Hoje vim falar um pouco sobre o conhecimento adquirido no evento que contou com a presença de aproximadamente 21 países. 

Alexandre Rossi na Clicker Expo 2016
Arquivo pessoal
Alexandre Rossi na Clicker Expo 2016


O que é o clicker?

É uma maneira simples e rápida de elogiar o seu cão (ou qualquer outro animal que esteja sendo treinado: gatos, aves, ratinhos etc.). O aparelho emite um som curto, seco e evidente que funciona como uma espécie de marcador e significa para o animal: “muito bem, você acertou, agora vai ganhar uma recompensa”. O objetivo é sinalizar o acerto.

Clicker
Alexandre Rossi
Clicker

Muitos podem se perguntar como um simples barulho estimula o treinamento e quais as vantagens de utilizar o clicker. O som é muito mais rápido do que um “parabéns” ou “muito bem”, funciona à distância e ainda sinaliza o comportamento que queremos. Isso é usado nas técnicas de adestramento  que se baseiam em reforço positivo, como é o caso do Adestramento Inteligente.

Funciona da seguinte forma: toda vez que o cão adotar o comportamento desejado, o adestrador/tutor deverá imediatamente apertar o aparelho, emitindo o som e, na sequência, recompensar o animal pelo comportamento. Se bem utilizado, o método ajuda o bichinho a entender o que se espera dele com clareza e, assim, ter um comportamento excelente com maior frequência. 

Passo a passo para começar

O primeiro passo é condicionar o animal a reconhecer o barulho do clicker e relacioná-lo a uma recompensa que ele valorize muito. Deve-se fazer o “clique” e recompensar o animal logo em seguida. Quando ele escutar o barulho e já esperar pelo presente, significa que ele fez a associação. A partir daí não é necessário dar a recompensa sempre. 

Para ensinar comandos específicos , podemos, por exemplo, começar com o “senta”: induza o animal a sentar, mantendo um petisco bem gostoso acima da cabeça dele. Assim que ele encostar no chão, acionamos o clicker e oferecemos a recompensa. Assim também acontece com vários comandos.

Que recompensas?

Para o treinamento de animais, é muito comum utilizar petiscos deliciosos, que costumam deixá-los motivados. Falando em motivação, vale a dica de que o segredo é descobrir o que deixa o animal mais animado. Pode-se também variar as recompensas entre brinquedos, passeios, carinhos, sempre observando o que induz o animal a repetir os comportamentos que se deseja valorizar.

Se você busca educar o seu pet de forma rápida, eficaz e prazerosa para ambos, o clicker é um grande aliado para marcar os acertos. Caso tenha dúvidas ou queira conhecer mais sobre a técnica, contrate um adestrador profissional.

Um abraço a todos,

Alexandre Rossi. 

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.