Alguns donos precisam sair para passear na rua com o animal de estimação mesmo nos dias frios e de chuva

Onde ensinar o cão a fazer xixi  é uma das primeiras preocupações dos tutores que acabaram de comprar ou adotar um bichinho de estimação. Muitos deles acabam optando por treiná-lo a só fazer as necessidades na rua por acreditar ser mais prático e higiênico. Em outros casos, um cão mais velho que foi resgatado já está acostumado com a rua e evita fazer em um espaço confinado.

Alguns cachorros precisam passear para fazer xixi até na chuva
shutterstock
Alguns cachorros precisam passear para fazer xixi até na chuva

Aliás, os cachorros preferem fazer xixi o mais longe possível de onde eles se alimentam, brincam e dormem, sendo mais confortável para eles fazer em áreas externas. O problema disso é que os tutores acabam se vendo presos ao cão, tendo que criar uma agenda em cima das necessidades dele. Infelizmente, é praticamente impossível passear com o animal na quantidade necessária e quanto mais o bichinho prende a urina, pior para a saúde dele.

Os cães idosos, por exemplo, podem ter sérios problemas no sistema urinário, além de sentir muito dor enquanto segura a urina. Com os filhotes  essa situação se agrava mais, já que eles podem segurar as necessidades por apenas uma hora a mais que o seu mês (exemplo: se o cão tem três meses, ele pode segurar por, no máximo, quatro horas; quatro meses, cinco horas, e assim por diante). 

Sem contar que é praticamente impossível prever o dia a dia e garantir os três passeios mínimos necessários para o cão adulto. Pode ser que haja um imprevisto no trabalho, um compromisso extraordinário ou até mesmo que a chuva impeça a saída do animal. 

Por essas razões, é extremamente importante ensinar ao cachorro que ele pode, e deve, fazer as necessidades dentro de casa, em um lugar pré-determinado. Mas, como fazer para reverter uma situação que já se perdura por um tempo considerável?

via GIPHY

Alguns tutores montam o banheirinho na área escolhida e até usam produtos que estimulariam o cão a fazer xixi no local na esperança de diminuirem a quantidade de passeios. O pensamento é de que o cão, estando apertado, instintivamente se aliviará no local criado para ele. Isso pode ajudar, mas, na maioria das vezes, o problema persiste.

O que fazer?

O treino para reverter essa situação requer muita paciência e comprometimento dos tutores, pois é um dos mais desafiadores. O primeiro passo é se certificar de que o local escolhido seja distante de onde ele come, bebe água, brinca e dorme. Esses locais devem sempre ser opostos.

Outra dica é ensinar o comando “xixi”. Nos passeios diários, tente controlar as cheiradas no chão e postes, o que também ajuda a controlar o passeio. Isso pode ser feito simplesmente continuando a caminhar se ele tentar parar para cheirar algo. Ensine a ele o comando “livre”, como tentativa de determinar os locais onde ele fará as necessidades. Se houver controle das paradas, as chances de ele se aliviar quando for liberado aumentam muito.

Quando isso ocorrer, fale “xixi” e, assim que ele terminar, recompense-o com algo que ele goste muito. Pode ser uma festa de elogios, um brinquedo ou um petisco. Com o tempo e muitas repetições, ele associará o comando ao ato, e quando isso ocorrer, comece a levar o jornal ou tapete higiênico para os passeios.

No começo, coloque perto do cão, assim ele se acostumará a ver e a sentir o cheiro desse novo objeto. Aos poucos, dê o comando em cima do tapete ou jornal, sempre recompensando muito. Leve o tapete ou jornal para casa e tente dar os comandos "livre" e "xixi" no banheirinho. Conte sempre com a ajuda de um profissional em comportamento para ajudar a identificar e a potencializar as fases de transição.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.